VOCAÇÃO DE JESUS!     
Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.
08/03/2021

Os fatos narrados nessa história a seguir são reais, com pequenos e médios acréscimos da imaginação na conversação.
Os reais nomes dos personagens foram substituídos.


CAPÍTULO 1
NO CELULAR, UMA MENSAGEM CHEGA REPETIDAS VEZES

– Oi, Efraim. Escrevi algumas vezes esta mesma mensagem. Leia minha mensagem, por favor. Preciso conversar com você sobre minha prima. Na verdade, quero levá-la para a conversa. Ela está com sério problema pessoal. Não estou conseguindo ajudá-la. Ela é uma boa pessoa, mas está com vários problemas na vida. Ela esteve na Vocação até os quatorze anos, depois se afastou.

– Oi, Isla! Vou estar hoje à noite, às 19 horas, na sede da Vocação de Jesus. Leve-a e conversaremos. Oremos para Deus nos iluminar nesta conversa.

– Combinado. À noite, estaremos lá.

EFRAIM ESTAVA CONVERSANDO COM SIGRID E BARUC QUANDO ISLA CHEGOU COM SUA PRIMA.

As duas se dirigiram a Efraim, que conversava com Sigrid e Baruc, que são do mesmo Ministério de Isla.

– Boa noite, Isla e prima da Isla.

– Boa noite, Efraim, Sigrid, Baruc! Vocês lembram da Virna? Ela começou a participar da Vocação de Jesus aos dois anos de idade com seus pais.

– Oi, Virna! Me desculpe, mas não estou conseguindo lembrar de você.

– Oi, Efraim. É que mudei, eu só comecei a crescer aos quinze anos. Quando me afastei da Vocação com quatorze anos, eu tinha um metro e quarenta e cinco. Meus pais me levaram ao médico, e, após exames, ele disse que eu iria crescer pouco, porque tinha a síndrome de Tuner. Mas, em um dos poucos dias que tentei voltar ao Grupo de Oração, tive uma inspiração de pedir a Deus para me fazer crescer em estatura e santidade. Com essa oração cresci, agora tenho um metro e sessenta e cinco de altura. Só falta eu crescer em santidade. Ah! Eu lembro de você!

– Deus é muito bom, em tudo cuida de seus filhos. Vamos sentar aqui e conversaremos.

Sigrid e Baruc se despedem. Isla, Virna e Efraim sentam-se. Isla fala:

– Virna, quer que eu saia ou fique na conversa?

– Fique, Isla, estou muito inquieta por dentro hoje, e você sabe o que estou passando.

Virna, então, começa a falar sobre seu problema. Efraim interrompe, pede para juntos pedirem o derramamento do Espírito Santo sobre eles e que o Espírito lhes conduza nessa conversa para a maior glória de Deus, a salvação das almas e a libertação das almas do Purgatório. Após a oração, Efraim diz:

– Deus, que é bom e poderoso, nos iluminará e abençoará. Fale, Virna.

– Desde que começou essa situação de pandemia e as restrições nos prendendo em casa, eu comecei a me sentir cansada mentalmente e fisicamente. A cada vez que sai novo decreto, mais eu me angustio. Tento me acalmar, mas não consigo. Acordo-me à noite assustada.

Semana passada fui à farmácia comprar uns remédios passados pelo médico, mas de repente tive uma forte crise de ansiedade e medo. Tremia-me, não conseguia ficar de pé. As pessoas vieram me ajudar, mas eu não ouvia direito o que elas falavam, mas escutava que elas diziam que era aquela doença que termina com 19 (não gosto de dizer o nome dela). Perguntaram-me o telefone de meus pais, mas eu não conseguia lembrar do número do telefone de ninguém da minha família.

Não sei dizer quanto tempo fiquei assim. Meu pensamento era dizer que estava melhor e sair da farmácia, pois as pessoas estavam chamando a ambulância, e eu pensava: se me levarem, vão dizer que estou com aquela doença. Você sabe qual é? Não gosto nem de dizer o nome.

Fiquei com medo de ser internada, ficar isolada, ser entubada e acabar não resistindo. Lembrei da minha avó, do meu avô, e de um vizinho, que foram internados e ninguém tinha mais acesso a eles. Morreram e não tivemos mais como vê-los.

Não nos foi permitido velar os corpos deles, e eles não puderam ter Missa de corpo presente. Apenas 10 pessoas poderiam ir ao enterro, de máscara e sem se aproximar dos caixões. 

Além disso, eu pensava também que tinha me afastado da vontade de Deus, pois fazia mais de um ano que não me confessava e não estava orando todos os dias. Se eu morresse no hospital, eu poderia ir para o inferno.

Pensando nestas coisas horríveis, o medo me deu força e saí da farmácia. As pessoas não queriam deixar, queriam que eu fosse para o hospital. Mas eu sorri e disse que tinha passado, que estava bem, e saí o mais rápido que pude. Quando escutei a sirene da ambulância, corri como pude e dobrei o quarteirão. Entrei numa loja de roupa e fiquei disfarçando. Continuava me sentindo mal, mas não podia demonstrar.

Enquanto eu olhava as roupas, uma vendedora se aproximou. Eu disse que iria olhar e depois a procurava. Ela me deixou em paz e eu fiquei olhando as roupas, mas minha vista ficou embaçada, não estava conseguindo enxergar direito. Porém, não disse nada a ninguém, nem demonstrei o que estava passando.

Depois de uns vinte minutos, uma senhora perguntou se eu não queria que ela chamasse uma ambulância para mim. Eu agradeci, disse que estava só com uma pequena dor de cabeça e saí da loja. As vendedoras ficaram me olhando. Eu ia andando pela rua me sentindo uma fugitiva de um campo de concentração de Hitler na II Guerra Mundial ou Stalin na União Soviética. Não me sinto bem nem em pronunciar a palavra ambulância.

Tem dias em que me desespero, porque antes dessa doença, eu tinha muitos planos para o meu futuro, estava tudo planejado, tudo dando certo. Ao terminar meu curso, iria fazer graduação em gastronomia. Eu iria fazer o que gosto, iria ser chefe de cozinha num grande restaurante em que eu já era estagiária.

O proprietário gostou tanto do meu desempenho que iria me empregar no restaurante novo que ele estava abrindo. Mas os restaurantes, que estavam em alta e cada vez crescendo mais no Brasil e no mundo, começaram a ter prejuízo e fechar. Eu e quase todos os funcionários fomos despedidos porque os restaurantes estão sendo proibidos de funcionar nos lockdowns, e tiveram horários de funcionamento reduzidos, sem perspectiva de quando voltará ao normal.

Eu fico pensando que estudei muito, dediquei-me para ser uma boa profissional da gastronomia, e de repente vejo que ficou uma profissão sem futuro ou com futuro incerto. Eu nem penso mais em fazer a graduação. Como vou fazer algo que não me oferece segurança? Pensei em outras profissões, mas vejo que não só a do Brasil, mas a economia mundial está sendo destruída com as empresas sendo proibidas de funcionar. Não sei o que fazer da minha vida.

Nesse momento, Virna começa a chorar. Suas mãos tremem. 

Efraim, então, lhe diz:

– Virna! Tenho um pensamento de Santa Teresa D’Ávila em um papel dentro de minha Bíblia. Vou ler para você. Santa Teresa diz:

“Nada te perturbe,
Nada te espante,
Tudo passa.
Deus não muda.
A paciência tudo alcança.
Quem a Deus tem, nada lhe falta:
Só Deus basta.

Eleva o pensamento, ao Céu sobe.
Por nada te angusties. Nada te perturbe.
A Jesus Cristo segue, com grande entrega.
E, venha o que vier, nada te espante.
Vês a glória do mundo? É glória vã;
Nada tem de estável. Tudo passa.

Deseje as coisas celestes, que sempre duram;
Fiel e rico em promessas, Deus não muda.
Ama-o como merece, Bondade Imensa;
Confiança e fé viva, mantenha a alma,
Que quem crê espera, tudo alcança.

A maldade, a injustiça,
O abandono, não ameaçará,
Quem a Deus tem, mesmo que passe por momentos difíceis;
Sendo Deus o seu tesouro, nada lhe falta.

Ainda que tudo perca, SÓ DEUS BASTA!

(Santa Teresa de Jesus)

– Pegue este papel de presente, para você reler quando precisar.

– Obrigada.


CAPÍTULO 2
FALHANDO NO ESSENCIAL

– Virna… Deus, e só Deus, é sua felicidade. E não só sua, mas de todas as pessoas que Ele criou. Deus é nossa felicidade! Agora que eu escutei suas palavras, posso lhe falar a verdade que dói? Ou se eu lhe falar a verdade que talvez lhe machuque, você vai ficar com raiva de mim?

– Pode falar a verdade.

– Me responde uma coisa: quem quer o bem do outro, é quem adula ou quem é sincero, sem medo de perder a amizade?

– Quem é sincero.

– Você está com sua Bíblia em sua bolsa? Se estiver, pegue, por favor.

– Não trouxe.

– Você lê a Bíblia todos os dias?

– Não… para dizer a verdade, faz muito tempo que não leio a Bíblia. Não tenho vontade de ler. Às vezes, penso em ler, mas estou muito cansada e não leio.

– Já ouviu falar na preguiça espiritual que tenta impedir a leitura bíblica?

– Não. Mas realmente estudo e trabalho muito, quando chego em casa estou muito cansada.

– Você não tem preguiça, nem se sente cansada para estudar, ler livros do seu curso e trabalhar, mas se sente cansada para ler a Palavra de Deus. A seu ver, não será isso uma preguiça espiritual, ou seja, uma tentação?

– Pode ser que seja. Na verdade, acho que é. Reconheço que não leio porque não quero. Se eu me esforçasse para ler, eu leria.

– Parece que nossa conversa vai ser frutuosa, pois você é sincera. Virna, você falou que não lê a Palavra de Deus porque está muito cansada. Diga-me: você tem grande vontade de terminar sua faculdade, não tem?

– Tenho.

– Você quer ser uma boa profissional, não é?

– É.

– Para realizar essa vontade, você se dedica nos estudos, mesmo cansada do trabalho?

– Sim.

– Seu comportamento mostra que você é uma pessoa esforçada e responsável nos compromissos da vida humana. Isso é bom, é um dom de Deus. Deus quer que as pessoas sejam trabalhadoras e esforçadas para serem competentes em suas profissões. Mas você está falhando no essencial.

– Em quê?

– Está falhando em ser esforçada e responsável com sua vida espiritual. Você está sabendo direitinho como plantar agora para colher depois as coisas necessárias deste mundo, mas está fazendo isso em prejuízo da vida eterna.

– Não estou entendendo. O que estou fazendo de errado em estudar e trabalhar?

– O problema não é estudar e trabalhar, é como você está usando o trabalho e o estudo para se afastar de Deus, mesmo sem ter essa intenção. Esse não é o comportamento que Deus quer de nenhum de seus filhos. Deus quer os dois comportamentos em simultaneidade. Quer dizer que você precisa estabelecer com praticidade a ordem das coisas por prioridade.

PRATICIDADE, OBJETIVIDADE, TEMPO E CEGUEIRA

– Eu sempre procurei ser prática. Tenho objetivo de vida. Não perco tempo com redes sociais, não fico me exibindo; não fico vendo, nem postando bobagens; não me envolvo com coisas que atrapalham meu objetivo e futuro profissional.

– Não é errado ser prática, ter objetivo e não perder tempo com frivolidades. A questão é você focar de tal modo nessas coisas importantes e necessárias à vida humana, a ponto de ficar cega para as prioridades da sua vida espiritual.

– Mas se eu amo a Deus, tenho fé Nele, sou boa filha, sou responsável, não faço mal a ninguém… em que estou cega?

– Se você não estivesse cega, já teria me entendido. Pergunte a Isla se ela já entendeu o que estou lhe falando.

– Você entendeu, Isla?

– Sim, entendi, prima. Continue conversando, ouvindo, você vai entender. Eu fico orando, pedindo a Deus a misericórdia Dele sobre essa conversa.

– Virna, você entende bem o que é praticidade, objetivo e perda de tempo, pois disse ainda há pouco que sempre procurou ser prática, ter objetivo de vida, e que não perdia tempo com coisas que atrapalhassem seu objetivo profissional. É aqui que sua visão humana cegou sua visão espiritual.

– Como uma visão pode cegar outra?

– Sua cegueira espiritual está em olhar somente com os olhos da carne. Você está olhando e avaliando as coisas somente pelos dados fornecidos por sua razão. Você ponderou bem as vantagens e desvantagens humanas da praticidade, do objetivo e da perda de tempo; mas não ponderou da mesma forma as vantagens e desvantagens imateriais da praticidade, do objetivo e da perda de tempo da sua vida espiritual, sua vida em intimidade com Deus, sua vida em unidade vocacional com seus irmãos de fé católica.

Diga-me onde está sua PRATICIDADE e OBJETIVO ao usar o TEMPO: 

  1. Na preparação de sua salvação em Jesus Cristo?
  2. Na preparação da construção de sua defesa espiritual contra as tentações?
  3. Na meditação da necessidade de crescer no conhecimento e na graça da Pessoa de Jesus Cristo?
  4. Na preparação para entender o que Deus quer de sua vida na terra para sua vida eterna no Céu, após sua morte?

– Mas eu tenho de terminar minha faculdade. Quando terminar, terei mais tempo para me dedicar às coisas de Deus.

– Eu conheço muitas pessoas que foram PRÁTICAS, OBJETIVAS e souberam usar o TEMPO, colocando Deus em primeiro lugar, enquanto terminavam sua faculdade. Você entendeu o que eu disse?

– Entendi. Você disse que conhece muitas pessoas que foram práticas, objetivas e souberam usar o tempo colocando Deus em primeiro lugar, enquanto terminavam sua faculdade.

– Você percebeu que, no que disse, eu deixei uma insinuação proposital para você?

– Percebi. Você insinuou que eu não coloco Deus em primeiro lugar.

– Estou errado?

– Não, mas está exagerando.


CAPÍTULO 3
MOMENTO DE HUMOR

– Vamos ver, pelo que você falou, se estou exagerando? Posso falar sem você se zangar comigo?

– Se quiser dizer, vou ouvir.

– O modo que você respondeu me preocupou. Você não vai querer me matar depois de me ouvir, vai?

– Não. Só se for a primeira vez que queira matar alguém. (Ambos rimos…)

– Você tem senso de humor e eu também. É bom rir. Você sabia que o riso surge depois de várias etapas do pensamento?

– Não sabia! Então é por isso que umas pessoas demoram um pouco para rir, quando escutam uma piada.

– Acredito que sim! O que não significa maior ou menor inteligência. “O temor do Senhor, eis a sabedoria; fugir do mal, eis a inteligência”. (Jó 28,28)

Vou contar uma história pra você rir: Sigrid, sua prima, que é do seu Ministério, chegou para Agnes, a filha dela de seis anos, e disse: “Agnes, me diga uma palavra com a letra D”. Agnes, pensou, pensou e disse: “ONTEM!” Sigrid disse: “Filha, ontem começa com a letra O”. Agnes respondeu: “Mãe, ontem foi DOMINGO.”

Rimos muito!


CAPÍTULO 4
DEPOIS DO RISO

– Continuemos nosso assunto, Virna.

– Eu quero ouvir.

A ATITUDE QUE LEVA À FRUSTRAÇÃO

– Suas palavras descrevendo seus problemas me fizeram entender suas atitudes de vida. Suas atitudes mostram de modo inequívoco que sua prioridade é ganhar o mundo, ter sucesso na profissão humana, ter sucesso financeiramente.

Virna! O certo a fazer é priorizar o amor a Deus para, consequentemente, se salvar. Com essa atitude em primeiro lugar, você vai, em segundo lugar, se esforçando, sendo responsável no estudo e no trabalho, procurando ser competente nas necessidades humanas.

Escute, prima da Isla! Deixar Deus em segundo plano para buscar as coisas humanas e buscar o que se quer em primeiro lugar, é encontrar a decepção, a frustração, o fracasso, os problemas.

OS DOIS TIPOS DE PESSOAS QUE ALCANÇAM SUCESSO FINANCEIRO SEM BUSCAR A DEUS

Há dois tipos de pessoas que alcançam sucesso financeiro, saúde quase perfeita, fama, poder nesta vida, sem buscar a Deus em primeiro lugar.

O primeiro tipo são pessoas sem fé, que irão se converter antes de morrer em determinado tempo. Tempo que só Deus conhece. 

O segundo tipo são milhões de pessoas que NÃO ESTÃO com seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro. 

“Todo o que não foi encontrado inscrito no livro da vida foi lançado ao fogo”.

(Ap 20, 15)

– Virna! Jesus, nosso Senhor e Salvador, pergunta a todos os seus filhos: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vem a perder-se a si mesmo e se causa a sua própria ruína?” (Lc 9,25)

DOIS TIPOS DE TOLOS

– Não quero te ofender no que vou te dizer! Você está sendo esperta e tola ao mesmo tempo. Eu disse esperta, não disse sábia. Você está sendo esperta em saber se preparar para VENCER NO MUNDO, mas está sendo tola em não saber se preparar para GANHAR SUA SALVAÇÃO ETERNA. “Os sábios entesouram a sabedoria, mas a boca do tolo é uma desgraça sempre ameaçadora” (Pr 10,14), principalmente para ele mesmo.

O Barco dos Loucos – Bosch

Há dois tipos de tolos: um que, por causa da POUCA INTELIGÊNCIA E MATURIDADE, fala tolices. O OUTRO TOLO É INTELIGENTE, mas usa a inteligência para ganhar o mundo, sem perceber que está sendo tolo em não usar a inteligência para ganhar sua salvação.

Homens que conseguiram ter na vida o que queriam ter, se consideram sábios, inteligentes, importantes, superiores aos outros. Seus pensamentos e sentimentos vaidosos, e tudo o que julgam ser e ter, não podem lhes assegurar a salvação eterna. Eles não pensam em Deus; não pensam no destino eterno de suas almas; só pensam em ter mais dinheiro, mais poder, em serem mais importantes.

Eles querem as coisas passageiras deste mundo para serem felizes. Não pensam em serem felizes em Deus, com a vontade de Deus. Querem a felicidade que as coisas dão. 

Quanto tempo dura a felicidade de ter comprado um carro, um avião, ou outra coisa desejada?

A felicidade que procuram é a realização de suas vontades, de seus sonhos e projetos. Estão cegos para compreender que “Deus resiste aos soberbos, mas dá sua graça aos humildes”. (Tg 4,6). 

“Senhor, ouvistes os desejos dos humildes, confortastes-lhes o coração e os atendestes.”

(Sl 9, 38)

Jesus Cristo conta a história de um homem que recebeu riqueza de Deus, mas ao invés de ser grato a Ele, deixou que a riqueza material afastasse seu coração do Senhor. Cresceu tanto em orgulho, que Deus resolveu tirar não somente sua riqueza, mas tirar também a vida que tinha lhe dado.

DEUS NÃO É ASSASSINO

– Posso interromper um instante?

– Sim.

– Você disse que Deus tirou a vida do homem rico. Quer dizer que Deus matou o homem?

– Se você estiver entendendo “Deus tirar a vida de alguém” como um ato de alguém que mata uma pessoa porque é um assassino, está entendendo errado. Assassino, criminoso, é o ser humano que mata outra pessoa, ou a si mesmo pelo suicídio, mesmo não sendo ele o autor e mantenedor da vida.

Deus não é assassino nem criminoso por tirar a vida de quem Ele deu a vida. Ele deu e pode tirar. Deus é o autor e mantenedor da vida. O homem não é. Sendo uma mera criatura, não pode tirar a vida de outra pessoa, porque o homem não é o criador e mantenedor da vida humana na terra, nem da vida dos espíritos no Céu.

Quanto a esse homem de quem Jesus fala, Deus não tirou a vida de sua alma, Deus tirou a vida de seu corpo de carne. Vamos ver o que Jesus diz. Vou ler na Bíblia.

O DESTINO DO HOMEM QUE SE PERDEU EM SUA RIQUEZA

“Havia um homem rico, cujos campos produziam muito. E ele refletia consigo:

– Que farei? Porque não tenho onde recolher a minha colheita.

Disse então ele:

– Farei o seguinte: derrubarei os meus celeiros e construirei maiores; neles recolherei toda a minha colheita e os meus bens. E direi à minha alma: ó minha alma, tens muitos bens em depósito para muitíssimos anos; descansa, come, bebe e regala-te.

Deus, porém, lhe disse:

– Insensato! Nesta noite ainda exigirão de ti a tua alma. E as coisas, que ajuntaste, de quem serão? Assim acontece ao homem que entesoura para si mesmo e não é rico para Deus.”

(Lc 12, 16-21)

O ESFORÇO PARA GANHAR O MUNDO, SACRIFICANDO A VIDA ESPIRITUAL

– Virna! Não queira ter o destino desse homem. Vi suas intenções, desejos e planos. Pelo que você falou sobre seu sofrimento e medo do futuro, percebi de modo claro que você planejou viver uma vida neste mundo. Você quer vencer no mundo. Seu modo de dizer o que quer não inclui Deus, não inclui saber o que é vontade de Deus. Deus não está nos seus planos.

– Por favor, Efraim, não fale assim. Eu amo a Deus.

– Virna! Você veio conversar comigo para ouvir mentira, adulação? Ou verdades?

– Verdades.

– Posso continuar falando verdades que lhe ajudem? Verdades que lhe façam o bem na terra, preparando-a para a salvação eterna?

– Pode.

– Você ama a Deus com palavras, mas seu comportamento diz que você não O ama. Jesus diz: “Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus”. (Mt 7,21)

A sua esperança está no curso de gastronomia; na profissão; em conseguir ser, no futuro, uma boa chefe de cozinha. Ouvi suas palavras ao me falar de seus problemas. Em nenhum instante você falou que sua esperança é Deus; que com Deus, com a bênção e ajuda Dele, você espera conseguir o que quer profissionalmente.

Virna! Para conseguir o que quer, você se dedicou com tanto empenho, que sacrificou sua vida espiritual; deixou de se preocupar com sua salvação eterna. Você deixou de orar; não se confessa há mais de um ano.

O momento que você falou sobre Deus foi dizendo que estava sem orar, sem se confessar; mas falou sem reconhecer a gravidade desses atos, sem demonstrar disposição para voltar a orar e a se confessar. O outro momento que falou em Deus foi pelo medo de morrer e ir para o inferno.

Em nenhum momento você falou incluindo Deus em seus planos de vida. Em nenhum momento disse que orou e perguntou a Deus se a profissão que você queria era a que Ele tinha escolhido para você. Em nenhuma palavra você diz que pediu a Deus para abençoar você, sua família, seus estudos, sua profissão e a empresa em que trabalha, onde ganha seu salário.

A NOIVA COM NOIVADO SEM NOIVO

– Você olha seu futuro, esquecendo-se do principal, que é Deus.

Diga-me: o que você pensaria de uma moça que quer muito casar, e então ela pensa no casamento, planeja toda a parte religiosa, pensa e esboça a festa, pensa nos convidados, texto e modelo dos convites, pensa em como tudo vai estar organizado: a moça pensa em tudo que quer, mas se esquece de pensar no noivo, futuro marido, que no coração dela está depois de ela realizar seus sonhos. 

Diga-me: essa moça ama seu noivo? Não será ela uma noiva com noivado sem noivo, uma vez que ela pensa em tudo, e só depois é que se lembra dele? Os planejamentos dessa noiva sem noivo demonstram que seus interesses pessoais estão acima de seu noivo?

O PRINCIPAL LUGAR DE DEUS NO CORAÇÃO

– Efraim, me desculpe, eu não me encaixo nesse exemplo. Eu nem tenho namorado. Se eu tivesse, eu o amaria muito, faria diferente dessa moça que você deu o exemplo.

– Você tem certeza do que está dizendo?

– Tenho.

– Você crê em Deus?

– Sim. De todo o coração.

– Virna, Uma pessoa que diz crer em Deus, mas planeja sua vida sem Deus, não tem Deus, nem Deus a tem. Se você diz crer em Deus de todo o seu coração, por que Deus não está fazendo parte de seus planejamentos? Seus planejamentos de vida, nos quais Deus está sendo esquecido, mostram que o lugar que você deu a Deus em seu coração não é o principal lugar. Você sabe qual é o principal lugar de Deus no coração?

– No centro?

“Nada pode preencher a alma a não ser o Criador da alma. Somente Deus nos satisfaz plenamente. Nada, fora Deus, nos deixa satisfeitos.”

– Não só no centro, Virna, mas em todo o coração. Fomos criados por Deus e para Ele. Só Nele somos felizes. Só Nele, com Ele e por Ele somos felizes. Nada pode preencher a alma a não ser o Criador da alma. Somente Deus nos satisfaz plenamente. Nada, fora Deus, nos deixa satisfeitos.

Se Deus não nos preencher por inteiro, estaremos incompletos, em busca da felicidade. É por isso que nós, humanos, quando queremos muito alguma coisa ou alguém, depois que conseguimos, entendemos, por experiência, que a coisa que Deus nos deu é boa, mas agora queremos outras coisas, porque essa coisa, que queríamos muito e que conseguimos, não pode nos preencher por completo.

Se queremos alguém: namorar, noivar, casar; oramos por essa pessoa, pedimo-la a Deus. Deus atende nossa oração, e aí chegamos ao casamento. Veremos que somos muito felizes com a pessoa que Deus deu a nós e nos deu a ela, mas sabemos que uma criatura não pode preencher outra para a plena felicidade, para a felicidade eterna.

A FELICIDADE DA CRIATURA É O CRIADOR

É viver fora da realidade da vida querer ser feliz eternamente com um ser humano; pois, sendo criatura, um dia morrerá. A morte separa os casais. No Céu, ninguém se dá em casamento, porque a felicidade da criatura é o Criador, e não outra criatura. 

“Os filhos deste mundo casam-se e dão-se em casamento, mas os que serão julgados dignos do século futuro e da ressurreição dos mortos não terão mulher nem marido. Eles jamais poderão morrer, porque são iguais aos anjos e são filhos de Deus, porque são ressuscitados.”

(Lc 20, 4-36)

O Primeiro Mandamento NÃO É AMAR a Deus no próximo, É AMAR a Deus Nele mesmo, amando a Deus em primeiro lugar. Só depois de cumprirmos essa prioridade é que amaremos nossos irmãos em Deus. É porque amamos a Deus que nosso amor será verdadeiro por nossos irmãos. Se alguém não ama a Deus, não amará o próximo; e porque não ama as pessoas a quem vê; não ama a Deus, a quem não vê.

Somente o Criador de todas as coisas pode preencher a alma de modo que ela se sinta totalmente satisfeita e diga: “Tenho tudo. Tenho Deus! Deus me tem! Nada me falta, me sinto realizada, de nada sinto falta, nada mais quero, a não ser, ser mais ainda de Deus, que Deus me tenha cada vez mais, que eu O tenha sempre mais e mais. Essa é minha alegria, felicidade, meu maior prazer.”


CAPÍTULO 5
OS NAMORADOS DA VIRNA

Há um momento de silêncio. Virna está com lágrimas nos olhos. Isla lhe diz:

– Virna, já que Efraim usou esse exemplo, falando sobre casamento ainda há pouco; você não quer falar também sobre esse assunto?

– Quero. Efraim, tenho 23 anos. Sinto que nasci para casar, mas até hoje nunca consegui encontrar uma pessoa que pudesse um dia casar comigo. Os homens que apareceram na minha vida, eu descartei, porque eram sem futuro. Tive cinco experiências, que não quero repetir na vida.

O PRIMEIRO NAMORADO

Namoramos seis meses. Eu tinha 20 anos, o homem era boa pessoa, pedia-me em casamento, mas estava desempregado e não procurava emprego. Um dia me propôs casar, dizendo que, já que ele não conseguia emprego e eu tinha emprego, a gente casava, ele ficava em casa fazendo almoço, jantar e tudo mais, e eu trabalharia para sustentar nós dois.

Eu tive tanta raiva dessa proposta, que olhava para ele sem conseguir falar. Saí de perto dele e fui para casa. Mais tarde ele chegou, querendo falar comigo. Eu lhe disse que nosso namoro tinha terminado. Ele queria conversar, mas eu disse que não tínhamos mais nada a conversar, e entrei fechando a porta.

O SEGUNDO NAMORADO

O segundo namoro durou quatro meses. Era um homem bom, trabalhador, mas muito bobo, dizia muitas besteiras, ria por toda idiotice que ouvia dos amigos, os quais eu não suportava. Era uma criança no corpo de um homem. Passava muito tempo em jogos idiotas no celular. Então, terminei. Não quero que meus futuros filhos passem vergonha com um pai que é um homem abobalhado.

O TERCEIRO NAMORADO

Durou uma semana. Ele era legal, simpático, muito educado, boa família, mas bastou poucos dias para eu ver que não daria certo. Não adianta só ser legal, bonito, ter cara de príncipe, sem ter objetivo de vida. E ainda gostava de samba, cerveja, fazia unhas, e tinha algo que me incomodava muito: ele parecia colecionador de sarcófagos de gente morta. Ele era fã e tinha toda a coleção de música que gostava de ouvir dos The Beatles, Bob Dylan, The Rolling Stones, Elvis Presley, Janis Joplin. Ele me mostrou essa coleção muito emocionado. Eu, hein! Terminei logo.

O QUARTO NAMORADO

O quarto namoro durou um mês e meio. Estávamos conversando, quando o telefone dele tocou. Ele disse que tinha de ir na casa dele. Eu fui com meu irmão e ele, porque vi que ele tinha ficado muito apreensivo. Quando chegamos, era uma briga de família que eu nunca tinha visto. Tive muito medo. Eu me tremia. Eles estavam se agredindo, os homens só de calção, as mulheres (de shorts muito indecentes e bustier) gritavam e diziam palavrões.

A família dele era uma família cheia de todo tipo de confusão. Os pais, irmãos e duas irmãs eram alcoólatras, fumavam, frequentavam uma seita na qual ficavam possessos do demônio. Eram cheios de dívidas. Os sobrinhos dele eram crianças teimosas, zangadas, desobedientes e problemáticas; diziam os mesmos palavrões que os adultos diziam.

Quando eu vi aquilo, eu disse a mim mesma que não queria essas pessoas perto da minha família, nem de mim. Eu sei o que quero, e não quero uma família assim para mim e meus futuros filhos. Não queria que aqueles homens e mulheres, irmãos dele, fossem meus cunhados e cunhadas e (pior!) tias e tios de meus filhos. Eu nunca tinha visto pessoalmente uma família tão desestruturada. Parecia um filme de terror.

Pensei sobre a hereditariedade que passa dos pais para os filhos.

Lembrei da minha vizinha que adotou um bebê sem conhecer a família dele. Quando o menino foi crescendo, foi se tornando o terror desse casal. Roubava desde pequeno. Aos quatorze anos, aumentou o roubo do dinheiro dos pais adotivos, o roubo das coisas de dentro de casa. Passou a pegar drogas, levar pessoas perigosas para dentro de casa, e a se descontrolar, sendo muito violento. Um dia, os pais adotivos dele se refugiaram lá em casa, com medo dele.

Um dia descobriram quem eram os pais e viram que eles tinham os mesmos problemas de temperamento difícil, vícios e um modo de, com a cabeça baixa, olhar as pessoas sem levantar a cabeça. Certa vez, saindo de casa, me deparei com ele na calçada. Ele me olhou com a cabeça baixa. Eu fiquei toda arrepiada, sentindo uma coisa ruim que não sei explicar.

O menino era a cópia dos pais em tudo e um pouco pior, mesmo sem nunca ter conhecido e convivido com seus pais sanguíneos. O menino andava e olhava do mesmo modo para as pessoas. Pensando sobre a força de uma hereditariedade psicológica e espiritual ruim, dois dias depois terminei.

O QUINTO NAMORADO

O quinto namoro durou nove meses. Eu estava apaixonada, queria casar com ele. Ele era tudo o que eu queria. Porém, ele terminou, dizendo que gostava muito de mim, admirava-me (e outros elogios), mas não tinha amor por mim. Sofri muito! Ainda tentei falar com ele, mas ele educadamente me perguntou se eu me casaria com ele se não o amasse, se apenas gostasse muito dele como amigo. Aí entendi que realmente ele não tinha o mesmo sentimento que eu.

E assim, ninguém dá certo comigo. Quem me quer, eu não quero; quem eu quero, não me quer. Às vezes, um homem parece se interessar por mim, como aconteceu no trabalho e também na faculdade, mas não queriam nada sério, só conversar bobagens ou beijar. Eu não suporto homens bobos. E beijar, só se for compromisso sério. E assim estou vivendo, com nada dando certo em minha vida.

Sou a caçula lá de casa. As minhas três irmãs me chamaram um dia e disseram que não era bom para moças ter um histórico de vários namorados. Uma delas se casou com o primeiro namorado; as outras duas casaram com o segundo namorado. Resolvi que vou ser mais exigente daqui para frente. Vou casar com o sexto, ou não vou querer mais namorar e casar. Homem bom hoje em dia tá raro. Casar só por casar, não quero. Prefiro viver minha vida. Já basta de problemas.

Como você vê, tenho dois grandes problemas; mas o maior, que está me atormentando, é eu me sentir insegura quanto ao meu futuro e o futuro da humanidade, por causa da pandemia e da quebradeira das empresas. Se a humanidade não tem futuro, então eu também não tenho, pois estamos no mesmo planeta.

FORA DO CAMINHO CERTO

– Virna, sua vida profissional, afetiva, não está para você como você gostaria que estivesse, porque Deus é quem sabe o que é o melhor para você, e não você. Por causa de sua educação, de ter um bom coração, boas intenções, você tem vivido sua vida com respeito a Deus, mas deixando-O de lado. É como se EDUCADAMENTE DISSESSE: “Deus, eu amo o Senhor, respeito o Senhor, mas me deixe viver minha vida, por favor, querido Deus”. Virna! Deus traçou um caminho de felicidade Nele para você, mas você está indo por outro, em que Ele não está.

FAZENDO O CERTO DE MODO ERRADO

Você está se perdendo no que NÃO ESTÁ errado humanamente. Por quê? Por fazer a coisa certa de modo errado.

Quero dizer: você procura ser responsável e competente nas coisas humanas, e está sendo; mas faz isso sem pensar em Deus, sem amá-lO, sem se preocupar com sua salvação. Deus, que ama você, que quer salvar você, está permitindo diversas situações para que, por meio delas, você aprenda a procurar em primeiro lugar amá-lO acima de tudo. Esse é o caminho que você precisa encontrar, entrar e andar.

Deus não abandonou você. Por amor a você, Ele VAI CONSERTAR SEUS ERROS, derramar o Espírito Santo sobre você, para você começar a entender seus erros e renunciá-los. Em tudo, Deus lhe ajudará como Pai.

Faça o seguinte: comece a procurar a Deus em PRIMEIRO lugar. Em SEGUNDO, continue sua faculdade, não se preocupe quanto ao futuro PROFISSIONAL nem AFETIVO. Se concentre na fé, em ter confiança em Deus. Se a profissão que Deus escolheu pra você é essa que você quer, no tempo de Deus, será. Se não for, Deus lhe conduzirá para a profissão na qual você será útil não somente a si mesma. Se você nasceu para o casamento, no tempo certo a pessoa que Deus escolheu para você aparecerá. Se não nasceu para o casamento, Deus lhe preencherá. Volte a ler a Palavra de Deus e a orar todos os dias. Reze o rosário completo todos os dias.

– Eu não estava rezando nem o Terço, e agora rezar o rosário todinho todos os dias vai ser difícil.

– É assim mesmo, não é fácil entrar no Reino dos Céus. Peça a Nossa Senhora para ela alcançar de Deus a graça para você conseguir rezar o Rosário. Enquanto não recebe, comece rezando um terço pela manhã e os outros três Terços em outros horários do dia escolhidos por você. Peça a graça de começar também a jejuar quartas e sextas-feiras,  e de ler a Bíblia todos os dias.


CAPÍTULO 6
NÃO É MEDO DE NÃO CONSEGUIR, É MÁ VONTADE EM NÃO QUERER TENTAR

– É muita coisa, não sei se vou conseguir.

– Comece aos poucos. Vá fazendo o que puder. Deus vai ver sua boa vontade e lhe dará as graças que precisa para conseguir. Lembre-se das Palavras de Jesus: “Procurai entrar pela porta estreita; porque, digo-vos, muitos procurarão entrar e não o conseguirão”. (Lc 13,24)

“…você só tem duas opções para se salvar: ou conseguir fazer a vontade de Deus, ou então, conseguir fazer a vontade de Deus. Não existe terceira possibilidade”

– E se eu não conseguir?

– Você tem de conseguir. Diga a você mesma que você só tem duas opções para se salvar: ou conseguir fazer a vontade de Deus, ou então, conseguir fazer a vontade de Deus. Não existe terceira possibilidade.

– No sério, e se eu não conseguir?

– Não estou brincando. Não quero que você vá para o inferno.

– Tenho medo de não conseguir.

– Nem acredito que estou ouvindo isso de uma moça que é inteligente para pensar, planejar e executar a vontade de ser uma boa profissional na cidade dos homens, e não na Cidade de Deus. Na realidade, não é medo de não conseguir, é má vontade em não querer tentar de todo o coração fazer a vontade de Deus. Se você tem inteligência para saber o que é prioridade no mundo dos homens, você também é inteligente para ser boa cidadã da Cidade de Deus e um dia chegar na Pátria Celestial.

Medite sobre a Cidade de Deus e a Cidade dos Homens. Veja se ainda nesta semana você começa a ler o que Santo Agostinho fala sobre o mundo dividido entre mundo terreno e mundo espiritual, no livro “De Civitate Del”, A Cidade de Deus. Se não tiver a coleção de 22 livros, procure adquirir o livro em alguma livraria católica.


CAPÍTULO 7
NÃO É A CORAGEM NASCIDA DA FÉ, É DESAFORO CONTRA DEUS

– Estou me sentindo melhor nessa conversa. Neste momento, não estou sentindo angústia, medo e ansiedade. Mas se voltar, o que faço?

– A resposta está no que já lhe falei. Mas se voltar, é porque Deus vai libertar você aos poucos. Se Ele libertar você de uma vez, rapidinho, você se afasta dEle novamente. Você é muito independente e autossuficiente, confia demais em si própria. A confiança que você tem em você mesma tem lhe afastado de Deus, porque a confiança está provindo da convicção que você tem de suas capacidades, competências, de seu próprio valor.

“A confiança alicerçada em Deus é uma esperança, uma certeza. A confiança alicerçada em nós mesmos é um atrevimento, uma insolência”

A confiança é um dom de Deus, mas devemos saber ministrar em nós mesmos esse dom. Devemos ser confiantes porque confiamos em Deus acima de tudo, e não em nós em primeiro lugar. A confiança alicerçada em Deus é uma esperança, uma certeza. A confiança alicerçada em nós mesmos é um atrevimento, uma insolência. Não é a coragem nascida da fé, é desaforo contra Deus.

O CANSAÇO DE NÓS MESMOS NOS LEVA A DESCANSAR EM DEUS

– Virna! Deus envia ou permite dificuldade para sentirmos o nosso nada, pois diante de situações que não conseguimos resolver, vemos a nossa realidade de criaturas dependentes do Criador. Quando queremos viver independentes Dele, vivemos situações nas quais nos sentimos desamparados. Compreendemos, então, o quanto precisamos Dele. As dificuldades, os problemas não resolvidos, as decepções, fazem com que nos cansemos de nós mesmos e queiramos descansar em Deus. Eu estarei orando por todas as dificuldades que você precisa passar para sair de si mesma e se lançar em Deus.

– Efraim, você vai orar para eu ter mais dificuldades na vida?

– Não. Vou orar pela sua felicidade, sua salvação, pedindo a Deus que a faça feliz e a salve no amor. Mas se você não for a Ele no amor, então, que Ele mande a dor, que só Ele sabe qual é.

– Por favor, Efraim, não ore assim por mim.

– Você quer se salvar ou se condenar?

– Me salvar.

SEJA FEITA A VOSSA VONTADE. EU CONFIO EM VÓS!

– Se, por acaso, suponhamos, apenas imaginemos que você continue vivendo sem incluir Deus em sua vida. Deus vem lhe chamando no amor há muito tempo, mas você não dá atenção aos chamados Dele para seu bem. Suponhamos que você precise de alguma dor, que só Deus sabe qual é, para sair de si mesma, para se salvar. O que você diz a Deus? “Senhor, não quero essa dor para ser salva. Pode deixar eu ir para o inferno”. Ou você diz: “Senhor! Se eu preciso dessa dor para me salvar, seja feita a Vossa vontade. Eu confio em Vós!”

– Eu quero ser salva. Quero ir para o Céu, não para o inferno.

– Então, diga a Deus que cruz você está disposta a carregar para ser salva.

– Carregarei a cruz que Deus quiser.

– Se ela tiver dor?

– Sei que Deus me ama, confiarei Nele.

NÃO TROCAR O PESO DA CRUZ PELAS ALEGRIAS DO MUNDO

– Virna! Nunca troque o peso da cruz pelas alegrias do mundo. Tal troca só traz desapontamento, fracasso, vazio. As feridas da cruz salvam a alma. As feridas do mundo matam a alma. Nunca troque a fé e confiança em Deus pelo medo da cruz.

Foque sempre na fé, nunca no medo, seja do que for. Deus é bom, misericordioso. Ao nos criar, deu a cada um de nós dons e capacidades. Ele sabe melhor do que nós qual é o peso da cruz que cada um de nós é capaz de carregar. No mais, nunca esqueça: Jesus carrega a cruz conosco e Ele pega a maior parte do peso. Nos momentos mais difíceis, nos carrega em seus ombros, assim como o pastor carrega sua ovelhinha indefesa.


CAPÍTULO 8
EU SEI QUE CAUSAS TÊM CONSEQUÊNCIAS

– Efraim! Quanto à situação que estamos vivendo no mundo, eu me preocupo, tenho medo. Meus colegas de faculdade não têm consciência do que está acontecendo e do que pode acontecer. Eles acham que tudo vai passar e a vida vai continuar como antes, mas eu tenho entendimento e consciência do que está acontecendo, eu sei que causas têm consequências.

– Lembra o que eu lhe disse: não se concentre no medo, se concentre na fé e confiança em Deus. Você falou que tem entendimento e consciência do que está acontecendo, que sabe que causas têm consequências. Realmente, seu entendimento e consciência das coisas do mundo são bem apurados. peça a Deus a graça de ter também um apurado entendimento e consciência da vida espiritual, dos assuntos e metodologias de Deus.

No mundo, muitas são as situações que vemos ou vivemos em que não compreendemos logo a ação ou permissão de Deus. 

Exemplo 1:
O Paquistão sofreu uma enchente. As águas demoraram meses para baixar.

RESULTADO A:
milhares de aranhas invadiram as árvores mais altas. As árvores ficaram cheias de teias.

RESULTADO B:
houve uma redução relevante da malária.

Por quê? Porque os mosquitos ficavam presos nas teias que estavam nas árvores e eram devorados pelas aranhas.

– Mas Deus não poderia eliminar os mosquitos da malária sem permitir a inundação?

– Deus pode fazer tudo o que quer. E porque quer, faz tudo de modo que o homem compreenda que precisa Dele. “Considera a obra de Deus: quem poderá endireitar o que ele fez curvo? No dia da felicidade, sê alegre; no dia da desgraça, pensa; porque Deus fez uma e outra, de tal modo que o homem não descubra o futuro.” (Ecle 7, 1-14) Se soubéssemos do futuro, desprezaríamos a fé. “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois para se achegar a ele é necessário que se creia primeiro que Ele existe e que recompensa os que O procuram”. (Hb 11,6)

SITUAÇÃO CONVITE

Essa situação atual do mundo e do Brasil, que lhe inquieta, é um convite para todos nós crescermos na fé e na confiança em nosso Deus. De todo o mal que está acontecendo, Deus está tirando muitos bens, os quais nem podemos imaginar.

Exemplo: no Brasil, um dos bens da atual situação é vermos que, desde o início desta situação o nosso país não realiza todo tipo de pornografia, baixaria, corrupção, desregramento, pecados contra Deus através do carnaval.

Muitas bandas de estilos musicais demoníacos e cantores de músicas anti cristãs, que realizavam shows imorais, depravados, satânicos todos os dias, diminuíram suas nefastas atividades.

Diminuiu o número de pessoas de todas as idades, principalmente os jovens, que passavam o dia dormindo para sair de casa às dez da noite e viver a vida de prostituição noturna nas festas, clubes e outros locais de perdição que Satanás tem no mundo.

Os empresários e comerciantes, que viviam sua vida somente pensando em ganhar dinheiro, sem se preocupar em se salvar, sem pensar em Deus; pensando que estavam ganhando dinheiro e iriam ganhar mais a vida toda; com os prejuízos que estão tendo, muitos estão começando a ser mais humildes, a se voltar para Deus, pedindo perdão e ajuda.

Os católicos começaram a rezar mais. Muitos estão rezando o Rosário todos os dias, coisa que não faziam antes, rezavam só o Terço.

Estão surgindo bons e corajosos bispos e padres para proteger a Igreja e o povo católico dos maus bispos e maus padres que agem dentro da Igreja. Estes servos de Deus, que estão surgindo de suas vidas oracionais secretas e silenciosas, de seus jejuns e sacrifícios, estão pregando sobre as verdades do Evangelho para levar as pessoas a Jesus Cristo, e não para a ecologia, feminismo, globalismo e outras mentiras de Satanás.

Infelizmente, uma grande quantidade de pessoas, principalmente de jovens, continua se perdendo nas redes sociais. Satanás está usando jovens de todas as idades (uns são possuídos pelos demônios, outros não), para serem maus exemplos para os outros jovens.

Deus permitiu a atual situação no mundo para que os que creem Nele provem, a Ele e a si mesmos, que tudo o que querem é Deus.

É um tempo de misericórdia, chamando os que não conhecem a Deus para Deus. É um tempo para acordar os que creem, mas que estavam dormindo, acomodados. É um tempo em que os que vão se salvar estão se comprometendo com Deus, com humildade e firmeza na fé, mas infelizmente esse tempo é também um tempo dos que vão se condenar. É o tempo de eles se afastarem de Deus, uns aos poucos, outros de uma vez.

Você estava afastada de Deus, e esta situação está lhe fazendo voltar, e assim como você, os que se salvarão estão sendo maleáveis ao Espírito Santo.

“Eu repreendo e castigo aqueles que amo. Reanima, pois, o teu zelo e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo. Ao vencedor concederei assentar-se comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono. Quem tiver ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.” (Apo 3,19-22)

– É verdade, Efraim! Tudo concorre para o bem dos que amam a Deus! Precisamos deixar que Deus cuide da nossa vida da forma que Ele quiser. Realmente eu estava cega, preocupada, e colocando o meu coração em coisas que não são primordiais em minha vida.

Vou meditar em tudo o que você falou. Vou mergulhar na oração de Santa Teresa, e dizer incessantemente ao meu coração: SÓ DEUS BASTA! Vou me esforçar para seguir seus conselhos, e na oração do santo rosário todos os dias, vou pedir que Nossa Senhora administre todos os sentimentos do meu coração!

– Virna! Que bom ouvir você falar assim. Seu semblante agora é outro, em comparação ao que você aparentava quando chegou aqui. Que essa paz, que vem do Espírito Santo, permaneça em sua alma.

“O Senhor te abençoe e te guarde! O Senhor te mostre a sua face e conceda-te sua graça! O Senhor volva o seu rosto para ti e te dê a paz!”

(Nm 6, 24-26)

CAPÍTULO 9
A ATIVIDADE DOS DEMÔNIOS NAS REDES SOCIAIS

Você, que está lendo esse artigo, se quiser ajudar na evangelização, escreva nos comentários os perigos para a alma que estão na Internet.

PERGUNTO-LHE:
Que conselho você daria às pessoas, principalmente aos jovens, sobre os perigos para a alma que existem na internet?

Se for dar esse conselho:
Tenha cuidado com as palavras;
Escreva sem ofensas;
Escreva querendo construir, não insultar, nem dar indireta para algum conhecido(a);
Escreva como um(a) servo(a) de Jesus Cristo.
Descreva como Satanás está usando as pessoas de todas as idades, principalmente os jovens, para serem maus exemplos para os outros nas redes sociais.

Sabemos que a Internet é boa e útil. O homem é que pode, quando quer, usar mal esse recurso.

Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos a todos.
J.V.

32 comentários

  1. Em tudo precisamos da Luz do Espírito Santo para discernir entre o bem e o mal.

    “Tudo é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo é permitido”, mas nem tudo edifica” (1 Cor.10, 23).

    A internet é boa e necessária, mas precisamos ter cuidado quando a vontade de usá-la passa a ser motivada por uma curiosidade desnecessária, pela ociosidade que nos faz perder um tempo tão precioso que poderia ser dedicado à oração e meditação.

  2. As redes sociais podem trazer muitas armadilhas para nossa alma. Sejamos vigilantes e peçamos sempre sabedoria a Deus para utilizarmos para o bem e o progresso do Evangelho.

  3. Realmente sempre que mexo me sinto doente, cansada indisposta, sinto como que tomasse todo o meu tempo me dá uma angústia misturada com ansiedade, e me faz procurar coisas como; ansiedade ou depressão, coisas que eu sei que não tenho, mais me sinto como aquilo sugasse tudo que eu tenho!

  4. Os olhos são a porta da alma. Tenhamos muuito cuidado no que nossos olhos passam mais tempo vendo…se bobagens nos tornamos bobos, se vicios e pecados damos maior brecha ao mal adentrar em nós e nos enfraquecemos dia apos dias e porquê? A resposta é porque alimentamos a nossa carne e nada demos de alimento ao espírito. Uma faca nas nossas mãos tanto podemos cortar, machucar alguem ou até a nós mesmos. Mas si com essa mesma faca a usarmos pra preparar uma comida boa e cheia de amor para nossa família ela entao será uma boa faca. Eis a questão, temos em nossas maos essa faca; “as redes sociais, a usemos para o bem das almas, para a salvação divulguemos bons sites e canais como o da Vocação de Jesus, esses nos trazer leituras santas, devoções Marianas, nos esclarecem do atual panorama mundial, alimenta nossa fe nos traz paz! Use bem sua faca, corte de uma vez todo o mal pela raiz!

  5. É notória a ação do inimigo, utilizando a muitos para perder as almas.. Deus nos deu o livre arbítrio, nós escolhemos a quem queremos servir, não podemos nos deixar influenciar por comportamentos que destroem os princípios e a moral cristã, nosso corpo não é nosso, mas de Deus e um dia iremos prestar contas de cada ação, gesto, pensamento, de tudo que olhamos, de como nos comportamos e hoje muitos jovens e pessoas de todas as idades expõem suas vidas na internet dando mau exemplo, com fotos sensuais, evidenciando todo o corpo levando muitos homens a pecarem, arrastando sua alma e a dos outros para o inferno, perdendo totalmente o temor a Deus e o cumprimento de seus Mandamentos, vivem em uma busca desenfreada de auto exibicionismo, narcisismo e tantas outras coisas q a internet oferece para nos levar a perder o tempo precioso e agora mais precioso ainda diante de tudo que vivemos mundialmente. Temos que ‘fugir da feira de satanás, senão compraremos o seus produtos, nessa feira a de tudo, ofertas e promoções ao alcance de todos”(J.V). Ao utilizar a internet lembre-se desse pensamento de São Leonardo de Porto Mauricio: Evite a preguiça, más companhias, conversas e jogos perigosos, lembre-se que o TEMPO PASSA e NUNCA VOLTA, que tem alma, e que se PERDER SUA ALMA PERDE TUDO.

  6. Os jovens podem fazer esses pequenos exercícios, se passo 1hs nas redes sociais, irei rezar 2hs até sua mente , sua alma e assim não terá mais tempo para mundo e sim somente para Deus, pois hj vemos perdição na internet coisas que mancha nossa alma, pensamentos, que nos conduzem a pecar contra Deus,lutemos jovem de Deus…nossa recompensa é o Céu!!!!

  7. Jovem de Deus, tenha coragem, peça a Deus para lhe ajudar a enxergar os vícios que estão lhe acorrentando nesse mundo virtual, que tem ocupado sua mente, alma e coração. Faça a experiência de ir sendo liberto, com ajuda divina, diariamente, deixando pelo menos 30 minutos sem ver as redes sociais, depois você vai perceber que conseguirá mais tempo e aos poucos vá preenchendo esse tempo com sua vida de busca e intimidade com Deus.

  8. As redes sociais são importantes porém não é essencial na nossa vida. Busquemos em primeiro lugar o essencial e principal e único o Senhor nosso Deus e tudo mais é secundário, sendo assim devemos empenhar maior parte do nosso tempo naquilo que é primordial para nós a nossa vida em Deus, nossa salvação. “Busquemos em primeiro lugar o reino de Deus e tudo mais nos será dado em acréscimo”. Aproveitemos nosso tempo para ganharmos almas para Deus e usemos as redes sociais como ferramenta nessa pescaria de almas. Louvado Seja Deus hoje e sempre. 🙏

  9. Muitos são os movimentos que as redes sociais oferecem. Mas que vazio e angústia é o que fica atormentando a alma quando mal usada. Temos que travar o combate. Não querendo de modo algum manchar-se, e ofender a Deus e também por que já temos sede de salvação de nossa alma e dos outros. assim aconteceu com aquele jovem santo Carlos A…

  10. Em todas as nossas ações devemos pedir ao Espírito Santo discernimento se o que fazemos é ou não prejudicial a nossa vida de intimidade com Deus. No lazer e nos entrenimentos não é diferente. Se utilizo as redes sociais para obter informações sobre o que está acontecendo no mundo, para está atualizada e para saber sobre o que orar e pedir a Deus em benefício de todos, para ver postagens que contribua com a minha vida espiritual e se meu interesse é evangelizar com postagens que edifique a outros, sem me deixar contaminar com uso excessivo e desnecessário, então não é errado.
    Mas se uso as redes sociais para me promover, para ver postagens que não me edifique, me esvazia de Deus,de curiosidades vãs, então é melhor renunciar.
    Se mesmo assim, se isso se torna imperceptível ,peçamos a Deus com sinceridade de coração e Ele nos mostrará se o que fazemos é ou não agradável a Ele.

    A internet pode ser um grande meio de evangelização, nós é que temos que saber como utilizar, qual é a nossa intenção.

    Conheço dois testemunhos um bom e outro ruim, o bom é de um jovem ex protestante recém convertido na Igreja católica, ele disse que um dos meios que Deus se utilizou foi as postagens católicas que uma jovem fazia nas redes sociais, sobre a Igreja, doutrina, sacramentos, vida dos santos. O Testemunho ruim é de uma pessoa que se afastou da Igreja, por causa de postagens de pessoas que diziam ser católicas, mas que parecia ser de alguma seita,postagens contra a Igreja, mostrava somente erros graves cometidos por alguns membros que não estava em unidade com a santa Igreja, isso fez com que aquele católico desinformado se decepcionasse e se afastasse da Igreja de Jesus, não que devemos omitir erros, mas ter discernimento e amor a Igreja para sermos apoio para nossos irmãos e não pedra de tropeço.

    Temos que recordar sempre de nossa identidade de cristãos, de evangelizadores,em tudo que executamos, sozinhos, acompanhandos,se o que fazemos contribui para nossa edificação espiritual e dos nossos irmãos, se estamos bem com Deus, nos vigiando sempre contra a vaidade e vã glória .

    se amamos a Deus não será difícil identificar , mas se isto nos leva a relutância, a graça de Deus virá em auxílio se a ela recorrermos.

    Que o Espírito Santo conselheiro das consciências nos esclareça.
    Que sua benevolência nos mantenha firmes e vigilantes, mas se nos afastarmos que voltemos aos bons propósitos de uma vida agradável a Deus.
    Que Nossa Senhora desate todos os nós de nossa vida que nos afasta de Deus.

  11. Em todas as nossas ações devemos pedir ao Espírito Santo discernimento se o que fazemos é ou não prejudicial a nossa vida de intimidade com Deus. No lazer e nos entrenimentos não é diferente. Se utilizo as redes sociais para obter informações sobre o que está acontecendo no mundo, para está atualizada e para saber sobre o que orar e pedir a Deus em benefício de todos, para ver postagens que contribua com a minha vida espiritual e se meu interesse é evangelizar com postagens que edifique a outros, sem me deixar contaminar com uso excessivo e desnecessário, então não é errado.
    Mas se uso as redes sociais para me promover, para ver postagens que não me edifique, me esvazia de Deus,de curiosidades vãs, então é melhor renunciar.
    Se mesmo assim, se isso se torna imperceptível ,peçamos a Deus com sinceridade de coração e Ele nos mostrará se o que fazemos é ou não agradável a Ele.

    A internet pode ser um grande meio de evangelização, nós é que temos que saber como utilizar, qual é a nossa intenção.

    Conheço dois testemunhos um bom e outro ruim, o bom é de um jovem ex protestante recém convertido na Igreja católica, ele disse que um dos meios que Deus se utilizou foi as postagens católicas que uma jovem fazia nas redes sociais, sobre a Igreja, doutrina, sacramentos, vida dos santos. O Testemunho ruim é de uma pessoa que se afastou da Igreja, por causa de postagens de pessoas que diziam ser católicas, mas que parecia ser de alguma seita,postagens contra a Igreja, mostrava somente erros graves cometidos por alguns membros que não estava em unidade com a santa Igreja, isso fez com que aquele católico desinformado se decepcionasse e se afastasse da Igreja de Jesus, não que devemos omitir erros, mas ter discernimento e amor a Igreja para sermos apoio para nossos irmãos e não pedra de tropeço.

    Temos que recordar sempre de nossa identidade de cristãos, de evangelizadores,em tudo que executamos, sozinhos, acompanhandos,se o que fazemos contribui para nossa edificação espiritual e dos nossos irmãos, se estamos bem com Deus, nos vigiando sempre contra a vaidade e vã glória .

    se amamos a Deus não será difícil identificar , mas se isto nos leva a relutância, a graça de Deus virá em auxílio se a ela recorrermos.

    Que o Espírito Santo conselheiro das consciências nos esclareça.
    Que sua benevolência nos mantenha firmes e vigilantes, mas se nos afastarmos que voltemos aos bons propósitos de uma vida agradável a Deus.
    Que Nossa Senhora desate todos os nós de nossa vida que nos afasta de Deus.

  12. Realmente as redes sociais é um grande riscos para todos nós , independente de idade ,começamos de pouco e sem perceber perdemos muito tempo que deveria ter sido aproveitado pra alimentar nossa alma.
    Essa meditação de hoje ,foi de grande riqueza para nossa vivência ,através da história dessa moça podemos tirar grandes proveitos em todas as áreas de nossa vida, principalmente nesses tempos onde precisamos estar cada vez mais consciente que só Deus nos basta,e que mesmo estando no mundo , precisamos ter consciência que somos cidadãos do céu , precisamos reconhecer o quanto Deus tem agido nas famílias através dessa pandemia,o quanto Deus tem resgatado almas do mundo ,o quanto Deus tem lutado pela salvação das almas do mundo inteiro ,que Deus nos permita vê os pequenos detalhes que Ele realiza a cada dia em nossa vida 🙏🙌

  13. O demônio não para de montar suas estratégias e rodeia a todos buscando encontrar fraquezas utilizando delas para perder as almas. Nas redes sociais, dependendo de como a usamos, podemos sim, sem nem imaginar construir um caminho para o demônio perder as nossas almas, a cegueira pode ser um deles, e antes que percebamos podemos está envolvidos pela lógica do mundo de que a exposição é algo necessário, depois vem o desequilibrio, o exagero e facilmente ela logo substitui a vida de oração e recolhimento, a consequência disso? Um coração vazio e distante de Deus. Que o Espírito Santo nos conduza para sabermos usar a tecnologia para o nosso crescimento espiritual.

  14. Os perigos para nossa alma na internet são inúmeros, pois ela fisga a atenção de quem usa , de um modo tão malicioso que vc não percebe
    que está ali vários e vários minutos vendo bobagens , imagens que não edificam em nada sua vida . Que já estão ali (programados) para exibir
    o que vc gosta de olhar . Temos que voltar nossos olhas mais para Deus , em um propósito para a salvação de nossa alma e a de outros irmãos.
    Buscando renunciar esse tempo perdido online . E buscar a nossa salvação através da leitura da palavra ,reza de terços e orações.

  15. Sou muito grata a Deus pelo alimento espiritual que o Senhor não nos deixa faltar nesse tempo de penúria. Quanto aos perigos da internet é comum a gente pensar no óbvio: a pornografia, os convites dos maus para fazer o que desagrada a Deus… Etc. Mas a meu ver existe um mal sutil que é um veneno letal para a alma que é a perda de tempo com futilidades, com blogueiros que prendem a nossa atenção em futilidades e a gente não ver o mal que isso causa porque não existe um pecado aparente. Mas nos rouba o tempo da oração, da meditação da Palavra e das leituras espirituais que nos fazem crescer na fé. Temos que ter cuidado nesses desvios que aos poucos nos entorpecem e nos tiram o foco da salvação.

  16. Os softwares utilizados para nos “observarem” acompanhando nossos movimentos na internet, a fim de conhecer os desejos (bons e maus) de cada pessoa, podem nos conhecer melhor do que imaginamos e são programados para vez por outra mostrarem imagens oferecendo e despertando de novo os desejos de cada um. A vigilância dos olhos aqui tem que ser maior que no mundo real, um simples “passeio” com a vista ociosa pode trazer severos prejuízos para a alma.

  17. Glorifico e bendigo a esse Deus tão grande que esta
    Santa eucaristia p nos alimentar se fazendo tão pequeno assim precisamos ser como nosso Deus pensar e querer somente p que nosso pai quer p nossa vida ser um com ele Essa situação mundial ele permitiu p interditar o homem que estava no caminho da perdição mesmo nos que o buscamos estávamos em um caminho de profunda cegueira ele resolveu nos nos deixar pouco acesso a vida deste mundo mesmo estando nele e nos restringindo até aos seu tesouros aqui na terra os sacramentos p que valorizem mais, a facilidade a tecnologia (redes sociais ) estava aprisionado as almas mesmo as dos cristãos ela pode , ser uma faca de dois gumes devemos ter cuidado p não sermos escravos dela trazendo uma série de transtornos e dependências correndo o risco de sermos tão artificiais ou suoerficiais como ela diante dessa situação que ñ é comum ñ percamos mais nosso tempo com coisas que passam cuidemos sim de preparar nossa alma p qdo nosso Deus nos chamar ainda que estejamos no trabalho no estudo etc 🙏🙏

  18. Satanás tem de maneira sórdida entrelaçado os jovens a viver o lado obscuro da internet e cada vez mais jovens tem caído nesta astucia de satanás, contudo o demônio pode ser vencido pois a internet tem muito mais coisas benéficas a oferecer, você que está lendo esse comentário, decida-se verdadeiramente a utilizar a internet de maneira coesa veja a graça de Deus e em como você pode ser um instrumento de salvação tanto para você como para outras pessoas, busque na internet filmes de santos, baixe livros de santos, veja conteúdos patrióticos, procure conhecer mais da historia da sua pátria e do mundo veja quantas possibilidades positivas a internet e as redes sociais podem trazer para sua vida, saiba administrar todo esse conteúdo para o bem. Quando verdadeiramente nos decidimos por Deus e pedimos de todo o coração para sermos verdadeiramente livres suplicando sua graça, Deus nos atende pq ele nos ama!

  19. Creio que de todo mal Deus tira um bem. Pela Sua bondade e sabedoria, não se cansa em nos abençoar apesar de nossa indiferença e muitas vezes, ingratidão.
    Posso testemunhar que durante esse período de isolamento social no qual estamos vivendo a quase um ano, o Espírito Santo de Deus suscitou em mim uma grande devoção ao rosário, que antes era difícil pra mim rezá-lo. A ter mais tempo de oração pessoal e um grande desejo em ler livros espirituais, a Bíblia e livros de santos.
    E a graça de não perder tempo nas redes sociais.
    Mesmo trabalhando de forma remota, participando de reuniões online, tenho um foco, me concentro e não uso a internet para me expor, pelo contrário, me esforço para anunciar o evangelho e fazer a pessoa de Jesus ser mais amado e melhor servido.
    É o aconselho aos jovens que dispõem de tanto tempo livre, para se dedicarem ao serviço do evangelho e usar as redes sociais para maior glória de Deus e salvação das almas!!!!!

  20. Respondendo a pergunta feita ao final do texto.

    É muito fácil gastar o tempo rolando o feed das redes sociais e ir trocando de uma para a outra. Exemplo: Do instagram para o face, do face para o twiiter. Isso consumia muito tempo do meu dia, porque queria ficar “informado”, mas no fundo eu percebi que só precisava de quinze minutos ao final do dia para ver as noticiais mais relevantes. Esse tempo podia ser empregado em algo mais proveitoso.

    Fora isso, a maior parte do que consumia era futilidades e o que não agregava em nada para minha vida. Além disso, a exposição dos corpos das pessoas com poses e indagações dúbias resultava em pensamentos maliciosos. Acompanhar também a vida de muitas pessoas me fazia achar que precisava de coisas, que refletindo melhor, eu não necessitava ou ficar pensando em besteiras.

    Além disso, é muito fácil você ficar alienado acompanhando as redes sociais, que após um bombardeio de noticiais sobre doenças e mais calamidades, resulta no sentimento de que o apocalipse zumbi vai surgir a qualquer momento. Faz a pessoa se esquecer de Deus e no fim do dia se vê cansada e sem forças pra orar. É preciso saber dosar o tempo gasto e selecionar bem os perfis que serão suas fontes de informação na rede social.

    Busco me policiar mais no uso desse tempo, antes gasto de forma desregrada, por um tempo de oração e leitura da bíblia ou de um livro escrito por um santo da Igreja. Tem me ajudado a ficar mais tranquilo, confiante e seguro em Deus. Tenho sentido até certa paz.

  21. Sem sair tanto de casa, as pessoas tem mais tempo de sobra, tempo esse que elas preenchem com coisas fúteis, as vezes fazendo o que não tem nada de mais, mas se afastando de Deus.

    Devemos aproveitar cada momento que tivermos para dar a Deus, investindo na nossa salvação, ao invés de desperdiçar, se afastando dele.

  22. São Pio nos ensina que a curiosidade destrói a caridade. O demônio utiliza dessa má inclinação da curiosidade em nós e junta aos atrativos aos olhos das redes sociais para nos fazer perder tempo com inutilidades e frivolidades.Isso acaba nos distanciando de um relacionamento de mais profundidade com Deus ,pois o tempo que deveríamos estar empenhando em conhecer e amar mais a Deus está sendo perdido com esse vício.

  23. O maior perigo, acho que está no tempo que se passa nas redes sociais. Esse tempo poderia ser utilizado para glória de Deus e benefício da nossa alma.

  24. A internet, a tecnologia e os meios de comunicação são importantes, principalmente no momento atual.
    Porém, devemos ter cuidado redobrado! Pois satanás tem se utilizado desses meios para arrastar muitos para o inferno através de vídeos, jogos, filmes, músicas e etc. Enganando muitos! Principalmente os jovens. Muitos tem dedicado o tempo nas redes sociais, esquecendo a vida de oração e leiturtas santas, esvasiando-se a cada dia. Esvasiando-se de Deus e nutrindo-se do mundo, abrem a porta para o mau entrar dentro de si.
    Devemos nos vigiar para não depositar o tempo que pertence a Deus em coisas supérfluas. Os pais também devem observar seus filhos! Ainda mais agora! É hora de orar e vigiar!

    Louvado seja Deus por essas formações que tem sido um grande alimento para nossas almas! Essas leituras são riquíssimas!! É amor de Deus para conosco! Força para esses momentos tão difíceis.

  25. Satanás tem muito interesse em perder nossas almas e, para cada pessoa, ele calcula o que será maior causa de queda para cada um. A Internet, muito necessária nos dias de hj, para trabalho, estudo, leitura, oração e lazer, é tb um instrumento usado pelo demônio para nos distanciar de Deus. Se Satanás quer que percamos tempo com coisas supérfluas na Internet, troquemos as distrações por santas leituras, se o demônio nos inspira a expor a nossa vida pessoal, divulguemos o Santo nome de Jesus e Seus ensinamentos. Se Satanás quer usar a Internet para nossa condenação, usemos para a evangelização das almas e salvação da nossa própria alma.

  26. Realmente as redes sociais hoje levam muitas pessoas a perderem tempo.
    Tempo precioso que poderiam estar investindo na sua salvação, na leitura de livros de Santos, na oração do Santo Rosário mas muitos nem percebem o tempo que se perde nas redes sociais.

    1. Testemunho para vcs jovens que Deus me curou e libertou da redes sociais, mesmo com muitooos serviços diários em casa e cuidando da minha filha( no 1 ano de vida dela), perdia tempo d++ nas redes sociais, que só fazia me afastar de Deus e ter um relacionamento superficial com Ele. E tomei a decisão que ñ queria mas viver nessa escravidão, tive que me desligar totalmente das redes sociais, pois estava me afastando no meu relacionamento com Deus ,me atrapalhando no meu casamento e tb nos cuidados de mãe que deve ter com o filho .Louvo e bendigo à Deus por meio de sua Mãe Santíssima ter alcançado essa graça e peço que me mantenha firme, vigiando e orando, para ñ cair nesse grande mal que fez na minha vida.

Escreva seu comentário