VOCAÇÃO DE JESUS!

Deus seja amado com todas as forças do nosso coração e de nossa alma!

Os discípulos de Jesus tinham tentado expulsar uns demônios, mas mesmo ordenando no Nome de Jesus para saírem do corpo do possesso, os demônios não obedeceram. Eles, então, perguntaram a Jesus por que isso tinha acontecido, já que de outras vezes tinham expulsado muitos demônios no nome do Senhor.

“Jesus respondeu-lhes: Por causa de vossa falta de fé. Em verdade vos digo: se tiverdes fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta-te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível. Quanto a esta espécie de demônio, só se pode expulsar à força de oração e de jejum”.

(Mt 17, 20)

A resposta de Jesus mostra DOIS MOTIVOS de o demônio não ter sido expulso:
. PRIMEIRO – Falta de fé.
. SEGUNDO – Há espécies de demônios que só podem ser expulsos à força de oração e jejum (Falaremos em outro artigo sobre o segundo motivo).

OS DISCÍPULOS NÃO TINHAM FÉ?

Tinham. É tanto que faziam curas e milagres e expulsavam demônios no Nome de Jesus.

Jesus queria deles (e lhes daria) uma fé mais completa, para que a cada dia pudessem crescer no conhecimento e na graça na Pessoa de Deus. 

Para que pudessem fazer a vontade de Deus, Jesus estava trabalhando em cada um deles, fazendo-lhes ter maior (e sempre maior) adesão de suas mentes e almas ao dom da fé a que Jesus se refere.

Jesus se refere à fé do que Deus quer e como Deus quer, não à fé do que queremos e como queremos. A fé que não é sentimento, raciocínio, convicção e certeza humana. A fé que não é um aprendizado em livros nem um estudo das ciências humanas. É uma fé que vai além do humanamente normal.

Tanto para os discípulos como para nós, Jesus quer que tenhamos a fé que nasce do encontro verdadeiro com Ele; uma fé gerada no conhecimento de Sua Pessoa; uma fé que se mantém na verdade diante das situações, das modas e mudanças naturais da vida neste mundo. 

“O mundo passa com as suas concupiscências, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece eternamente”.

(I Jo 2,17)

A fé foi necessária aos coríntios, como é necessária a nós para crermos no que São Paulo escreveu: “Eis o que vos digo, irmãos: O TEMPO É BREVE. O que importa é que os que têm mulher vivam como se a não tivessem; os que choram, como se não chorassem; os que se alegram, como se não se alegrassem; os que compram, como se não possuíssem; OS QUE USAM DESTE MUNDO, COMO SE DELE NÃO USASSEM. PORQUE A FIGURA DESTE MUNDO PASSA.” (I Cor 7, 29-31)

Talvez alguém pense ou diga: “Já faz mais de dois mil anos que São Paulo escreveu que ‘O TEMPO É BREVE’, porém o mundo ainda continua.”

São Paulo fala que o mundo é breve em sentido profético. Quer dizer que:
. PRIMEIRO –  A segunda vinda de Jesus não vai ser uma espera para sempre. 
. SEGUNDO – O tempo é breve para a vida individual de cada pessoa. E de fato é!

Quem viveu mais de cem anos? Poucos.
Quantos morreram antes dos trinta, dezoito, quinze anos? Milhões.
Quem de nós quer, de verdade, viver em Deus, precisa seguir esse conselho de São Paulo. Portanto, releiamos com calma:

“O que importa é que os que têm mulher vivam como se a não tivessem;
Os que choram, como se não chorassem;
Os que se alegram, como se não se alegrassem;
Os que compram, como se não possuíssem;
Os que usam deste mundo, como se dele não usassem.
Porque a figura deste mundo passa.”

(I Cor 7, 29-31)

A FÉ DE QUEM BUSCA A VONTADE DE DEUS CRÊ SEM DUVIDAR DE JESUS

Jesus quer a fé de quem cumpre a vontade de Deus, pois essa fé é viva e poderosa. Como alguém pode alcançar a fé, ter fé, se manter na fé, crescer na fé, se não faz a vontade de Deus?

A verdadeira fé nos leva a cada dia a sermos mais confiantes na Providência Divina na atividade de todas as nossas ações.

Se penso que ter fé é confiar em mim mesmo, é ser positivo, é não pensar negativo; que a fé me leva a confiar em minhas capacidades, em meus êxitos, em meus dons, nas minhas vitórias, tirando-me da dependência da vontade de Deus; o que penso que consegui com minhas orações, meus esforços, minhas auto motivações através da fé, não é fé; é orgulho, vaidade, cegueira. Estou próximo da condenação, se assim continuar vivendo.

A fé que Jesus quer é a fé que transcende o material; é a fé que nos faz crescer na intimidade com Deus, no amor, na paz, na esperança, na compreensão da vida humana, na compreensão de suas fragilidades, de sua necessidade de Deus.

JESUS, QUER QUE NOSSA FÉ ESTEJA SEMPRE VENDO:

  • A verdade diante dos problemas da vida humana.
  • As habilidades das ações dos demônios nos ares com todas as suas obscuridades.
  • O gemido da natureza submetida à vaidade, “Pois sabemos que toda a criação geme e sofre como que dores de parto até o presente dia”. (Rm 8,22)

O QUE PENSO QUE SEJA FÉ?

Segundo algumas igrejas não fundadas por Jesus, fé é prosperidade material. É alguém dar dinheiro na igreja e receber de Jesus cem vezes mais do que deu.

Abra os olhos!

Cuidado com os falsos profetas destes tempos, que usam a Bíblia com a eloquência não concedida por Deus, pregando, no nome da verdade, a mentira do pai da mentira.

Não aceite as mentiras particulares do Diabo em sua mente e coração.

FÉ É REALIZAR MEUS SONHOS?
É conseguir tudo o que quero?
É fazer curas, milagres, expulsar demônios?

Os falsos profetas das igrejas que Jesus não fundou fazem, ou inventam que fazem, essas coisas.

Moisés e Arão perante Faraó, Arão transforma seu bordão em serpente
Arão transforma seu bordão em serpente
PINTURA DO SÉC XIX – Julius Schnorr von Carolsfeld

Aarão fez prodígios a envio de Deus, mas os sábios, os encantadores e os mágicos do faraó fizeram algo parecido com encantamentos.

“Tendo Moisés e Aarão chegado à presença do faraó, fizeram o que o Senhor tinha ordenado. Aarão jogou sua vara diante do rei e de sua gente, e ela se tornou uma serpente. Mas o faraó, mandando vir os sábios, os encantadores e os mágicos, estes fizeram o mesmo com os seus encantamentos: jogaram cada um suas varas, que se transformaram em serpentes. Mas a vara de Aarão engoliu as deles.”. (Ex 7,10-12)

A fé que Jesus quer que tenhamos (e que a vivamos em primeiro lugar) é a fé de nos entregarmos a Ele. Entregar toda a nossa vida a Ele. O Diabo nos tenta, nossos interesse pessoais nos atrapalham, e assim muitas vezes nos entregamos a Jesus com reservas. Jesus nos quer sem reservas.

SE EU ME ENTREGO A JESUS COM RESERVAS, COMO CRESCEREI NA INTIMIDADE DELE?

Como minha fé crescerá?
Quando deixarei de ser uma criança espiritual para ser uma pessoa de espiritualidade madura?
Quando deixarei de “crer” porque muita gente crê?
Por quanto tempo dependerei da fé dos outros?

Depender da fé de quem tem verdadeira fé é um bom início, mas depender da FALSA FÉ de muita gente que diz ter fé é descer a escada para o Inferno.

QUANDO VIVEREI MINHA PRÓPRIA FÉ?

Quando deixarei de dizer que Deus existe porque aprendi no Catecismo; porque meus pais me educaram na fé católica; e não porque, na fé católica, sou íntimo de Deus? Quando direi que creio porque olho e vejo diante e ao redor de mim o Deus todo poderoso, Senhor Criador de todas as coisas? Quando sentirei em mim e em tudo a Sua onipotência? Quando minha mente, coração e alma estarão livres na fé para crer, ver, sentir a onipresença de Deus? Quando?

QUANDO!!!???    

QUAN – DO?       

Q  U  A  N  D  O ???

Quando irei além da boa e necessária educação religiosa, que recebi de meus pais, na Igreja, no colégio, na sociedade cristã, para ir, por minha conta, direto rumo à Pessoa de Deus, para ter maior conhecimento Dele vivendo mais próximo Dele?

Quando sairei da boa, porém restrita, educação religiosa humana para receber minha instrução diretamente do próprio Deus?

Quando, tendo esse comportamento de liberdade, compreenderei que liberdade não é fazer o que quero, mas o que Deus quer, dentro da Igreja que Jesus fundou?

Resposta:
Depende de meu amor, de minha fé e entrega de vida a meu Senhor e Salvador, Jesus Cristo.

São Pedro na Cátedra.
Igreja de Santa Maria
Sevillha - Espanha
São Pedro em sua cátedra

É a entrega a Deus, que é o caminho da verdadeira fé; mas não é qualquer entrega e fé que nos põe no Caminho, Verdade e Vida, que é Jesus. A única fé que pode nos colocar no Caminho, Verdade e Vida, que é Jesus, é a fé ensinada pela Igreja que Jesus fundou em Pedro.

A fé que Jesus quer nos leva a um relacionamento pessoal com Deus, onde o desejo de amá-lo mais, segui-lo, mudar de vida, buscar a santidade, querer morrer por Ele, é desejo real.

Na fé que Jesus quer, vivemos de verdade um relacionamento que transforma nossa vida, nossa mente, nossa forma de pensar, sentir e agir, por meio dos Sacramentos, de nossa vida de oração, jejum e estudo da Palavra de Deus.

Muitos de nós, católicos, negligenciam a leitura da Palavra de Deus e por isso se perdem por falta de conhecimento. É importante ler a Palavra de Deus todos os dias para não nos perdermos por falta de conhecimento do que Deus deixou escrito para nós na Terra, “porque meu povo se perde por falta de conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; já que esqueceste a lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos”. (Os 4,6)

Espero que o que você está lendo lhe acrescente boa ajuda à sua fé.

Em outro artigo continuaremos, falando sobre o SEGUNDO MOTIVO pelo qual os discípulos não conseguiram expulsar o demônio. Neste, vimos o primeiro motivo.

Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, nos abençoe e nos abençoe mais.

J.V.

8 comentários

  1. O Deus todo poderoso bom e misericordioso que nos convida a todo momento pertencer mais a Ele e a termos cada vez mais confiança na sua presença em nosso meio, devemos crê na sua presença REAL.

  2. Entendo que a verdadeira fé é a profunda intimidade com Deus, mas existe uma fé ainda mais profunda quando á uma intimidade através do jejum, oração e penitencia, é quando entramos em uma profunda e continua comunhão com Deus. Daí por diante entendemos que á vontade e o querer do Senhor é realmente o que importa, devo sempre esperar em Deus e não em minhas vontades humanas.

  3. Deus seja louvado por esse artigo. Quero crescer e amadurecer na fé que Deus quer e como Deus quer, fazendo assim Sua Divina Vontade. Amém!

  4. Meu Deus dai-me a graça de possuir e crescer nessa fé, que me desprende de tudo o que é passageiro, inclusive de mim mesmo e me une verdadeiramente a Ti. Bendito seja O Senhor! Que não nos deixa na ignorância espiritual e nos conduz através daqueles que Ele mesmo escolheu para auxiá-Lo a arrebanhar as suas ovelhas nesses tempos de grande confusão espiritual.

  5. DEUS quer de nós um verdadeiro encontro com ele. Quer que saíamos da superficialidade e mergulhemos em seu profundo amor através de uma fé verdadeira

  6. Pude ver o quanto existe um verdadeiro rumo, não pode de modo algum ser trocado por outro ensinamento. Uma só é a verdade. Não existe mais que uma. Senhor, tem de misericórdia de nós, e nos arraste à força para vós meu Deus, Deus bom.

  7. Quê tenho quê lutar, contra a mim mesmo ,buscar cada dia mais a vontade de Deus. Renunciar tudo que me afasta do seu caminho. E ama lo cada vez mais

Escreva seu comentário