VOCAÇÃO DE JESUS!
Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.
02/08/2021

Antes de iniciar a leitura dessa meditação, aconselho você a se preparar interiormente através desse método de RECOLHIMENTO DIANTE DE DEUS.
https://vocacaodejesus.com/meditacao/recolhimento-diante-de-deus/

COMO ESTAMOS INTERIORMENTE?

CONSTRUÍDOS OU DESTRUÍDOS?

Jesus disse a Pedro: “Eu te darei as chaves do Reino dos céus

Quando o Senhor Deus criou os céus e a terra, Ele tudo criou “com medida, quantidade e peso.” (Sb 11, 20).

A tudo que criou, Deus deu uma disposição conveniente, adequada. Colocou tudo sob suas leis, estabelecendo, assim, a necessária ordem ao universo e ao que existe nele.

Umas são as leis do que é visível; outras são as leis do que é invisível. Mas essas leis podem interagir. Por exemplo: Jesus disse a Pedro: “Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”. (Mt 16,19).

Nós somos pessoas físicas e espirituais. Recebemos de Deus, em Sua Palavra:
– orientações para a vida física;
– e Mandamentos, que são espirituais.

Dentre estes mandamentos, o mais importante é o primeiro: Amar a Deus sobre todas as coisas.

Os Mandamentos de Deus são:

  1. Amar a Deus sobre todas as coisas.
  2. Não tomar Seu santo Nome em vão.
  3. Guardar os domingos e dias santos.
  4. Honrar pai e mãe.
  5. Não matar.
  6. Não pecar contra a castidade.
  7. Não furtar.
  8. Não levantar falso testemunho.
  9. Não desejar a mulher do próximo.
  10. Não cobiçar as coisas alheias.

A obediência às Leis de Deus nos organiza internamente, mentalmente, espiritualmente. A desobediência nos desorganiza totalmente. Uma das leis de Deus é que Ele nos criou para Ele. Se vivemos essa lei, existimos para Ele, pois estamos dando ao Espírito Santo a oportunidade de Ele nos construir, nos organizar, nos defender e nos unificar mais e mais em Deus.


EXISTIR PARA SI MESMO É SE AUTODESTRUIR

“A desobediência nos tira da ordem estabelecida por Deus”
Imagem de Adão e Eva sendo expulsos do paraíso após terem desobedecidos a Deus

A autodestruição está no ato de desobediência à lei de nosso Deus, que nos criou para Ele. A desobediência nos tira da ordem estabelecida por Deus. Quando Deus decidiu criar o homem e a mulher, nessa decisão, criou também a lei de que homem e mulher lhe pertenceriam.

O homem não pertenceria a si mesmo nesta vida, nem na eternidade do Céu, depois de sua morte na terra. E, da mesma forma, a mulher. Na terra, homem e mulher podem se pertencer quando casam para viver segundo os propósitos divinos, sendo um dos principais, gerar filhos para Deus. Nesse caso, há outra lei criada por Deus.

Nessa outra lei, Deus envolve a condição da pessoa do homem e da mulher em um mistério divino, que se realiza na terra e no Céu ao mesmo tempo, quando diz que quando homem e mulher se casam, deixam de ser duas carnes e passam a ser uma só. “Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu”. (Mt 19,6)

Essa união, porém, está em validade somente enquanto os dois estão vivos sob o matrimônio aqui na terra. Quando um morre, o outro está livre dessa lei, e pode casar com outra pessoa, se quiser, pois o cônjuge pertencia a seu cônjuge somente enquanto ele vivia, devido a lei matrimonial criada por Deus.

É claro que entendemos bem, que os cônjuges se pertencem em grau diferente do pertencer a Deus, pois o homem casado pertence primeiro a Deus, assim como a mulher casada pertence primeiro a Deus; os dois, que se pertencem devido ao casamento, pertencem, em primeiro lugar, a Deus.


A INDIVIDUALIDADE SEM DIVISÃO DOS CASADOS

Grande é o mistério do matrimônio, pois homem e mulher, que passam a ser uma só carne, continuam vivendo sua individualidade mental, espiritual, física, mas é uma individualidade na qual os dois são uma só carne por desígnio de Deus.

As ciências naturais e a física, em suas próprias estruturas lógicas, não podem aceitar como verdade essa lei de Deus, pois segundo Isaac Newton, “Dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço.” E isso é uma verdade, mas que não é válida no caso do homem e da mulher que se tornaram uma só carne no casamento, devido a vontade de Deus, por meio da lei divina; lei que os une ao inseri-los em mais um dos muitos mistérios divinos.

Entretanto, essa união matrimonial que faz o casal ser uma só carne, não os faz independentes de Deus para que vivam sua união mais para si do que para Deus. A própria lei que une o casal, fazendo-os ser uma só carne, não é forte o suficiente para manter o casal unido, se o casal não viver como dependente exclusivamente de Deus.

O divórcio, ou os casais que, mesmo estando juntos, vivem separados, é um dos sinais de que um ou ambos os cônjuges vivem independentes de Deus. Casais que querem viver um para o outro, vivendo os dois para os prazeres do mundo, como um grito de independência de Deus, não viverão bem seu casamento, nem educarão seus filhos para salvarem suas almas. Um casal independente do Criador é um casal em desordem nos planos de Deus. Eles têm fortíssima probabilidade de se divorciarem, pois o homem e a mulher foram criados para pertencerem a Deus.

Essa é uma verdade imutável. Nós, seres humanos, fomos criados para Deus, não fomos criados para nós mesmos, nem para outras pessoas, ou qualquer outro ser da criação. Seria impossível sermos criados para nós mesmos, ou para outra pessoa. Deus, que tudo pode, não pode criar uma vida que viva independente Dele, pois Ele é a origem, a fonte, o mantenedor da vida e da felicidade.


A LIBERDADE

Deus deu liberdade a todos os homens e mulheres que criou. Se o homem ou a mulher quiserem viver sem pertencer a Deus, viverão; pois quando Deus cria uma vida, essa vida jamais deixará de existir, mas a vida que não quis viver a vida com Deus, de Deus e em Deus, viverá em infelicidade, uma vez que não existe felicidade longe de Deus, fonte de felicidade. Um rio não existe sem sua fonte.

As almas que estão vivas no inferno são almas de pessoas que quando viviam na terra em corpo de carne, ossos, órgãos e sangue não fizeram por onde usar seu cérebro, inteligência, pensamento, vontade e consciência para procurar conhecer seu Criador. Elas resolveram viver essa vida passageira como bem queriam, sem meditar na morte, sem meditar na outra vida, sem querer saber o que acontece depois que se morre aqui na terra.

Apesar de saberem que todos os dias morrem pessoas, e que elas um dia irão também morrer; mesmo diante dessa realidade, elas não querem largar os apegos que têm às coisas no mundo, para refletir sobre a alma, sobre a outra vida; não têm interesse em serem pessoas realistas, não se preocupam com o destino de suas almas depois da morte; não querem refletir sobre a realidade dessa vida, só querem viver de prazeres;  tanto os prazeres honestos, como o prazer de trabalhar, ser útil às pessoas, ao país, à igreja; como os prazeres censuráveis, como o de ganhar dinheiro desonestamente, as orgias, as bebedeiras etc.

Essas pessoas fazem as escolhas erradas enquanto vivem, e um dos motivos disso acontecer é o fato de existirem poucas pessoas rezando e jejuando por elas; deste modo, elas amam mais o mundo do que a Deus; procuram os prazeres da carne sem se interessarem verdadeiramente pelos prazeres do espírito. 

“Rezai o Rosário todos os dias. Rezai, rezai muito! E fazei sacrifícios pelos pecadores, que vão muitas almas para o Inferno, por não haver quem se sacrifique e peça por elas”

(Nossa Senhora de Fátima)

Se viverem a vida toda assim, quando morrerem no corpo de carne, amando os prazeres carnais e desprezando os prazeres espirituais, morrerão, mas suas almas não morrem, jamais poderão morrer, pois a alma é imortal. Se morrerem desprezando a Deus, irão para o inferno por livre escolha. No inferno, ficarão nos maiores tormentos, porque em vida quiseram e viveram suas vidas independentemente de Deus.


A ALEGRIA VAZIA

Na terra, homens e mulheres que vivem sem querer Deus, vivem uma vida vazia; a alegria que experimentam, é a alegria passageira do mundo.

É a alegria das festas, e toda festa acaba.

É a alegria dos campeonatos esportivos, e todo campeonato acaba.

É a má alegria dos vícios do cigarro, bebidas e drogas.

É a tola alegria de rir de piadas indecentes.

É a perversa alegria de zombar do defeito físico ou moral de alguém.

É a alegria do dinheiro, de ter coisas que o dinheiro pode comprar; mas o dinheiro não pode comprar a salvação da alma.

É a alegria de dizer a si mesmo que o inferno não existe.

É a estúpida alegria de gostar das alegrias que atraem as coisas do caminho para o inferno.


DEUS NÃO QUIS, NÃO QUERIA, NÃO QUER A PERDIÇÃO DAS ALMAS

Deus não criou o homem e a mulher para que eles sejam infelizes na terra, e depois sejam infelizes por toda a eternidade no inferno com Satanás. Deus criou o ser humano para ele ser feliz nesta vida na terra, e depois ser feliz no Céu, por toda a eternidade com Ele.

Quem quiser ser feliz, não procure a felicidade em si mesma, procure a causa da felicidade, ou seja, Aquele que faz feliz todos os que se aproximam Dele. Quem se aproxima de Deus, não pode ser infeliz, não pode viver em infelicidade. É automático, assim como alguém que por muitos anos viveu em uma caverna escura e fria, ao resolver sair de lá, é iluminado pelo sol, sente o calor de seus raios, o frio desaparece, sente-se aquecido e – sem sentir e saber – não vê que os raios solares estão estimulando a síntese de vitamina D, fazendo seus ossos absorverem o cálcio necessário à sua saúde.

Se assim acontece com quem vem para o sol, incalculavelmente maior é a ação invisível de Deus na alma, que sai de sua escuridão e vem para a luz, que é Jesus. Esta pessoa sente o amor de Deus, como é possível ao ser humano sentir, mas não sente, nem vê, nem sabe a quantidade de maravilhas que Deus está fazendo em sua alma, em sua vida.

O ESTABELECIMENTO DA ORDEM

Quem não conhecia Deus e passa a conhecer, tem sua alma colocada em ordem pelo Espírito Santo. Quem conhecia a Deus,  afastou-se, e agora retornou, está recebendo de Deus a graça do restabelecimento da ordem em sua alma mais uma vez.

JOÃO VEIO RESTABELECER TUDO EM ORDEM

Os Apóstolos perguntaram a Jesus: “Por que dizem os fariseus e os escribas que primeiro deve voltar Elias? Respondeu-lhes: Elias deve voltar primeiro e restabelecer tudo em ordem.  Como então está escrito acerca do Filho do homem que deve padecer muito e ser desprezado? Mas digo-vos que também Elias já voltou e fizeram-lhe sofrer tudo quanto quiseram, como está escrito dele.” (Mc 9, 11-13)

Por estas Palavras de Jesus, vemos que “Elias” quer dizer o “profeta João Batista”. Não se trata de reencarnação. Reencarnação não existe, pois Deus criou a lei de uma só morte. Está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo.” (Hb 9,27) Lembremos que Elias apareceu a Jesus na transfiguração de Jesus. Se Elias tivesse reencarnado em João Batista, era João que apareceria na nova identidade.

A missão de João Batista era uma missão análoga à de Elias, por isso que a profecia fala que Elias viria. João veio no “espírito e poder de Elias” (Lc 1, 17), ele não era Elias, era João. Em seu tempo, o profeta Elias profetizou sobre Jesus. João, em seu tempo, veio preparar o caminho do Senhor.


ONDE TUDO ESTÁ ESTABELECIDO EM ORDEM?

Jesus diz que João veio restabelecer tudo em ordem, e João cumpriu sua missão. Ele restabeleceu tudo em ordem, mas onde está a ordem restabelecida, se no mundo vemos desordens? A ordem que João veio estabelecer é o caminho que leva a Jesus. A missão de João era ser uma voz clamando no deserto. João “é aquele de quem falou o profeta Isaías, quando disse: Uma voz clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas (Is 40,3)”. (Mt 3,3)

João preparou o caminho, e Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. (Jo 14,6) Uma vez que João cumpriu sua missão, preparando o caminho do Senhor, e Jesus afirmou que é “o caminho, a verdade e a vida” (Jo 14,6), todas as pessoas que quiserem entrar no caminho que é Jesus, na verdade que é Jesus, na vida que é Jesus, podem entrar e andar ao encontro do Pai Criador de todas as coisas, pois o caminho feito está preparado, está todo em ordem.


UM CAMINHO DE LUTAS E GUERRAS

O diabo sabe que SE NÃO LEVAR o católico à desobediência aos ensinamentos de Jesus, esse não atrairá sobre si a condenação.

O caminho para o Céu está totalmente em ordem; é o único caminho seguro na terra até Deus; é um caminho das alegrias em Deus, que é diferente do caminho das alegrias do mundo. Não é um caminho fácil, porque o Céu não é lugar de frouxos. Não é um caminho simples, porque o Céu não é lugar para quem não quer crescer na sabedoria de Deus. Não é o caminho das ilusões e vaidades do mundo, porque o Céu não é lugar para gananciosos e orgulhosos.

É um caminho de lutas e guerras, pois quem nele entra, será perseguido pelo Tentador para desobedecer à lei e à ordem criadas por Deus. A desobediência cria a desordem; a desordem faz trair a Deus; a traição a Deus faz desanimar, cansar-se, desistir e sair do caminho da ordem que João preparou; caminho este que Jesus viria a afirmar ser Ele mesmo.

O diabo sabe que SE NÃO LEVAR o católico à desobediência aos ensinamentos de Jesus através das autoridades religiosas na Igreja Católica que são fiéis a Jesus Cristo; ESSE NÃO ENTRARÁ em desordem interior, nem atrairá sobre si a condenação.

“Assim, aquele que resiste à autoridade, opõe-se à ordem estabelecida por Deus; e os que a ela se opõem, atraem sobre si a condenação”

(Rm 13, 12)

O DESEJO DO DIABO

Tudo o que o Diabo quer para os filhos de Deus é que eles desobedeçam às Leis Divinas, que são responsáveis pela paz e ordem existentes em suas vidas, almas, mentes, saúde física, família, Igreja, Pátria e os segmentos que compõem a sociedade; pois a desordem interior do povo de Deus pode ferir a ordem interior de pessoas fracas na fé, de suas famílias, de pessoas de sua convivência, de pessoas para quem devem ser exemplo. 

“Não vos torneis causa de escândalo, nem para os judeus, nem para os gentios, nem para a Igreja de Deus”.

(I Cor 10,32)

A desordem interior das criaturas que Deus criou pode ferir a ordem na Igreja, na sociedade, a ponto de atrair castigos. Lembremos da destruição do mundo no dilúvio, da destruição de Jericó, Sodoma, Gomorra, Adama, Seboim; do que Nossa Senhora falou e pediu em Guadalupe, Lourdes, Fátima. Em suas aparições, a Mãe de Deus sempre pede oração, penitência e reparação dos pecados cometidos pela humanidade, dizendo que se não for atendida e a humanidade continuar pecando contra Deus, esta será castigada.

“Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração. Se fizerem o que eu disser, SALVAR-SE-ÃO MUITAS ALMAS E TERÃO PAZ. A guerra vai acabar, mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior.”

(Nossa Senhora em Fátima, Portugal, em 1917)

A humanidade não deixou de ofender a Deus, e quis esquecer o que aconteceu na guerra. Por quê? Porque forças malignas, usando os homens, tentaram apagar da história o que aconteceu. As pessoas não queriam falar sobre o ocorrido. Eram induzidas a falar somente de “coisas boas”, como festas, bebidas, moda, progresso, dinheiro e riqueza.


O SUBMUNDO DO CRIME NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

O TRABALHO DE QUEIMAR MUSEUS, DOCUMENTOS HISTÓRICOS, ESTÁTUAS DE HERÓIS DA HUMANIDADE, TEM O OBJETIVO DE APAGAR A HISTÓRIA

Eric Arthur Blair (1903-1950), conhecido pelo pseudônimo George Orwell, que se fez socialista, porém discordava da “admiração teórica por uma sociedade planificada”, discordava do “estado que assume o controle absoluto de uma sociedade e nega a própria individualidade dos cidadãos”. Falando contra a destruição do patrimônio público e de registros da história, realizada pelo movimento socialista comunista, quando este assumiu o poder, escreveu:

“Todos os registros foram destruídos ou falsificados, todos os livros reescritos, todas as pinturas foram repintadas, todas as estátuas e prédios renomeados, todas as datas públicas foram alteradas”.

Existe a boa e a má mídia. A humanidade da geração de antes da Primeira Guerra Mundial foi, como a atual geração está sendo, conduzida culturalmente por quem controla e distorce as informações nos jornais, rádio e TV, para que as notícias sejam dadas minimizando a importância dos fatos; para que seja suprimida a realidade, seja modificado o real significado da notícia, omitindo a verdade. Para que isso? Para que os CONSUMIDORES DESTAS NOTÍCIAS, os que assistem às programações das emissoras de TV durante horas e horas por dia, não percebam que suas mentes estão sendo manipuladas e induzidas ao erro. “Se o pensamento corrompe a linguagem, a linguagem também pode corromper o pensamento.” (George Orwell)

Uma grande parte da população mundial já não pensa mais por si mesma. A capacidade da atividade reflexiva em milhões de pessoas está sob o controle da lavagem cerebral a que se submetem livremente, ficando horas a ouvir e ver a enganação causadora de sensações que parecem boas ocasionada pelas más programações de TVs e pelas más redes sociais.

Milhões de pessoas estão incapazes de reconhecer o perigo às suas mentes e almas. Suas inteligências, escravas das vis sensações que recebem do que veem no ambiente cultural corrompido na sociedade, absorvem o veneno da má cultura sem acreditar que estão sendo envenenadas culturalmente.

Estas pessoas estão, de tal forma, com seu sistema emocional destruído, que preferem viver as sensações de falsas alegrias a usar a inteligência para discernir a verdadeira alegria da falsa; o bem do mal; o certo do errado; a atividade do Espírito Santo da atividade dos demônios.


O VÍCIO DAS MÁS SENSAÇÕES DAS FALSAS ALEGRIAS

Como um viciado em maconha, que procura a droga para sair da realidade da vida, essas pessoas, viciadas nas más sensações das falsas alegrias, desprezam a razão. Com o desprezo que dão à capacidade pessoal de formar juízos e agir com inteligência lógica, elas ficam incapazes de distinguir os baixos meios de comunicação, o criminoso submundo do sistema educacional e da Internet, das boas e úteis informações das raras emissoras de TVs e das redes sociais.

O submundo do crime, que manipula o sistema educacional e os meios de comunicação, sabe que pedagogia e que material devem ser apresentados para enganar e seduzir. As pequenas cabeças da grande cabeça, que é Satanás, são instruídas em métodos preparados para divertir os prisioneiros da ignorância.

“Não compreende estas coisas o insensato, nem as percebe o néscio

(Sl 91,7)

Uma grande parte, não todos, dos que controlam os telejornais e agências de notícias no mundo são os mesmos que, pelo controle do príncipe deste mundo (cf Jo 14, 39) sucedem-se, geração após geração, promovendo a desinformação em cada país e no mundo, por meio de mensagens subliminares em novelas, filmes, teatro, esportes, revistas, livros e pelo sistema educacional, desde o início do estudo infantil até a conclusão do curso superior na faculdade.

Nossa geração está sendo desinformada, como ficou a humanidade pós Primeira Guerra Mundial: desinformada da verdade e presa na mentira. 

Após a Primeira Guerra Mundial, a humanidade ficou presa nas más informações sobre o pecado que ofende a Deus; ficou impedida de compreender as causas e as consequências da guerra, promovida por líderes a serviço do maligno.

A humanidade desprezou o que aprendeu com os sofrimentos da primeira Guerra Mundial, e assim continuou a pecar contra Deus, vindo a sofrer uma guerra pior: a Segunda Guerra Mundial. 

Deus nos converta a Ele, para não ter de acontecer uma Terceira Guerra Mundial, devido aos pecados que O ofendem.

Reflitamos sobre os habitantes de cidades como o Egito, e sobre seu castigo, quando Deus tirou seu povo de lá; bem como das cidades dos cananeus, dos heteus, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, que iriam ser destruídas pelo povo escolhido por desagradar a Deus.

“E desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir do Egito para uma terra fértil e espaçosa, uma terra que mana leite e mel, lá onde habitam os cananeus, os heteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus”.

(Ex 3, 8)

O QUE FAZER PARA EVITAR O CASTIGO SOBRE NÓS E NOSSO PAÍS?

Todos os dias, às 4h da madrugada estamos reunidos para rezarmos o santo rosário pelo nosso país: https://youtube.com/playlist?list=PLA-WETMiVEd-5c0ZmWn664KCX4aEqDGpr

Busquemos por Deus, pedindo-Lhe o perdão de nossos pecados e dos pecados de todas as pessoas. Busquemos a Deus, pedindo que Ele nos converta e nos santifique, fazendo esse pedido também para todas as pessoas no mundo.

Precisamos nos conscientizar de nossos pecados, nos arrepender deles e trabalhar contra eles. Como fazemos por nós mesmos, temos o dever de fazer por todas as pessoas. Temos de, sob a luz de Deus, com paciência, fé, orações, jejuns e Rosários rezados, levar Jesus Cristo aos que ainda não O conhecem, como também ser apoio para quem já conhece a Jesus, mas ainda está fraco, ou muito fraco espiritualmente, ou caiu prisioneiro de pecados, sejam eles veniais ou mortais.


O QUE CADA PESSOA ENTENDE NA HORA DA MORTE?

NUNCA DEVEMOS NOS ESCANDALIZAR COM A FRAQUEZA DE NOSSOS IRMÃOS, ANTES DEVEMOS AJUDÁ-LOS

Jesus nos orienta: “Não julgueis, e não sereis julgados. Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos”. (Mt 7, 1-2)

Martinho Lutero e milhões de outros católicos que entraram no caminho certo e depois saíram culpando os outros, vão ver o que Martinho Lutero viu quando morreu, ou seja, verão que, na hora da morte, o julgamento é somente entre a pessoa e Deus, e nunca é entre a pessoa e outras pessoas. Verão que tudo o que fizeram de bom ou de ruim, foi contra Deus que o fizeram.

“Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: – Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.

Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber; era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.

Também estes lhe perguntarão: – Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos? E ele responderá: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer. E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna.”

(Mt 25, 41-46)

NÃO SEJAMOS CÚMPLICES DE PECADOS, MAS SEJAMOS MISERICORDIOSOS

Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo diz: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia!” (Mt 5,7)

Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos a todos.
(J.V.)

4 comentários

  1. Temos que estar sempre pedindo ajuda a Deus para nos conceder boas disposições tanto para orar o rosário como para observar a vontade os desejos, os mandamentos De Deus e tudo o que é de ordem pessoal, por que nosso Deus ama também muito profundamente de relacionamento pessoal íntimo com cada um em sua individualidade. Dai-nos Senhor Jesus, fortes boas disposições para vos amar adorar e vos honrar amém.

  2. Que o Espírito Santo de Deus nos ajude e ordene o interior do nosso coração. Que Nossa Senhora nos livre da auto-destruição. E que Seu Imaculado Coração triunfe sobre nós!!!

  3. Realmente muitos entram nas Redes Sociais para maquiar com um falso sorriso sua profunda tristeza…interessante a imagem da mulher chorando e no celular sorrindo: Falsa Alegria…Jesus, Perdoa nossos pecados e nos conduza a Vida Eterna…divulguemos o Santo Rosário.

  4. Ajudai-nos Senhor, a permanecer em vós!
    No final, tudo será entre nós e Deus!
    Dai-nos a fidelidade, o amor a vós e a vossa mãe para permanecermos em oração, para que como nas Bodas de Caná escutemos sua instrução. Rezemos o rosário diariamente, façamos jejuns e penitências.
    Que nossa alma inteiramente entregue a vós, seja misericordiosa, para que, no grande dia sejamos conduzidos à Sua Direita!
    Meu Senhor e Meu Deus!

Escreva seu comentário