Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.

“O homem não pode, enquanto está na carne, evitar todos os pecados, pelo menos os pecados leves. Mas esses pecados que chamamos leves, não os consideras insignificantes: se os consideras insignificantes ao pesá-los, treme ao contá-los. Um grande número de objetos leves faz uma grande massa; um grande número de gotas enche um rio; um grande número de grãos faz um montão. Qual é então nossa esperança? Antes de tudo, a confissão…”

(Santo Agostinho)

Estamos vivendo um tempo de trevas sobre a Terra, em que muitos cristãos ficaram cegos para a Luz, que é Jesus. Muitos foram enfraquecidos, outros roubados, outros desviados do verdadeiro ensinamento do Evangelho de nosso Salvador, a ponto de terem se acostumado a:

  • Orar e pecar, pecar e orar;
  • Pecar e confessar, confessar e pecar;
  • Pregar o Evangelho e não o viver;
  • Exigir a verdade e viver com mentiras;
  • Condenar o erro nos outros sem condenar o erro em si mesmo;
  • Julgar os outros sem misericórdia, mas querer misericórdia para si;
  • Amar a Deus e guardar mágoas de quem lhe ofendeu;
  • Ler ou escutar a Palavra de Deus, mas crer mais na palavra dos homens;
  • Lembrar de Deus no momento de sofrimento e O esquecer após o sofrimento;
  • Querer o Céu, mas buscar as coisas do mundo.

Responda para mim (aí nos comentários):
Como alguém se salvará, se quer o Céu, mas busca as coisas do mundo?

CULTURA DE PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA

Foi criado neste mundo contemporâneo uma cultura de presunção de inocência. Muitos não se sentem culpados por seus pecados. Não sentem necessidade de ir a Deus, por meio da Igreja, confessar seus pecados com o propósito de não mais os repetir. Muitos não se sentem em estado de pecado quando pecam.

É VERDADE que Deus é amor, que Ele é bom. MAS É MENTIRA que Ele vai salvar quem vive no pecado.

Junto a essa cultura, há outra: a da fraqueza, da covardia, do melindre para apoiar a mentira. Aos que vivem em risco de perder sua salvação pela vida que levam sem temor de Deus, é dito que Deus é amor, que Ele é bom, que Ele vai salvar a todos.

É VERDADE que Deus é amor, que Ele é bom. MAS É MENTIRA que Ele vai salvar quem vive no pecado, sem do pecado querer sair, sem do pecado se arrepender. Quem vive em pecado, sem o temor de Deus, não se salvará. Essa é a verdade. Há aqueles que, sabendo dessa verdade, desesperam-se; e há quem continue em sua presunção, sentindo-se sem culpa alguma.

Deus quer salvar, e salvará quem nEle confiar; quem a Ele buscar; quem se arrepender de seus pecados e, arrependido, pedir-Lhe perdão. A Ele não importa o que fez essa pessoa arrependida, Deus a perdoará e a salvará. Mas Deus não perdoará nem salvará quem não se arrepende e não pede perdão. Pessoas que preferem a porta larga, por medo da porta estreita, irão se condenar. 

Não quer ser condenado? Entre pela porta estreita. Quem diz é Jesus:

“Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduzem à perdição e numerosos são os que por aí entram”.

(Mt 7, 13)

É muito grave o que Jesus diz. Ele está afirmando que SÃO NUMEROSOS OS QUE ESCOLHERAM A PORTA LARGA, QUE CONDUZ AO CAMINHO DA PERDIÇÃO. Entendamos bem que não é qualquer homem, como eu, falando. É Jesus Cristo, Deus e Senhor de todos nós.

Quando Jesus falou: Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão.” (Lc 13, 24) Ele estava respondendo a uma pergunta que uma pessoa lhe fez: “Senhor, são poucos os homens que se salvam?” (Lc 13, 23)

Jesus poderia responder como estão a responder muitas pessoas, a si mesmas e aos outros: Deus é amor e é bom, Ele salvará a todos nós. Mas não foi assim que Jesus respondeu. Ele não respondeu dizendo que Deus é amor, que é bom, que salvará a todos. Jesus responde: Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão.” (Lc 13, 24)

Essa afirmação de Jesus, de que muitos procurarão se salvar e não conseguirão, é de fazer tremer quem tem a consciência limpa e a consciência culpada, pois é uma afirmação do único Deus, de que muitos se condenarão ao Inferno. Jesus fala assim não porque quer condenar, mas porque quer salvar. Para nos salvar, Ele mostra o que devemos fazer: devemos procurar entrar pela porta estreita. Quem assim fizer, salvar-se-á na misericórdia de Jesus. Quem não fizer, irá se condenar.

Se você abrir sua Bíblia em Lc 13, 23-24, você lerá: “Alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os homens que se salvam? Ele respondeu: Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão.”

“Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho da vida e raros são os que o encontram. Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho da vida e raros são os que o encontram”.

(Mt 7, 13-14)

O MEDO, SEM FUNDAMENTO, DA PORTA ESTREITA QUE CONDUZ AO CÉU

Deus não salvará quem não faz por onde entrar no seu Reino pela porta estreita.
Deus não salvará QUEM NÃO AMA a porta estreita.
Deus não salvará OS QUE AMAM a porta larga.
O que é a porta estreita?
O que é a porta larga?

Em resumo:
Porta estreita é: viver em intimidade com Jesus Cristo.
A porta larga é: viver sem intimidade com Jesus Cristo.

Viver em intimidade com Jesus é obedecer Sua Palavra.
Viver sem intimidade com Jesus é desobedecer Sua Palavra.

Disse Jesus: “Se alguém me ama, guardará a minha Palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada”. (Jo 14,23)

“Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de juntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á”

(Jo 15, 60

Como estamos a ver, não há porque termos medo de buscar entrar no Reino de Deus pela porta estreita, porque é pela porta estreita que nos manteremos em intimidade com nosso Salvador e Senhor, Jesus Cristo. É o que mais queremos na vida. Queremos viver em intimidade com nosso Senhor e Salvador. Ruim seria viver com o Demônio, a quem não amamos. Mas viver com nosso Deus, que nos ama, e a quem amamos, isso é tudo da felicidade no amor.

Pense sobre felicidade. Agora pense sobre felicidade no amor. Pense no amor que é Deus.

Pensou?

Então você entendeu o que é a porta estreita. Pense sobre infelicidade. Pense sobre infelicidade no ódio.Pense no ódio que é o Diabo.

Pensou?

Então você entendeu o que é a porta larga.

NÃO TENHAMOS MEDO DE BUSCAR A PORTA ESTREITA.

É conselho de Jesus Cristo que nós a busquemos. Se temos algum medo, tenhamos medo de buscarmos a porta larga, pois, ao buscá-la, estamos nos afastando da intimidade com nosso Salvador.

Para quem ama o Senhor Deus, buscar passar pela PORTA ESTREITA E BAIXA é motivo de prazer, paz, tranquilidade; pois tal atitude deixa nossa consciência sem o peso das COISAS ERRADAS (pecados veniais) e das COISAS FATAIS (pecados mortais).

Quem busca passar pela porta estreita e baixa, lutando contra as COISAS ERRADAS dos pecados veniais; busca as virtudes com minúcias e evita as COISAS ERRADAS que impedem das virtudes serem alcançadas e roubadas pelo ladrão.

Estou me referindo às COISAS ERRADAS dos pecados veniais, porque é PELA REPETIÇÃO das coisas erradas dos pecados veniais que se está caminhando para as COISAS FATAIS dos pecados mortais.

Cada um de nós deve pensar, fazer exame de consciência para saber se o que queremos, pensamos e fazemos, faz bem ou mal à nossa alma.

O QUE FAZ O HÁBITO DO PECADO VENIAL?

O hábito dos pecados veniais vai lenta e discretamente se opondo ao nosso esforço para alcançarmos as virtudes. Primeiro enfraquece nosso esforço, depois o destrói. Destruindo nosso esforço, o ataque dos demônios que tentam para que fiquemos presos no hábito do pecado venial, concentra-se nas virtudes que conseguimos alcançar. Os demônios querem roubar as virtudes que Deus nos deu.

É por isso que quem não ora, jejua, medita, vigia para não cometer o menor pecado venial, poderá ou irá, com o tempo, lá na frente, cometer pecados mortais. Muitas vezes nós, cristãos, não damos a adequada e necessária atenção ao tempo em que estamos cometendo pequenos pecados veniais. Nós relaxamos. Achamos que quando quisermos, na hora que quisermos, os renunciaremos, deixaremos de praticá-lo; afinal, não é um pecado mortal, são só “besteirinhas” de nossa vida.

Esse pensamento, que dá uma certa “segurança”, vem do maligno. Ele deseja que nos sintamos seguros diante de nossos pecados veniais. É a segurança de perdão e salvação que uma pessoa dá a si mesma, diante das pequenas coisas erradas de seus pecados veniais, que dá ao Diabo o que ele quer.

O QUE O DIABO QUER?

O Diabo quer nosso tempo, mais tempo! Quer que lhe demos tempo. Contudo, nenhuma pessoa em sã consciência vai dar o tempo que o Diabo quer.

COMO, ENTÃO, ELE CONSEGUE O TEMPO QUE QUER NA VIDA DAS PESSOAS?

Esse tempo lhe é dado quando a pessoa não se esforça para deixar de cometer pecados veniais.

Cometer pequenos pecados sem parar para pensar que é pecado, é não ministrar em si mesmo o temor de Deus. Não ministrar em si o temor de Deus, é dar o tempo que o Diabo pede.

Não querer sair dos pecados veniais por achar que são só coisinhas nanicas da vida de todo mundo que não causam nenhum perigo à alma, é dar o tempo que o Diabo pede.

É importante aos planos do Diabo que as pessoas vivam nos pecados veniais, pois se renunciarem às coisas erradas dos pecados veniais, estas pessoas lhe tiram o tempo do qual ele precisa para que se acostumem com as pequenas coisas que lhes impedem de crescer na graça e na Pessoa de Jesus Cristo, coisas que vão minando o esforço que fazem para ser como Deus quer que sejam.

O ACOSTUMAR-SE COM AS PEQUENAS COISAS ERRADAS

Se uma pessoa não passar por este processo de se acostumar com as pequenas coisas erradas dos pecados veniais dentro dos planos do Diabo, essa pessoa não dará o tempo que o Diabo lhe pede. A pessoa precisa se inserir nos planos do Diabo para lhe dar o que ele pede de começo.

QUEM ESTÁ INSERIDO NOS PLANOS DO DIABO?

Somente as pessoas que não querem deixar de cometer os pecados veniais e também, claro, os pecados mortais.

O PSICOPATA

O Diabo é um ser preternatural inteligente agindo no mundo dos homens contra os homens. Ele é um psicopata. O psicopata não é apressado, sua mentalidade é atemporal. Ele não tem sentimentos, é frio, age por pura racionalidade no conteúdo da irracionalidade.

Quando seu plano dá certo, ele prepara novas maldades. Quando dá errado, ele tem paciência para fazer novo planejamento e esperar o momento certo de agir contra quem ele está planejando destruir. A psicopatia demoníaca do Diabo faz com que ele nunca queira apenas ferir; sua personalidade genocida sempre quer matar um indivíduo, massacrar indivíduos, exterminar populações. O diabo é um ladrão de virtudes e um insaciável assassino de almas. Jesus diz dele: “O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância”. (Jo 10,10)

Esse ser preternatural psicopata sente prazer em trabalhar para ver pessoas desesperadas por terem cometido pecados mortais, a ponto de pensarem loucuras.

Sente prazer em ver pessoas acostumadas aos pecados veniais, cheias de presunção de inocência, pois a presunção de inocência por causa de pecados veniais é um desprezo ao dom do Temor de Deus.

O Diabo sente prazer diabólico em ver pessoas vivendo sem temor de Deus.

“Misericórdia de Deus não tem limites, mas quem se recusa deliberadamente a acolher a misericórdia de Deus pelo arrependimento rejeita o perdão de seus pecados e a salvação oferecida pelo Espírito Santo”.

(CIC §1864)

Responda-me (aí nos comentários).
O que é mais fácil perceber? A gravidade do pecado mortal ou a gravidade do pecado venial?

Se quiser ajudar nessa meditação, escreva nos comentários uma lista de pecados veniais. Eu parei no oitavo, continue com o nono, e, assim, se alguém parar no décimo quinto, quem for continuar, continue do décimo sexto. Obrigado.

Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos e nos abençoe mais.

J.V.

LISTA DE PECADOS VENIAIS

  1. Palavras desnecessárias.
  2. Pequeníssimas invejas.
  3. Pequenas críticas destrutivas.
  4. Pequenas raivas.
  5. Pequena preguiça.
  6. Não discernir se a roupa que usa é indecorosa.
  7. Deixar as orações para mais tarde.
  8. Chegar atrasado nos compromissos com Deus???!!! (Alguém quer dizer se esse pecado é venial ou mortal?)

19 comentários

  1. R-1- Muito dificil de encontrar a salvação se não quiser renunciar a si e suas vontades para viver dentro da Vontade de Deus.
    R-2 É mais facil perceber a gravidade dos pecados mortais.
    Continuação dos pecados veniais:
    – Mumurações
    – mentiras
    – fofocas
    – maus pensamentos
    – rancor

  2. Pecados de usar o tempo para coisas fúteis, infrutíferas.
    Pequenas negligências.
    Não aproveitar a oportunidade para reparar os pecados

  3. Um grao de areia sobre teus pés, não te impede de dar um salto adiante, se teus pés estão levemente afundados no chão de areia, vc terá um pouco mais de dificuldade de dar o mesmo salto, mas se deixar esses milhões e bilhões de grãos de areia te envolver os pés, as pernas e todo o teu corpo, não há nem como se mover.
    Assim pude comparar, se eu não estiver buscando a purificação todo dia, me acostumo com os graozinhos ao meu redor e nem percebo as consequências do que pode me paralisar e me deixar preso.
    Purificai-me, Jesus, cada dia seja Vosso! Para Vos honrar e amar.

  4. 1)Como alguém se salvará, se quer o Céu, mas busca as coisas do mundo?

    O mundo enfraquece a decisão, causa cegueira espiritual, se alguém deseja verdadeiramente o Céu mas ainda se prende ao mundo, precisa com arrependimento e humildade pedir a graça a Deus pela sua libertação.

    2)O que é mais fácil perceber? A gravidade do pecado mortal ou a gravidade do pecado venial?

    Acredito que a gravidade do pecado venial seja mais difícil de perceber, ele é disfarçado e pode levar ao vício, não tirando o peso do pecado mortal que na minha opinião é mais fácil de perceber mas é fato que viver de pecados veniais nos distancia da graça e é um grande risco de perder a salvação.

    3)LISTA DE PECADOS VENIAIS(continuação)
    Segundo os comentários acho que paramos no 17°

    18° – Rir de comentários e piadas mudanas que ofendem Deus

    19° – Não desviar o olhar daquilo que pode levar ao pecado

    4)Chegar atrasado nos compromissos com Deus???!!! (Alguém quer dizer se esse pecado é venial ou mortal?)

    Se não há um justo motivo, e uma frequência acomodada e até o uso de mentiras e falsas desculpas, deixar Deus esperando pode ser um pecado que ofende muito a Deus que ansiosamente espera pelo encontro com seus filhos, penso que dependendo do grau de ofensa, sim pode ser um pecado mais que venial por ser cometido diretamente contra Deus.

  5. É riquíssimo e esclarecedor o que encontramos nesse artigo, pois nos alerta que a falta de renúncia nos enche de vícios e nos afasta de Deus, assim o próprio demônio encontra forma livre de agir nas nossas vidas!

    É impossível e até incoerente desejar a salvação e não abrir mão do mundo.

    ……………………..

    Pra mim o 8º pecado venial citado, pode chegar a ser muito mais do que um pecado venial, pois ele reflete o descaso com o compromisso com o Senhor, ofendendo diretamente o primeiro mandamento: “Amar a Deus sobre todas as coisas”.

  6. 10. Ter mais tempo para as coisas do mundo do que as coisas de Deus;

    Como alguém se salvará, se quer o Céu, mas busca as coisas do mundo?

    É pecar por meio da presunção como diz a letra de nossa Vocação: “Ensina-me a não abusar da confiança em Ti, transformando-a em presunção, na presunção de exigir, salvação sem renunciar ao pecado”

  7. Deus me falou da necessidade da vigilância. A misericórdia de Deus não alcançará quem a despreza. O amor de Deus não pode proteger quem não quem ser amado e amar a Deus. Não existe pecados insignificantes, todos ferem o coração apaixonado de Deus. Ajudai me Senhor a vos amar como querer ser amado.

  8. R-1- Muito dificil de encontrar a salvaçao se quer o céu, mas n se renuncia por ele.
    R-2 É mais facil perceber a gravidade dos pecados mortais.
    Continuação dos pecados veniais:
    9- ser ingrato
    10- desprezar o próximo
    11- ser omisso
    12-julgar

  9. Deus nos conceda a graça de escolhermos a porta estreita por mais dificil que seja passar por ela ,pq sem essa escolha nos perderemos pelo caminho .Nossa Senhora rogue por nós

  10. Deus me deu um arrependimento de comportamentos errados q vinha tendo e o desejo de me esforçar p ser melhor p Deus

Escreva seu comentário