VOCAÇÃO DE JESUS!
Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.
19/07/2021

Antes de iniciar a leitura dessa meditação, aconselho você a se preparar interiormente através desse método de RECOLHIMENTO DIANTE DE DEUS.
https://vocacaodejesus.com/meditacao/recolhimento-diante-de-deus/

Capítulo 1

NÃO SÃO CARNAIS AS ARMAS COM QUE LUTAMOS

“Não são carnais as armas com que lutamos. São poderosas, em Deus, capazes de arrasar fortificações.” (2Cor 10,4)

Meditaremos aqui sobre duas poderosas armas sobrenaturais necessárias aos católicos do mundo inteiro. Duas armas de autoproteção e de proteção da Igreja, da família vocacional e sanguínea, da Pátria. Iniciaremos com a arma sobrenatural da penitência.

A segunda arma é bem mais poderosa, até porque ela contém em si a arma que a penitência é. Pense!!! Uma arma sobrenatural mais poderosa que a arma sobrenatural da penitência???!!! Você entenderá melhor ao que nos referimos no convite que faremos, quando estivermos perto de encerrar esse texto.


Capítulo 2

JOÃO E JESUS COMPLETARAM O TEMPO

Depois que Jesus foi batizado no rio Jordão por João Batista, Ele foi levado pelo Espírito para ser tentado. Quando Jesus voltou da vitória obtida contra Satanás, soube que João tinha sido preso, então se retirou para a Galileia.

“Desde então, Jesus começou a pregar: ”Fazei penitência, pois o Reino dos céus está próximo”.

(Mt 4,17)

Depois que escolheu e reuniu seus discípulos, Ele os enviou para pregar o que Ele lhes ensinava. Em Mc 6,7-13 vemos recomendações dadas aos discípulos, que, depois de as terem ouvido, “partiram e pregaram a penitência”. (Mc 6,12)

O último a pregar sobre a importância da penitência na Antiga Aliança foi João Batista, o último profeta. O primeiro a pregar sobre a importância da penitência na Nova Aliança foi Jesus Cristo. O nascimento de João e o nascimento de Jesus completaram o tempo. Jesus disse:

“Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho”.

(Mc 1,15)

Capítulo 3

MUITOS OUVIRAM JESUS FALANDO SOBRE A PENITÊNCIA

Quem ouviu Jesus falando sobre fazer penitência, entendeu a necessidade de se fazer penitência?

Quantos NÃO entenderam e NÃO se esforçaram para entender o porquê de Jesus pedir penitências?

Quantos, ouvindo, deram muita atenção às palavras de Jesus e se decidiram por penitenciar-se durante suas vidas?

Quantos, ouvindo, NÃO deram a devida atenção às palavras de Jesus e NÃO viveram vida de penitência?


Capítulo 4

PERGUNTE-SE: JESUS PEDIU PENITÊNCIA POR QUANTO TEMPO?

O que eu faria se estivesse vivo naquela época, vendo e ouvindo o próprio Jesus falar sobre fazer penitência?

Eu iria fazer penitência?

Não iria fazer penitência?

Se fosse fazer penitência, por quanto tempo eu, olhando para Jesus, ouvindo Jesus, iria me comprometer com Ele e comigo mesmo a fazer penitência? Por uns dias? Meses? Durante toda a vida?

Ou pensaria: preciso fazer o que Jesus pede. Qualquer dia desses vou fazer penitência. Vou mesmo! Assim que der, começo a fazer penitência.


Capítulo 5

QUEM NÃO FAZ PENITÊNCIA PODE SE CONDENAR

Jesus disse: “No dia do juízo, os ninivitas se levantarão com esta raça e a condenarão, porque fizeram penitência à voz de Jonas. Ora, aqui está quem é mais do que Jonas”. (Mt 12,41)

Não foi Jesus, o Filho de Deus, quem falou pessoalmente para os ninivitas se penitenciarem por causa de seus pecados e pelos pecados da cidade; foi um profeta enviado por Deus. Os ninivitas escutaram um enviado de Deus, tiveram temor de Deus, um temor que era profundo respeito diante da Palavra de ameaça de destruição da cidade por causa de seus pecados.

Mas nós, que vivemos depois do nascimento, morte e ressurreição de Jesus, estamos ouvindo uma Palavra que continua ecoando na terra desde que saiu da boca de Jesus. Quando estamos meditando na Palavra de Deus e nela lemos: “Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho” (Mc 1,15); nós estamos escutando o próprio Jesus e não os homens que escreveram o texto bíblico; a não ser que não creiamos que foi Jesus quem falou essas Palavras.


Capítulo 6

A RAÇA QUE NÃO ESCUTAVA JESUS

Falando para a “raça” rebelde às suas Palavras, Jesus diz assim:

“No dia do juízo, os ninivitas se levantarão com esta raça e a condenarão, porque fizeram penitência à voz de Jonas. Ora, aqui está quem é mais do que Jonas”.

(Mt 12,41)

O que acontece no meu coração, na minha consciência, se eu individualizar as palavras de Jesus direcionadas à “raça” que desprezava suas Palavras?

Se Jesus falasse somente para mim, dizendo:

“No dia do juízo, o ninivita se levantará com você e o condenará, porque fez penitência à voz de Jonas, e você, ouvindo a minha Palavra, não fez penitência. Ora, aqui está quem é mais do que Jonas.”


Capítulo 7

PERGUNTE-SE MAIS: O QUE ME LEVA A FAZER PENITÊNCIA?

  • A glória de Deus?
  • O amor a Deus?
  • A gratidão a Deus pelo que Ele faz por mim?
  • A gratidão a Deus pelos milagres e prodígios que Ele faz, não somente por mim, mas pelos outros, pela Igreja e por meu país?
  • A compreensão de que preciso reparar meus pecados?
  • A compreensão de que preciso reparar os pecados dos membros da Igreja, dos membros de minha família, das pessoas de meu país, de meu estado, da cidade em que moro?

Capítulo 8

AI DOS QUE DEVERIAM TER FEITO PENITÊNCIA E NÃO FIZERAM

Jesus recriminou duramente duas cidades por Ele ter feito milagres e prodígios em seu meio, e ainda assim seus habitantes terem permanecido indiferentes ao que viam e ouviam. Nada do que estavam testemunhando, do que Jesus falava e fazia, movia-os ao arrependimento de seus pecados e à prática da penitência.

“Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e Sidônia tivessem sido feitos os prodígios que foram realizados em vosso meio, há muito tempo teriam feito penitência, cobrindo-se de saco e cinza”.

(Lc 10,13)

Capítulo 9

AS PENITÊNCIAS FEITAS NA TERRA SÃO CAUSA DE ALEGRIA E FESTA NO CÉU

Jesus falou: “Digo-vos que assim haverá maior júbilo no céu por um só pecador que fizer penitência do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento”. (Lc 15,7)

Existe uma seita religiosa na terra, que saiu de dentro da Igreja Católica – que Jesus fundou em Pedro -, que combate a Palavra de Deus usando a própria Palavra de Deus, com interpretação errada, com o objetivo de combater a vontade de Deus e o ensinamento de Jesus quanto à necessidade e o valor da penitência.

Para que as pessoas não façam penitências, os membros dessa seita dizem: a Bíblia diz: “Ide e aprendei o que significam estas palavras: Eu quero a misericórdia e não o sacrifício (Os 6,6). Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores”. (Mt 9,13)

Explicam esse versículo, dizendo que Deus não quer sacrifícios; que Deus quer a misericórdia; que quem se entregou a Jesus já está salvo; que Jesus veio chamar quem ainda não se entregou a Ele, que são os pecadores. Os justos, ou seja, aqueles que se “entregaram a Jesus” (segundo essa seita), estes estão salvos, não precisam fazer sacrifícios. Justificam-se, dizendo que Jesus já sofreu por nós; que Jesus já jejuou por nós; que Jesus já morreu por nós.

Lembro que alguns romeiros, fazendo Romaria de Fortaleza a Canindé, rumo à Basílica de São Francisco, foram abordados por uma mulher, membro dessa seita, que na ocasião era a enfermeira da ambulância que acompanhava a Romaria. Ela abordava os romeiros, dizendo que Deus quer misericórdia, e não esse tipo de sofrimento.

São Francisco de Assis convidou outros a se associarem a ele na busca da perfeita santidade, insistindo para que levassem uma vida de penitência.

“Se entregue a Jesus e você não precisará fazer esse tipo de coisa”, dizia ela em oposição ao ensinamento de Jesus: “Completou-se o tempo e o Reino de Deus está próximo; fazei penitência e crede no Evangelho”. (Mc 1,15)

Os romeiros só escutavam, sem nada dizer. Um dos romeiros falou para essa mulher que a Romaria era uma penitência em reparação dos pecados. Ela falou que Jesus já tinha reparado tudo; que quem está em Jesus é uma nova criatura. A pessoa insistiu, dizendo que quem pecou, se pedir perdão, está perdoado, mas tem de reparar o pecado. Se alguém roubou e pediu perdão a Deus, Deus perdoou. A pessoa, então, tem de devolver ao dono o que tiver roubado. Com a devolução, pagou sua dívida com um ser humano. Porém, para não ter de pagar na terra com algum sofrimento, ou depois, no Purgatório, a pessoa precisa fazer penitências, mesmo já tendo sido perdoada por Deus.

A penitência é, diante de Deus, um modo de pagar a dívida de nossos pecados. Se não pagarmos pela penitência, iremos pagar passando pelo fogo do Purgatório. “Ele será salvo, porém passando de alguma maneira através do fogo”. (1Cor 3, 15) A penitência nos livra de muitos sofrimentos em vida, e do Purgatório depois da morte.

A mulher da seita refutou, dizendo que quando alguém mata, estupra, rouba, ou comete qualquer outro pecado, ao se entregar a Jesus é perdoado e fica “ficha limpa”. A partir de então, não pode mais pecar. Mesmo que peque, sua atitude não é mais considerada um pecado, porque se entregou a Jesus.

A pessoa perguntou: “Quer dizer que: se você roubar, não é pecado, porque você se entregou a Jesus?” 

“É isso mesmo!”, disse a mulher.

“Então, se você roubar, pode ficar com o que roubou, porque não é fruto do roubo?” 

Respondeu a mulher: “Posso, porque eu não posso mais roubar, mesmo que eu roube; porque estou salva, eu me entreguei a Jesus. Por exemplo: quem matou, vai poder devolver a vida? Não, mas está salvo, porque se entregou a Jesus. Então se eu roubar, não é roubo, porque quem se entrega a Jesus não pode mais pecar”. 

A pessoa disse à mulher: “É difícil acreditar no que estou ouvindo, mas agora entendo por que vocês pregam a teologia da prosperidade, roubando o povo da igreja de vocês, sem sentir a consciência pesada. A senhora queira exercer seu trabalho de enfermeira calada o resto da noite, por favor. A organização providenciará outra enfermeira para os outros dias.”


Capítulo 10

JESUS PEDE DUAS COISAS, PENITÊNCIA E FÉ NO EVANGELHO

“Fazei penitência e crede no Evangelho”. (Mc 1, 15)

A penitência sem a fé na Palavra de Deus é uma penitência exterior. Jesus quer uma penitência nascida do interior, feita por amor a Ele. O profeta Joel diz:

“Rasgai vossos corações e não vossas vestes; voltai ao Senhor vosso Deus, porque ele é bom e compassivo, longânime e indulgente, pronto a arrepender-se do castigo que inflige”.

(Jl 2,13)

Penitência não é autoflagelação, que pode prejudicar a saúde. O desejo mórbido de autoinfligir sofrimentos não é a penitência que Jesus pede. Jejum exagerado, que faz adoecer o corpo, não é penitência. O jejum, a esmola, a mortificação em romarias, rezar ajoelhado, são penitências exteriores que são importantes, mas se não forem feitos unicamente por amor a Deus e com cuidado para não prejudicar a saúde do corpo, mente e alma, não se está fazendo a penitência que Jesus pede. 

P.S. O cuidado que devemos ter não deve nos impedir de nos penitenciarmos. É só evitar os exageros.

Se você jejuar às quartas e sextas-feiras, bendito seja Deus; mas se você pegar uma gripe, alguma outra doença, então suspenda o jejum até ficar bom. Se, doente, alimenta-se pouco, mas o médico diz que tem de aumentar a alimentação, então obedeça ao médico, mesmo que engorde (rsrsrs), até o médico dizer que já está curado e saudável.

Pessoas que não conseguem controlar a alimentação, podem fazer uma grande penitência: se consultar com um nutricionista e seguir a receita que ele der, pois pessoas indisciplinadas começam a seguir a receita, mas em poucos dias fica muito difícil. Então a pessoa deve orar a Deus, dizendo: “Recebei como penitência, Senhor meu Deus, o meu esforço em seguir a receita do nutricionista”. Se assim fizer, estará diante de Deus fazendo grande penitência, pois só Deus e ela sabem o esforço que ela está fazendo para não devorar o mundo – rsrsrs.


Capítulo 11

ONDE A PENITÊNCIA NASCE

  • A penitência pode nascer do sentimento de sofrimento na alma, por ter pecado, por ter ofendido a Deus.
  • Pode nascer da razão. A alma racionaliza a gravidade do pecado e a necessidade de repará-lo.
  • Pode nascer da vontade de não querer mais pecar, de preferir morrer a pecar.
  • Pode nascer do arrependimento, que gera desejo de reparação, o propósito de busca de santidade e sabedoria.
  • Pode nascer do entendimento e da fé na grandeza de Deus.
  • Pode nascer do sofrimento físico (doença), do sofrimento mental (prejuízos, preocupações, ansiedade, depressão), que convida ao arrependimento e à reparação.
  • Pode nascer da gratidão a Deus por Ele ser misericordioso, bom, abençoador, protetor, cuidador, paciente diante de nossos pecados, por não nos castigar como merecemos.
  • Pode nascer do desejo de reparar os pecados cometidos, não só por nós, mas pelos pecados dos outros, dos membros da Igreja, e do nosso País.
  • Pode nascer do desejo de destruir todas as barreiras entre nós e Deus.
  • Pode nascer do desejo de reparar erros (evitar mentir, fofocar, caluniar, não ver pornografia, devolver objetos roubados, devolver o que se pediu emprestado).
  • Pode nascer da alegria de saber que a penitência é vista por Deus como um ato de amor a Ele.
  • Pode nascer do saber que todo penitente é causador de festas no Céu para os Anjos e os Santos.
  • Pode nascer da caridade, do amor e desejo de libertar ou aliviar as almas que sofrem no Purgatório.

Capítulo 12

O MOTIVO DA HUMILHAÇÃO E DO CHORO DE SÃO PAULO

“Receio que à minha chegada entre vós, Deus me humilhe ainda a vosso respeito; e tenha de chorar por muitos daqueles que pecaram e não fizeram penitência da impureza, fornicação e dissolução que cometeram”. (2Cor 12,21)

Grande é a misericórdia de Deus, que aceita o choro e a penitência das autoridades da Igreja, e (em outros graus, que somente Deus define), até de outras pessoas, para salvar a muitos que deveriam se condenar por não fazer penitência por causa de seus graves pecados, como a impureza, a fornicação e a dissolução.

A Onisciência de Deus conhece esses pecadores, pelos quais São Paulo se penitencia, e Deus receberá essas penitências para converter e salvar a muitos, por motivo divino, motivos que só Deus conhece. Aos olhos dos homens, tais pessoas são cometedoras de pecados mortais, o que é uma verdade; mas, quem pode sondar o amoroso e justo coração de Deus?

Quem pode conhecer o amor e a justiça de Deus para com a pessoa que peca, e ao mesmo tempo a intransigência de Deus contra o pecado?

Quem pode pesar e avaliar seus desígnios de amor, sabedoria e verdade? Ninguém.

O que se vê é que existem pessoas que são protegidas por Deus das garras assassinas dos demônios. Há pessoas que Deus não permite que recebam a morte eterna como salário de seus pecados. Estas são guardadas por Deus até o tempo em que, por graça Dele, sejam convertidas. 

“Mas vós, Deus nosso, sois benfazejo e verdadeiro, vós sois paciente e tudo governais com misericórdia.”

(Sb 15,1)

Mas isso é verdade? Deus aceita que os pecadores fiquem pecando? 

Deus não aceita o pecado, Deus tem paciência com o pecador. Por motivos de mistério, os quais não entendemos em sua profundidade, Deus quer receber de seus filhos orações e penitências, para serem dadas às pessoas que Ele escolheu beneficiar. Essas pessoas são todas aquelas que estão procurando por Ele.

São Paulo procurava por Deus perseguindo Jesus Cristo, o Filho de Deus. São Paulo procurava por Deus prendendo cristãos, homens, mulheres e crianças; sabendo que eles seriam torturados e muitos poderiam ser mortos. São Paulo procurava Deus, mesmo quando estava sendo cúmplice do assassinato de Estevão.

Os cristãos não viam que Paulo procurava Deus, viam que ele era um homem mau, um perverso perseguidor de cristãos. Só Deus via o que o homem não via. Por todos esses pecados que cometeu, São Paulo se arrependeu, e os reparou fazendo muitas penitências e aceitando todos os sofrimentos que Deus lhe enviou. Vemos o quanto ele sofreu ao lermos suas cartas.

Foram as orações e penitências da mãe de Santo Agostinho que lhe mantiveram na misericórdia de Deus, mesmo quando ele estava entregue totalmente aos pecados. Santo Agostinho e as pessoas que receberam a misericórdia de Deus somada às orações e penitências de outras pessoas, podem dizer como Davi:

“A destra do Senhor fez prodígios, levantou-me a destra do Senhor; fez maravilhas a destra do Senhor”.

(Sl 117,16)

Capítulo 13

PENITÊNCIA E APOSTASIA. JAMAIS PEQUEMOS POR APOSTASIA

A TRAIÇÃO DE JUDAS
Pintura: A Captura de Cristo – de Caravaggio

As penitências podem reparar todos os pecados, com exceção de um. Nenhuma penitência pode reparar o pecado da apostasia. A apostasia é o abandono da verdadeira fé. Temos de orar e nos vigiar, pois a apostasia não é somente sair fisicamente da Igreja que Jesus fundou, renunciando a Doutrina Católica; é também permanecer na Igreja, porém com total desprezo à fé que se deve ter no Evangelho de Jesus Cristo.

Um escriba perguntou a Jesus qual era o maior de todos os Mandamentos.

“Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é este: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor; amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças.”

(Mc 12, 29-30)

Essa resposta de Jesus dá a todo ser humano, creia ele ou não em Deus, o princípio de todos os valores. O que crê em Deus, tem a consciência de que Deus deve ser amado acima de tudo, de modo consciente; o que não crê, não tem o entendimento de que Deus deve ser amado acima de tudo, porém, tem as leis morais gravadas por Deus em sua consciência.

As leis morais gravadas na consciência de quem não crê em Deus, o possibilitam refletir sobre a vida, observar as coisas criadas, e por dedução pensar que não foi um ser humano quem criou tudo o que existe; portanto, pode chegar à conclusão lógica de que Deus existe, de que foi Ele quem tudo criou.

Chegando a essa conclusão, sua consciência e sua fragilidade humana o fazem querer conhecer o Deus que tudo criou. Sua consciência o faz sentir que é seu dever crer na existência de Deus; ele sente essa necessidade. Enquanto isso está acontecendo nessa pessoa, Deus já providenciou o encontro com Ele.

Do outro lado, o tentador, que a todos tenta, tenta a quem crê, para que deixe de crer; ou, crendo, viva em desobediência à fé. Tenta também a quem não crê, para que não encontre Deus; tenta quem está no desejo de querer encontrar Deus, impondo-lhe dúvidas.


Capítulo 14

A DÚVIDA É CONTRÁRIA À FÉ, ISSO É LÓGICO, MAS MUITOS SE ESQUECEM DESSA VERDADE EM MOMENTOS DE TENTAÇÕES

O desejo do Diabo tentador é que o tentado pela dúvida aceite livremente que a dúvida se instale dentro dele, em seu coração e alma, pois a dúvida aceita sem resistência, transforma-se em oposição à fé em Deus.

A falta de fé com a oposição a Deus fortalecem a dúvida; a dúvida fortalecida se torna, nessa pessoa, a fonte de todos os desvios da obediência a Deus: desvio do caminho, da verdade e da vida, que é Jesus Cristo. 

“Meu justo viverá da fé. Porém, se ele desfalecer, meu coração já não se agradará dele”.  

(Hb 10,38)

O católico deve viver da fé. É assim que o coração de Deus se alegra nele. Mas se esmorecer na vida de fé, Deus se desagradará dele. 

Quem perdeu a fé, perdeu porque alimentou a dúvida mais do que a fé. Foi, dia a dia, matando a fé de fome. A fé tem fome de Deus. Quem não alimenta sua fé de Deus, a está torturando pela fome e sede, e a matará aos poucos, porque nega ao apetite da fé, o seu único alimento.

No Holodomor (“matar pela fome”; “fome do terror”; “grande fome”), de 1932 a 1933, o socialista comunista Stalin matou 12 milhões de ucranianos de fome. Ele ordenou que todas as terras, o gado, as ovelhas, todos os animais de alimentação humana, as colheitas do campo, dos depósitos, das casas fossem expropriados. Tudo foi tomado pelo estado soviético. 

A fome dizia ao corpo que ele precisava se alimentar para não morrer, mas o estado soviético, mais forte do que o povo; armado, diante de um povo desarmado; tinha confiscado todos os alimentos. Sem alimento, homens, mulheres, crianças e bebês iam morrendo de fome.

Satanás, que inspirou essa perversidade ao esquerdista Stalin, usa a mesma tática de modo espiritual contra o povo católico; ele faz de tudo para impedir as almas de se alimentarem de Deus. Sem Deus como alimento, as almas morrem de fome.

Satanás sabe que a fome de Deus que a fé tem, pode ser usada como arma para matar as almas das pessoas. Isso acontece quando ele consegue fazer com que as pessoas não amem a Deus, não tenham fé Nele; ou que tenham fé, tenham presenciado milagres, curas, sinais; tenham sentido Seu amor e presença; tenham se emocionado e chorado diante de Deus nas orações e louvores; mas apesar dessa experiência com Deus, duvidem Dele; duvidem de sua providência, de seu amor e poder; menosprezando, assim, a vontade de Deus para suas vidas.

São Paulo diz que

“aqueles que foram uma vez iluminados saborearam o dom celestial, participaram dos dons do Espírito Santo, experimentaram a doçura da palavra de Deus e as maravilhas do mundo vindouro e, apesar disso, caíram na apostasia, É IMPOSSÍVEL QUE SE RENOVEM OUTRA VEZ PARA A PENITÊNCIA, visto que, da sua parte, crucificaram de novo o Filho de Deus e publicamente o escarneceram.”

(Hb 6, 4-6)

Releiamos essa palavra de Deus por meio de São Paulo. Meditemos nela com calma; jamais aceitemos em nós a hesitação em fazer penitência e crer no Evangelho. Nunca aceitemos objeções carregadas de incredulidade contra a nossa fé em Deus.


Capítulo 15

DUAS PENITÊNCIAS SIMULTÂNEAS E ORAÇÃO

Estou quase encerrando, mas antes de encerrar, quero fazer um convite para juntos fazermos duas penitências e uma oração ao mesmo tempo.

QUAIS SÃO AS DUAS PENITÊNCIAS, E COMO ORAREMOS?

As duas penitências são:

1º) Acordar todos os dias às quatro da madrugada para rezarmos o Rosário (no dia, ou dias, que você não puder rezar esse horário, você reza em outro horário).

2º) ROSÁRIO PENITENTE. Quando Nossa Senhora apareceu em Akita, Japão, ela disse: “Rezem o Rosário penitente todos os dias”. Sendo assim, a oração é a reza do Rosário, que, rezado, é oração e penitência ao mesmo tempo.

FAZENDO A SOMA, PARA FICAR MELHOR ENTENDIDO

Acordar às 4h da madrugada = Penitência

Reza do Rosário = Penitência (Rosário Penitente)

Reza do Rosário = Oração

PARA REZARMOS JUNTO COM OUTRAS PESSOAS

Coloquemos nosso despertador para tocar às 03h55 da madrugada. Ao acordar, digitamos VOCAÇÃO DE JESUS no Youtube.


Capítulo 16

O ROSÁRIO É UMA ARMA SOBRENATURAL

Se usarmos essa arma de poder incomensurável, que é o Rosário, poderemos destruir os trabalhos das potestades demoníacas dos ares, que estão dominando os corpos, as mentes e as almas da maioria dos governantes do mundo. Lembremos que a penitência é outra arma espiritual.

Se não conseguirmos destruir todo o mal que já fizeram e planejam fazer, poderemos diminuir muito de suas consequências nefastas, e levar ao fracasso os projetos malignos em planejamento.


Capítulo 17

O QUE ESTAMOS VENDO NESSA DOENÇA QUE ATACOU O MUNDO TODO EM 2020/2021?

Estamos vendo que os governantes do mundo estão manipulando a humanidade através do medo da morte. A mídia, a serviço dos poderosos que querem governar o mundo, está, todos os dias, falando o quão terrível é a doença. Essa atitude tem o objetivo de amedrontar as pessoas, e, pelo medo criado, estão conseguindo controlar a população mundial.

Por causa do medo, ficou fácil a eles começar a domesticar as pessoas como animais, roubando suas liberdades por meio do isolamento social: lockdown, toque de recolher, uso de máscaras, vacinação obrigatória. O objetivo deles é destruir as economias de todos os países; destruir os governos independentes de cada país, para formar um só governo mundial; uma só religião, a qual negará que Jesus é Deus e salvador.

Precisamos fazer frente ao avanço de Satanás no mundo através dos corpos, mentes e corações dos homens. Para esses tempos, a arma é o Rosário rezado todos os dias.


Capítulo 18

O PODER DO ROSÁRIO

“Não há problema de ordem pessoal, familiar, nacional e internacional que o Santo Terço não possa ajudar a resolver”. (Nossa Senhora de Fátima)

PODER DE CONSEGUIR A PAZ E ACABAR COM A GUERRA

“Rezem o Rosário todos os dias para alcançar a paz no mundo e o fim da guerra”.

(Nossa Senhora de Fátima)

PROTEGENDO NOSSA PÁTRIA

“O rosário é um instrumento espiritual eficaz contra os males da sociedade”.

(São Pio V)

QUE ORAÇÃO NÃO DEIXA DEUS ABANDONAR O MUNDO?

“Pelo Santo Rosário, podemos tudo alcançar. Segundo uma bela comparação, é uma longa cadeia que liga o céu e a terra: uma das extremidades está entre as nossas mãos e a outra nas da Santíssima Virgem. Enquanto o Rosário for rezado, Deus não poderá abandonar o mundo, pois essa oração é poderosa em seu coração”.

(Santa Teresinha do Menino Jesus)

Capítulo 19

O QUE LEVA O MUNDO À DECADÊNCIA?

“A sociedade de hoje não reza; por isso está em pedaços. A decadência do mundo é sem dúvida resultado da decadência do espírito de oração.” (São Pio de Pietrelcina)

O CRESCIMENTO DO PECADO

“Desde que as pessoas passaram a negligenciar estes presente do Céu (não rezam mais o Rosário), tem se alastrado toda sorte de pecados e desordens.’’

(São Luís Maria Grignion de Montfort)

PODER DE DESTRUIR ERROS E IMPIEDADES

“Assim como São Domingos se valeu do Rosário como de uma espada para destruir a nefanda heresia dos albigenses, assim também hoje os fiéis exercitados no uso desta arma – que é a reza cotidiana do Rosário – facilmente conseguirão destruir os monstruosos erros e impiedades que por todas as partes se levantam”

(Bem-aventurado Pio IX. Encíclica Egregiis de 3/12/1856)

O CATÓLICO DESARMADO

“Um cristão sem Rosário é um soldado sem armas”.

(São Miguel Febres)

Capítulo 20

NOSSA SALVAÇÃO ESTÁ EM ORAR

Santo Afonso nos diz: “Eu, tendo observado a necessidade de rezar, que impõem todas as divinas Escrituras, procurei introduzir nas missões da nossa Congregação, assim como se pratica há muitos anos, a pregação sobre a oração. E digo e repito e repetirei sempre, enquanto eu viver, que toda nossa salvação está em orar e, por isso, todos os escritores nos seus livros, todos os oradores nas suas pregações e todos os confessores na administração do Sacramento da Penitência não deveriam inculcar outra coisa mais do que esta: orar sempre. Devem sempre advertir: orem, orem e nunca deixem de orar, porque, se orarem, certa será sua salvação, mas se deixarem de orar, certa será sua condenação”.


Capítulo 21

SÃO PIO V e a CRUZADA DO ROSÁRIO

São Pio V proclamou a Cruzada do Rosário pedindo a proteção de Nossa Senhora contra a invasão do islamismo e conseguiu uma gloriosa vitória em Lepanto.

RESUMO DA HISTÓRIA:

São Pio V

O islamismo tinha uma frota numerosíssima e buscava conquistar a Europa católica. A cada hora que passava, o islamismo estava derrotando os católicos. A religião católica estava ameaçada na Europa.

Enquanto a guerra acontecia, o Papa São Pio V pedia a intercessão de Nossa Senhora do Rosário e que os fiéis aumentassem suas orações. As Confrarias do Rosário faziam procissões e orações, suplicando a vitória dos católicos. O milagre começou a acontecer sem explicação, os islâmicos começaram a fugir.

Os islâmicos depois confessaram que uma Senhora brilhante e majestosa apareceu no Céu e fez ameaças. Os islâmicos ficaram com tanto medo, que entraram em pânico e fugiram.

Os católicos começaram a ganhar força e viraram a batalha. Os católicos venceram esta importante batalha e foram poucas as perdas. Durante a batalha, o Papa São Pio V teve uma visão sobrenatural que mostrava a importante vitória do povo católico. O Papa, então, disse: “Vamos agradecer a Jesus Cristo a vitória que acaba de conceder à nossa esquadra”.


Capítulo 22

O ROSÁRIO! CINCO MOTIVOS PARA REZAR COM OUTRAS PESSOAS

A MENTE MAIS ALERTA

1 – As mentes estão, em geral, mais alertas durante a oração pública, do que quando se reza sozinho.

MAS SE VOCÊ NÃO REZAR DIREITO, SE COCHILAR?

2 – A oração de cada um pertence a todo o grupo e faz com que todos sejam uma só oração.

Exemplo: Se um não está rezando bem, a outra pessoa que estiver rezando melhor, vai compensar a deficiência na oração daquele outro.

GANHANDO O MÉRITO DOS MELHORES DO QUE NÓS

3 – O que reza sozinho, ganha apenas o mérito de um Rosário; mas se esta pessoa reza com 30 pessoas, ganha o mérito de trinta rosários. A oração pública é muito lucrativa, muito vantajosa.

O QUE ACONTECE SE O ROSÁRIO FOR REZADO EM CORAL? UNS REZAM OUTROS RESPONDEM?

4 – Papa Urbano VIII acrescentou, ainda, uma indulgência parcial quando o rosário fosse rezado em dois corais.

COMO O ROSÁRIO FICA MAIS PODEROSO?

5 – A oração pública é mais poderosa que a oração particular para aplacar a ira de Deus e pedir sua misericórdia para a Igreja.


Capítulo 23

FAZENDO OS DEMÔNIOS FUGIREM, DERROTANDO OS INIMIGOS DE DEUS E DA RELIGIÃO

“[O Rosário] é uma arma poderosíssima para pôr em fuga os demônios. (…) Ademais, o Rosário de Maria é de grande valor não só para derrotar os que odeiam a Deus e os inimigos da Religião, como também estimula, alimenta e atrai para as nossas almas as virtudes evangélicas” (Pio XI. Encíclica Ingravescentibus males de 29/09/1937).

O PODER DA FAMÍLIA QUE REZA O ROSÁRIO CONTRA A DECADÊNCIA SOCIAL

“Será vão o esforço de remediar a situação decadente da sociedade civil se a família, – princípio e base de toda a sociedade humana, não se ajustar diligentemente à lei do evangelho. E nós afirmamos que, para desempenho cabal desse árduo dever, é sobremaneira conveniente o costume da reza do terço em família. (…) De novo, pois, e categoricamente, não hesitamos em afirmar em público que depositamos grande esperança no Rosário de Nossa Senhora como remédio dos males do nosso tempo.”

(Pio XII. Encíclica Ingruentium Malorum de 15/9/1951)

Capítulo 24

O MÉDICO E O ROSÁRIO

S. José Moscati

São José Moscati, grande clínico de Nápoles, tinha sempre o terço no bolso. Enquanto estava atendendo, em casos clínicos difíceis, colocava a mão no bolso e apertava o terço, pedindo ajuda a Nossa Senhora. E os seus diagnósticos eram sempre favoráveis, até milagrosos.

A ENFERMEIRA E O ROSÁRIO

Santa Maria Bertilla era enfermeira, e para cada novo doente que chegava ao hospital, doava logo um rosário para pendurar na cabeceira da cama.


Capítulo 25

DEUS CONCEDEU AO ROSÁRIO O PODER DE REALIZAR PRODÍGIOS

Beato Bartolo Longo – “O Santo Rosário é a oração mais querida de Nossa Senhora, a favorita dos santos, a mais frequentada entre os povos, a mais ilustrada por Deus com maravilhosos prodígios, valorizada pelas maiores promessas feitas pela Beatíssima Virgem”.

A ORAÇÃO É UMA FANTÁSTICA AVENTURA HUMANA

“Na oração, entramos em relação com Deus. Onde não há oração, não se descobriu ainda a existência real de Deus, que permanece distante. A oração é a maior, a mais nobre e a mais fantástica aventura humana. A oração nos faz entrar no mistério inabarcável de Deus, por mais frágeis, inseguros – e até pecadores – que sejamos.”

(Santo Afonso Maria de Ligório)

A ORAÇÃO TECIDA NA BÍBLIA

“O Rosário é uma oração bíblica, toda tecida da Escritura Sagrada. É a oração do coração, em que a repetição da Ave-Maria orienta o pensamento e o afeto para com Cristo, tornando-se súplica confiante na nossa Mãe”.

(Papa Bento XVI)

Capítulo 26

O ROSÁRIO PRECISA SER REDESCOBERTO

São Pio sempre era visto rezando o seu rosário.

São João Paulo II disse: “Uma oração tão fácil e, ao mesmo tempo, tão rica, merece verdadeiramente ser descoberta de novo pela comunidade cristã”.

MUITOS ROSÁRIOS POR DIA

Uma vez perguntaram ao São Pio de Pietrelcina porque ele rezava tantos Rosários por dia, e ele respondeu: “Se a Santa Virgem o recomendou calorosamente onde apareceu, não achas que exista um motivo mais especial?”

PAZ NA FAMÍLIA

“Se quiserdes que a paz reine em vossas famílias e em vossa Pátria, rezai todos os dias, em família, o Santo Rosário”.

(São Pio X)


Capítulo 27

O QUE É PRECISO PARA RECITAR BEM O ROSÁRIO?

Boa vontade e amor!

“Se existe boa vontade e amor, o Rosário permanece sempre a oração mais cara a Maria”

(Beato Bartolo Longo)

COMO CONVERTER GENTE SEM JEITO?

“A prática do Santo Rosário é verdadeiramente grande, sublime, divina. Foi o Céu que vo-la deu para converter os pecadores mais endurecidos e os hereges mais obstinados”.

(São Luís Maria Grignion de Montfort)

GRAÇAS NA VIDA E NA HORA DA MORTE

“Felizes as pessoas que rezam bem o Santo Rosário, porque Maria Santíssima lhes obterá graças na vida, graças na hora da morte e glória no Céu”.

(Santo Antônio Maria Claret)

AFASTANDO O DIABO DAS PESSOAS

“Com esta arma, afastei muitas almas do diabo.”

(São João Maria Vianney – Cura d’Ars)

Capítulo 28

COMO TORNAR A MÃE DE DEUS MAIS AMADA?

“Amai Nossa Senhora e tornai-A amada. Rezai sempre o seu Santo Rosário e divulgai-o”. (São Pio de Pietrelcina)

Foto de S. Pio de Pietrelcina rezando o rosário.

O FERMENTO

“O Rosário é como o fermento que pode reformar a terra.” 

Santa Teresinha

São Carlos Borromeu começou a reforma de suas dioceses introduzindo em todas as paróquias a recitação pública do Santo Rosário. Deste modo, obteve excelentes frutos. 

São João Bosco considerava a oração do Rosário fundamental:

“Nela eu formei a minha Instituição. Estaria disposto até em deixar tantas outras coisas muito importantes, mas não esta.”

10.000 CONVERSÕES

São Ludovico Bertrando fez muitos prodígios com o Rosário: operou muitos milagres, curou enfermos e ressuscitou alguns mortos; mas, sobretudo, conseguiu mais de 10.000 conversões!!!

ELE NÃO FOI UM PADRE CANTOR, NEM ARTISTA, NEM DANÇARINO DAS TVs e MÍDIAS MUNDANAS

São Pio de Pietrelcina, por meio do Rosário, conseguiu atrair multidões para a cidade de São Giovanni Rotondo. Multidões de almas necessitadas de graça e luz, que se transformavam em multidões de convertidos.


Capítulo 29

EXPERIÊNCIAS DOS SANTOS COM O SANTO ROSÁRIO

Nenhum pecador resistiu a São Luís Maria Grignion de Montfort, quando ele rezava o Santo Rosário.

OS 200 ROSÁRIOS

Uma senhora perguntou a São Pio de Pietrelcina sobre seu irmão que havia morrido e ele respondeu: “Recita 200 rosários, e teu irmão passará logo para o Paraíso.”

O QUE DEUS MOSTROU A SANTA TERESINHA NO PURGATÓRIO SOBRE O ROSÁRIO?

Santa Teresinha, começando a recitar o Rosário, foi raptada em êxtase e viu o Purgatório, que tinha a forma de um grande recinto, onde as almas penavam entre as chamas purificadoras.

À primeira Ave-Maria que ela recitou, viu uma chuva de água fresquíssima cair sobre as almas a refrigerá-las. Assim na segunda Ave-Maria, assim na terceira, na quarta… Santa Teresinha compreendeu quanto alívio a recitação do Rosário dava para as almas do Purgatório.


Capítulo 30

PARA QUEM QUER AJUDAR AS ALMAS DO PURGATÓRIO 

“Se quisermos, pois, ajudar as santas almas do purgatório, procuremos rogar por elas à Santíssima Virgem em todas as nossas orações, aplicando-lhes especialmente o Santo Rosário, que lhes dá grande alívio.” (Santo Afonso Maria de Ligório)

EMPENHO DE AMOR À MÃE CELESTE

“Provai recitar o Rosário distribuído nos momentos livres do vosso dia. Uma parte de manhã, ao levantar, uma mais tarde, uma antes do almoço, etc. Dois minutos de vez em quando para uma parte, não custa nada! Mas é preciso recitar o Rosário todos os dias, como empenho de amor à nossa Mãe Celeste”.

(São João Bosco)

O ROSÁRIO E OS DEZ FILHOS

O servo de Deus, José Tovini, era pai de 10 filhos. Ele rezava o Rosário com toda a família depois do jantar:

Ilustração mostra o Beato José Tovini rezando o rosário em família

“Todos deviam estar presentes, até os menorezinhos, porque embora não compreendendo o  significado daquela oração, os ouvidos infantis se acostumavam com o ritmo da recitação.”


Capítulo 31

DOIS TÊM MAIS FORÇA QUE UM

“Quando o Rosário é rezado em grupo, tem-se uma arma formidável contra o diabo, pois nesta oração pública é todo um exército que ataca o inimigo; é uma prática santa para impedir pecados.”

(Não sei quem é o autor desse pensamento, mas sabemos que é certo o que diz)

COMO CONSEGUIR A CLEMÊNCIA DE DEUS DE MODO MAIS EFICAZ?

“Queira Deus – é este um ardente desejo nosso – que esta prática de piedade retome em toda a parte o seu antigo lugar de honra! Nas cidades e nas aldeias, nas famílias e nos locais de trabalho, entre as elites e os humildes, seja o Rosário amado e venerado como insigne distintivo da profissão cristã e o auxílio mais eficaz para nos propiciar a divina clemência.”

(Leão XIII. Encíclica lucunda Semper de 8/9/1894).

QUER PEDIR E RECEBER?

“Não deixeis de inculcar, com a maior insistência, a reza do Santo Rosário, oração tão agradável à Virgem Maria e tão recomendada pelos Sumos Pontífices. Por meio dela, podem os fiéis cumprir, da maneira mais suave e eficaz, a ordem do Divino Mestre: ‘Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos será aberto’ (Mt 7,7)”

(São Paulo VI. Encíclica Mense Maio de 29/04/1965).

Capítulo 32

QUER COMPREENDER OS MISTÉRIOS DE DEUS?

“Quero dirigir-me aos jovens, aos doentes e aos recém-casados, para incentivar todos eles a aprofundar a piedosa prática do Santo Rosário (…) O Rosário é uma oração evangélica que nos ajuda a compreender melhor os mistérios fundamentais da História da Salvação.” (Papa Emérito Bento XVI. Audiência Geral de 18/05/05).

BOMBA ATÔMICA X ROSÁRIO. QUEM VENCE?

Oito padres jesuítas moravam perto da igreja paroquial na cidade de Hiroshima, Japão, a menos de um quilômetro de distância de onde caiu a bomba atômica. Com a explosão da bomba, morreram instantaneamente 80.000 pessoas; chegando, depois, a um total de 140.000. Mais de dois terços das casas e prédios do local foram destruídos. 

Quatro jesuítas – Hugo Lassalle, Hubert Schiffer, Wilhelm Kleinsorge e Hubert Cieślik – ficaram em uma casa religiosa na Igreja da Assunção da Bem-Aventurada Virgem Maria em Hiroshima. 

Apesar de viverem próximo de onde a bomba atômica explodiu, os 8 padres não sofreram danos. Quando os bombeiros, médicos, perguntaram-lhes como tinham se protegido, o Padre Hubert Schiffer, falando em nome de todos, respondeu: “Nós sobrevivemos porque estávamos vivendo a mensagem de Fátima: rezávamos o Rosário diariamente naquela casa.”


Capítulo 33

PENSAMENTOS DA MULHER RELIGIOSA X ROSÁRIO

São Domingos recebendo o rosário das mãos de Nossa Senhora

Uma mulher foi confessar seus pecados a São Domingos e pedir conselhos para melhorar sua vida espiritual. São Domingos lhe deu como penitência: rezar um Rosário todos os dias.

A mulher disse que já tinha seus exercícios e orações regulares: fazia as Estações de Roma todos os dias, fazia mortificações, usava sacos de pano e cilício, e se autoflagelava várias vezes por semana. Disse também que jejuava e fazia, ainda, outras penitências.

São Domingos insistiu para que rezasse o Rosário, mas ela considerava suficiente para sua salvação o que já fazia de penitências.

Saiu do confessionário horrorizada com as orientações de São Domingos. Escolheu um banco da Igreja de frente ao Sacrário e pôs-se a orar. Entrou em êxtase, teve uma visão de sua alma no Supremo Juízo.

São Miguel colocou todas as suas penitências e suas outras orações em um prato de balança. De outro lado, colocava todas as suas imperfeições. A bandeja de suas boas obras foi enormemente superada pela bandeja de seus pecados e imperfeições.

A mulher clamou por misericórdia, implorando ajuda de Nossa Senhora. Nossa Senhora tomou o único Rosário que ela rezara por sua penitência e o deixou cair na bandeja de suas boas obras. Este único Rosário era tão pesado que superou todos os seus pecados, bem como todas suas boas obras. Nossa Senhora, então, repreendeu-lhe porque ela se recusou a seguir o conselho de São Domingos e por não ter rezado o Rosário todos os dias.

Quando a mulher voltou a si mesma, saiu apressada e se jogou aos pés de São Domingos. Contou tudo o que aconteceu e implorou perdão por sua descrença. Também prometeu rezar o Rosário fielmente todos os dias. E assim conseguiu crescer na perfeição.


Capítulo 34

AS 15 PROMESSAS REVELADAS POR NOSSA SENHORA PARA QUEM REZAR O ROSÁRIO

1. Aquele que PERSEVERAR na oração de meu Rosário receberá qualquer graça que pedir.

2. A todos os que rezarem meu Rosário com devoção, prometo minha especialíssima proteção especial e grandes benefícios.

3. O Rosário será um escudo fortíssimo de defesa contra o inferno; destruirá os vícios, libertará do pecado e dissipará as heresias.

4. O Rosário fará florescerem as virtudes e obterá para seus devotos a misericórdia divina; substituirá no coração dos homens o amor ao mundo pelo amor a Deus, e os elevará a desejar as coisas celestes e eternas. Quantas almas se santificarão por esse meio!

5. A alma que se encomenda a mim por meio do Rosário não perecerá.

6. Quem rezar meu Rosário com devoção, meditando seus mistérios, não será oprimido pela desgraça, nem morrerá morte desgraçada. Converter-se-á, se for pecador; perseverará nas graças, se for justo; e em todo caso, será admitido à vida eterna.

7. Os verdadeiros devotos de meu Rosário não morrerão sem os Sacramentos da Igreja.

8. Quero que todos os devotos do meu Rosário tenham durante sua vida e em sua morte a luz e a plenitude da graça, e sejam partícipes dos méritos dos bem-aventurados.

9. Libertarei muito prontamente do Purgatório as almas devotas do meu Rosário.

10. Os filhos verdadeiros de meu Rosário gozarão no Céu uma glória singular.

11. Tudo o que me pedirem por meio de meu Rosário, obterão prontamente.

12. Aqueles que PROPAGAREM meu Rosário serão socorridos por mim em todas as suas necessidades.

13. Todos os que rezem o Rosário terão por irmãos, durante a vida e na hora da morte, os bem-aventurados do Céu.

14. Aqueles que rezam meu Rosário são todos meus filhos amantíssimos, e irmãos de meu filho unigênito, Jesus Cristo.

15. A devoção a meu Rosário é um SINAL DE PREDESTINAÇÃO à glória.”


Capítulo 35

INDULGÊNCIAS

A reza do Rosário de Nossa Senhora concede indulgência plenária se o Rosário for recitado na igreja ou em oratório público ou em família, na comunidade religiosa ou em pia associação. A indulgência é parcial em outras circunstâncias.


Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos a todos.
J.V.

12 comentários

  1. Paz.
    A primeira grande Graça na minha Vida foi através do Santo Rosário, recebi de imediato após muitas outras Orações, até hj venho rezando e divulgando o Rosário diariamente e minha intenções sempre atendidas conforme a Vontade de Deus.

  2. Paz JV,
    Desde de minha infância, juntamente com a minha família sanguínea, tínhamos o hábito de rezarmos o terço todos os dias , precisamente às 18h. E sempre vencemos muitas batalhas espirituais e materiais. Porém, com o passar do tempo, fui morar distante da família, sentia falta da reza do terço em família. Já adulta, senti um forte chamado de Nossa Senhora de Fátima, a recomeçar essa prática tão agradável a ela. Então, atendi seu pedido e desde aquele momento tão difícil e decisivo da minha vida , nunca mais deixei de rezar o terço diariamente . Senti mais tarde uma grande necessidade de rezar o rosário, início a reza o rosário todos os dias, com uma jornada de trabalho bem puxada, mas sempre procurava ser fiel. Quantas vezes início e o sono fadiga da jornada, acabava dormindo , com terço na mão, assim despertava e sentia muito forte a mão de Nossa Senhora sobre a minha dizendo: “Rezei por vc.”. Confesso meus irmãos, que quando recebi o direcionamento vocacional para rezarmos o rosário todos os dias às 4h da madrugada, até chorei de tanta alegria. Pois , não tenho dúvida que essa inspiração é divina. De imediato programei o despertador para às 3h50. Nesses 10h minutos, coloca as minhas intenções, compartilho com os parentes e amigos. Só bênçãos 🙏🙏🙏🙏. Cura, libertação e conversão de várias pessoas da minha família, amigos e na minha vida também. Deus lhe recompense! Vc é um canal de DEUS para nós. 🙌🙌🙌. Lúcia Brito R2

  3. Durante a oração do Rosario o demonio não fica naquele local nem mesmo pra tentar. Ele foge em retirada assim que a pessoa começa com o sinal da cruz. Tanto se for rezado individual ou em família. Porém se for rezado em família deixai encardido desesperado.

  4. Bendito seja Deus por nos alimentar tão profundamente com esta leitura! Por nos mostrar o quanto necessitamos rezar o Santo Rosário diariamente.

    Ó Mãe querida, que através do Santo Rosário possamos alcançar nossa salvação e a salvação de toda humanidade.🙏🙏🙏

  5. Com tanta firmeza disseram os santos, sobre o rosário que nos fizeram mais convictos dessa insondável riqueza. Ja notei muitas graças admiráveis até mesmo em minha vida através do ofício, mas ficou bem claro que é o rosário a que devemos por em prática em primeiro lugar das orações Mariana. Graças a Deus. Obrigado por ser tão bom nosso Deus amado. E por nossa vocação.

  6. Senti muito forte a presença de Nossa Senhora nessa meditação. Senti que através da preparação Nossa Senhora tirava de mim todo o sono e preparava meu coração que a todo instante sentia uma grande vontade de chorar e d abraçar Ela e a Jesus. Agora mais consciente e com mais fé rezarei o Santo Rosário

  7. Boa noite foi de grande misericórdia para comigo e minha alma o esclarecimento sobre o santo rosário. Obg senhor Por cuidar de minha família 🙏🙏🙏🙏🙏🙏

  8. “O Rosário é como o fermento que pode reformar a terra.”

    Santa Teresinha

    Rogai por nós Mãezinha do céu para que voltemos nossos olhos somente para Deus . E que a humanidade seja convertida .

  9. A formação de hoje foi de tirar o fôlego! rsrs. Bendito seja Deus e nossa Mãe Maria Santíssima por esse céu antecipado que é a Vocação de Jesus!

Escreva seu comentário