O dia do Senhor! O que posso fazer agora em meu favor?

VOCAÇÃO DE JESUS!
Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.

03/03/2022

Virá o dia do Senhor como ladrão. Naquele dia, os céus passarão com ruído, os elementos abrasados se dissolverão, e será consumida a terra com todas as obras que ela contém.

(2 Pd 3, 10)

Se falarmos sobre o Dia do Senhor, uma pessoa diz:

– Ainda não tinha pensado sobre o que a Palavra de Deus fala sobre o assunto.

Outra diz:

– É um tema pouco falado entre nós, católicos! Vou procurar pesquisar e orar sobre o que Deus quer que eu entenda, para o bem de minha alma, sobre o Seu Dia. Talvez até eu possa ajudar minha família e outros que queiram saber alguma coisa sobre o Dia do Senhor.

Uma terceira pessoa diz:

– Não me fale sobre o Dia do Senhor! Não gosto de falar nesse assunto. Tenho medo. Gosto de pensar em coisas boas, que me dão alegria. Gosto de ter pensamento positivo. Deus é bom, Ele quer que só pensemos nas coisas boas. O fim do mundo não vai acontecer agora, acho que nunca vai acontecer. Não gosto de pensar em sofrimento, morte. Não penso em inferno, só gosto de pensar no Céu.

Então, respondemos a essa pessoa:

– A Palavra de Deus fala sobre o Dia do Senhor, fala sobre o sofrimento, sobre morte, sobre Céu e inferno. Sendo assim, devemos procurar entender o motivo de Deus nos falar sobre Seu Dia. Você falou que Deus é bom! É verdade! Deus é bom! Sendo Ele bom, Ele quer que encontremos a Sua bondade em tudo o que nos fala, seja sofrimento, morte, Céu e inferno. Não é amor, fé e confiança em Deus evitar pensar em algum de seus assuntos porque não o entendemos. A meditação neles ou nos fará entendê-los ou nos fará confiar e nos alegrar com as determinações divinas que não entendemos.

Nesse momento, a pessoa olha o celular, dizendo:

– Desculpe! Lembrei-me de um compromisso muito importante! Não vou poder continuar conversando! Vou ter de ir embora! Tchau!

– Tchau!

O SUPOSTO ERRO DO AVESTRUZ

Não é verdade que o avestruz enterra sua cabeça na areia quando está em perigo. É mito. Mas em nossa estória*, nós vamos falar de dois avestruzes.

Um se chama Resolvido Intrépido, e o outro se chama Temeroso Imbele.

Eles são amigos.

Um deles não enterra a cabeça na areia quando se encontra em perigo, mas o outro avestruz tem essa mania. Por qualquer perigo insignificante, ele enterra a cabeça na areia.

– Por que você enterra a cabeça na areia quando se sente em perigo? – Perguntou seu amigo, Resolvido Intrépido.

– Eu me sinto mais seguro não vendo o perigo. – respondeu Temeroso Imbele.

Temeroso Imbele fugia de si mesmo.

Essa estória é para quem foge de si mesmo.

Infelizmente, todos nós já cometemos esse erro, em graus diferentes, mas todos nós já andamos fugindo de nós mesmos no que diz respeito ao que nos é necessário fazer para nos salvarmos em Jesus Cristo.

(*dizia meu professor: estória com E, é quando é ficção. História com H, é quando é história verdadeira) 

A DESISTÊNCIA DO AVESTRUZ

Os dois avestruzes veem um leão correndo na direção deles.

Os dois correm para salvar a vida.

O leão corre atrás de sua caça.

Os avestruzes veem que, na sua frente, abaixadas na mata, há quatro leoas de emboscada.

Resolvido Intrépido grita:

– Para a direita, Temeroso Imbele!!!

Mas Temeroso Imbele, apavorado, vê um buraco que cabe sua cabeça, e nesse buraco a enfia. Seu corpo está todo de fora, mas ele se sente salvo, porque não vê mais o leão e as leoas.

Leão e leoas tiveram um bom almoço nesse dia.

Por que o avestruz virou almoço?

Por causa do medo. O medo fez o avestruz agir errado. Fê-lo desistir de correr e tentar escapar.

O avestruz corre a 97,5 km/h. O leão corre a 58 km/h. A leoa corre a 81km/h. 

Mas por que o avestruz deixou de correr?

Por que deixou de tentar evitar ser pego?

Por que se entregou?

Ao criar o avestruz, Deus não lhe deu capacidade de bicar forte, mas lhe deu quase três metros de altura e capacidade de fazer ágeis dribles, de dar potentes coices, capazes de ferir e até matar o leão, se o acertar. Mas o avestruz não quis usar suas habilidades naturais. Por quê? O medo! O medo paralisou seu instinto natural de sobrevivência.

O medo fez o avestruz fugir de si mesmo, mais do que fugir do leão e das leoas. Fê-lo tomar uma atitude contra sua própria vida. Assim acontece com o homem que, por medo, não quer meditar nos assuntos do Senhor Deus.

Esse homem é um ausente de si mesmo, foge de si mesmo, não quer ter consciência de si mesmo. É miserável, cego, está a caminho da desgraça para si mesmo e não quer saber como evitar tal mal em sua vida.

Esse homem teme perder o mundo que passa, o mundo que nunca terá para sempre, pois todos morremos. Ele prefere os prazeres e a vida que o mundo oferece, a meditar no assunto do Dia do Senhor. Ele evita pensar sobre o Fim dos Tempos, porque se encheu do TEMOR HUMANO, matando em si mesmo o TEMOR DE DEUS. O temor humano o faz ter medo de morrer no corpo,  tirando-lhe o medo de morrer na alma.

HÁ DOIS TIPOS DE HOMENS:

  • Os que NÃO matam em si o temor humano, e assim matam o temor de Deus.
  • Os que matam em si o temor humano, dando, assim, vida e vigor ao temor de Deus.

O HOMEM ENSINADO POR DEUS

O homem que tem vivo em si o temor de Deus, ora e vigia para o Dia do Senhor; dia “da vingança em que arruinará seus inimigos. Devorará a espada até fartar-se, abeberando-se de sangue. É a imolação ao Senhor Iahweh dos exércitos, ao norte, às margens do Eufrates”. (Jr 46,10)

Quem troca o temor de DEUS pelo temor HUMANO, não meditará nos mistérios do Dia do Senhor. Não meditando nos assuntos do Senhor, será infeliz, pois ninguém é realmente feliz se não se alimentar da Palavra Divina. Quem medita nos assuntos de Deus, por Deus é ensinado. “Feliz o homem a quem ensinais, Senhor, e instruís em vossa lei.” (Sl 93,12)

AS OVELHAS NÃO ESCOLHEM O MELHOR

Não sejamos como as ovelhas que, entrando em um pasto onde tem grama verde e grama seca, água limpa e água suja, comem a grama seca e bebem a água suja, porque por elas mesmas são incapazes de observar, discernir, fazer escolhas; e assim, comem sem escolher o melhor para elas mesmas, porque comem o que acham por primeiro no mundo.

O MUNDO OFERECE BOAS E MÁS COISAS!

  • Como me comporto diante do que encontro no mundo?
  • Comporto-me como as ovelhas, que não sabem escolher o melhor para suas vidas, porque são incapazes de observar, de discernir e de fazer escolhas?
  • Eu recebo e gosto de todos os prazeres que o mundo oferece aos homens, mesmo que isso enfraqueça minha fé e minha espiritualidade, colocando-me em grave risco de me afastar de Deus?
  • É sensato de minha parte abraçar, aceitar, querer, buscar os prazeres proibidos, ou lícitos, que me afastam de Deus?
  • Diante do bem e do mal, eu me comporto como as ovelhas que aceitam o pasto ruim com água suja, porque não quero pensar no que é bom e ruim para mim e para os outros?

O HOMEM NÃO É OVELHA, É HOMEM!

Diante do grande amor de Deus pelo homem, o rei Davi perguntou a Deus:

Que é o homem, digo-me então, para pensardes nele? Que são os filhos de Adão, para que vos ocupeis com eles? Entretanto, vós o fizestes quase igual aos anjos, de glória e honra o coroastes. Destes-lhe poder sobre as obras de vossas mãos, vós lhe submetestes todo o universo.

(Sl 8,5-7)

Que é o homem, Senhor, para cuidardes dele, que é o filho do homem para que vos ocupeis dele?

(Sl 143,3)

DA TERRA AO CÉU

O homem foi criado por Deus para viver na terra,  preparando-se para chegar no Céu.

O homem não foi criado para viver de modo que, ao morrer, vá para a condenação eterna no inferno.

O inferno não é para o homem. O homem não é para o inferno.

O inferno é para os Demônios, porque “Deus não poupou os anjos que pecaram, mas os precipitou nos abismos tenebrosos do inferno onde os reserva para o julgamento.” (2Pd 2,4)

DEUS NÃO PERDOOU OS ANJOS QUE PECARAM, MAS AO HOMEM, ELE PERDOOU

Deus perdoou! Ele perdoa e perdoará.

Deus desistiu dos ANJOS PECADORES, mas não desistiu dos HOMENS PECADORES.

Deus mandou os anjos desobedientes para o inferno; mas ao homem, Ele não mandou, nem manda.

Para o homem, Ele fez o plano de como salvá-lo.

MAS O EVANGELHO DE SÃO LUCAS 16 FALA DO HOMEM NOS TORMENTOS DO INFERNO

Os homens que foram ou irão para o inferno, foram ou irão por sua própria escolha, não porque Deus mandou.

Acredite!!!

Alegre-se!!!

Tenha esperança!!!

ACREDITE!!!

ALEGRE-SE!!!

TENHA ESPERANÇA!!!

Você!!! Você, homem!!! Você não será mandado para o inferno por Deus, a não ser que você queira ir para lá.

Se você quiser ir para o inferno, você irá.

Se não quiser ir, não irá, pois seguirá os conselhos de Deus. Quem segue estes conselhos, Deus tira do caminho do inferno que esteja caindo.

Nenhum ser humano, criança ou velho, jovem ou adulto, homem ou mulher, jamais será mandado para o inferno por Deus. Pelo contrário, Deus está fazendo tudo hoje, tudo agora, neste instante, para evitar que o homem caia no inferno.

VOCÊ SE SENTE CAINDO NO INFERNO?

Peça ajuda a Deus, no Nome de Jesus Cristo!

Peça a intercessão de Nossa Senhora por sua salvação.

Deus ouvirá!

Deus está “morrendo” de vontade de que você lhe peça ajuda, perdão, misericórdia, salvação.

Todos os seus pecados do passado, presente e futuro são incomparavelmente inferiores ao amor de Deus por você.


OS HOMENS QUE ESTÃO VIVOS NA TERRA, MAS ANDANDO NA ESTRADA QUE LEVA AO INFERNO

Muitos homens já se condenaram ao inferno, ainda em vida, pelos seus maus comportamentos de rebelião contra Deus, de oposição à vontade de Deus.

Por seus atos, já se condenaram; todavia estão vivos.

O que Deus está fazendo por eles?

Deus está fazendo tudo para tirá-los deste caminho que os está levando ao inferno.

O mais importante ato de Deus pelo qual Ele livra o homem do inferno, Deus já fez! Ele enviou Jesus Cristo, Seu Filho único, para evitar que o homem vá para o inferno. Todo o que Nele crê, e crendo, mantém-se em Sua Palavra, será salvo, não irá para o inferno.

Jesus diz:

Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei.”

(Mt 11,28)

Ora, esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não deixe perecer nenhum daqueles que me deu, mas que os ressuscite no último dia.”

(Jo 6,39)

“Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á”.

(Jo 15, 4-6)

O DIA DO SENHOR SEPARARÁ OS BONS DOS MAUS

  • Somos bons ou maus?
  • É necessário que reflitamos sobre o Dia do Senhor, não para nos apavorar, mas para vermos a seriedade de nossa vida.
  • Para revermos nossos atos, pois seremos julgados por eles.
  • Para sabermos que “virá o dia do Senhor, dia implacável, de furor e de cólera ardente, para reduzir a terra a um deserto, e dela exterminar os pecadores”. (Is 13,9)
  • A meditação do Dia do Senhor nos faz parar e pensar sobre nosso modo de viver.
  • Pararmos para pensar sobre o modo de como estamos vivendo, se é ato de insensatez, ou se é ato de inteligência e prudência. 

A prudência é a regra certa da ação.
(Santo Tomás de Aquino)

COMO ESTOU VIVENDO?

  • Vivo como um pecador que ama o pecado; dele não me arrependo, não procuro me confessar?
  • Vivo como um pecador que não quer pecar, mas se pecar, procuro o Padre, confesso-me, peço perdão?

ESTOU CONSCIENTE DE QUE O DIA DO SENHOR:

  • Virá para exterminar os pecadores que se opõem ao todo da vontade de Deus, assim como aqueles que se opõem aos detalhes dos planos de Deus?
  • Exterminará aqueles que trabalham dentro da Igreja, nos governos, no sistema educacional e cultural, nas mídias; para impedir a vontade de Deus de ser feita na terra, como ela é feita no Céu?
  • Exterminará os que não renunciam sua vontade pessoal em sacrifício à vontade de Deus?
  • Exterminará os que amam o pecado; que dele não querem sair; que não se confessam pedindo perdão?

Se tenho consciência de que o Dia do Senhor vai exterminar, o que estou fazendo para não ser exterminado no dia da vingança, furor e cólera ardente, que reduzirá a terra a um deserto?

Creio que “no dia do juízo, por ocasião do fim do mundo, Cristo virá na glória para realizar o triunfo definitivo do bem sobre o mal, os quais, como o trigo e o joio, terão crescido juntos ao longo da história.” (Catecismo da Igreja Católica § 681)

 


O GRITO DO PROFETA JOEL

“Revesti-vos de sacos, sacerdotes, e batei no peito!

Lamentai-vos, ministros do altar!

Vinde, passai a noite vestidos de saco, servos de meu Deus!

Publicai o jejum, convocai a assembleia, reuni os anciãos e toda a população no templo do Senhor, vosso Deus, e clamai ao Senhor: Ai, que dia! O dia do Senhor, com efeito, está próximo, e vem como um furacão desencadeado pelo Todo-poderoso.”

(Jl 1, 13-15)

O DIA DO SENHOR CHEGARÁ, É INEVITÁVEL

Quem não acredita no Dia do Senhor, poderá crer tarde demais.

O “não acreditar” dos que não querem acreditar em nada, interfere no Dia do Senhor.

Nem corajosos, nem medrosos podem evitar o Dia do Senhor.

Quando será? Ninguém sabe. 

Mas todos sabemos que o Dia do Senhor chegará.

Será o dia do julgamento das nações.

Será o dia do julgamento de cada homem.

O Dia do Senhor será um julgamento público. Cada homem terá a confirmação do julgamento que recebeu no julgamento particular na hora em que morreu. 

Os inimigos de Deus que estiverem vivos, e os que estiverem morrido na inimizade com Deus, não conseguirão suportar esse Dia. 

“À frente do seu exército, o Senhor faz ouvir a sua voz, pois seu batalhão é imenso e poderoso para executar sua palavra. Sim, o dia do Senhor é grandioso e temível! Quem o poderá suportar?”

(Jl 2,11)

OS QUE MARCAM A DATA DO DIA DO SENHOR

A marcação da data do Dia do Senhor já acontecia antes da vinda de Jesus. Diziam que o mundo iria chegar ao fim quando Roma fosse vencida. Roma foi vencida e o fim do mundo não chegou.

O matemático Michael Stifel, seguindo seus cálculos, disse que o Juízo Final tinha começado em 19 de outubro de 1533. O pessoal da época marcada não viu a Deus, nem se sentiu julgado.

No século 19, nos Estados Unidos, o pastor William Miller, líder do movimento adventismo, fazendo sua própria interpretação da Bíblia, pregava que Cristo voltaria no ano de 1844. Afirmava também que o fim do mundo seria, segundo sua interpretação bíblica, no dia 22 de outubro de 1844. Na data marcada, nada aconteceu, mas ele continuava andando com a Bíblia debaixo do braço, fazendo suas interpretações. E tinha seguidores, todos com Bíblias.

Permitam-me abrir um parêntese aqui!

O problema não é a Bíblia, mas quem a interpreta sem ter recebido a autoridade de Deus.

O que vemos em pessoas que leem a Bíblia sem humildade?

Vemos nos erros delas, que afirmam ter a verdade, o perigo de fazer interpretação pessoal da Bíblia.

Na terra, Jesus só deu a Pedro, o primeiro Papa da Igreja Católica, e aos seus sucessores, a autoridade de fazer a interpretação da Bíblia.

Continuemos!!!

O pastor Harold Camping anunciou nas rádios dos Estados Unidos e em sua igreja, que a 2º vinda de Jesus seria, segundo a Bíblia, às 18h do dia 21 de maio de 2011.

Dizia que quem não acreditasse, morreria.

Na data marcada por Camping, Jesus não voltou, então ele fez outra interpretação bíblica, marcou outra data, que também não se cumpriu.

Em 1994, ele já tinha previsto o apocalipse. Mesmo não tendo chegado, muita gente o seguia, todos com a Bíblia debaixo do braço.

Em 1910, o jornal “The New York” publicou, citando astrônomos famosos do “Observatório Harvard”, que os cientistas diziam estar preocupados com a cauda do cometa “Halley”, pois ela poderia trazer a terra em sua passagem, o gás cianogênio, o que iria intoxicar a atmosfera da terra.

Na época, muita gente começou a se amedrontar com o que seria o fim do mundo. O cometa passou, e nada aconteceu. Muita gente batizou seu filho com o nome de “Halley”.

Os atuais cientistas preveem o fim da Terra para daqui a 5 bilhões de anos, pois, segundo eles, será quando o sol se transformará no “gigante vermelho”, o que aumentará o calor na terra e fará evaporar toda a água do planeta. Depois de aumentar de tamanho, o sol esfriará até a extinção, dizem os cientistas.


3º GUERRA MUNDIAL EM 2022?

Vemos nas redes sociais comentários de pessoas que estão apavoradas, e de pessoas que estão indiferentes ao que está acontecendo entre Rússia, Ucrânia, OTAN.   

Em 2014, a Rússia invadiu a Crimeia, anexando-a ao seu território. Muitos foram os comentários pelo mundo de que seria o início da 3º guerra mundial. Não foi, graças a Deus!

A mídia está falando em 3º guerra mundial porque agora, em 2022, a Rússia invadiu a Ucrânia. Está sofrendo fortes sanções dos 30 países que fazem parte da OTAN por este ato ditatorial e covarde. A liderança da OTAN está demonizando a Rússia, por meio de propagandas e jornais na mídia.

O mundo está odiando a Rússia, pensando que a OTAN é o bom mocinho que vai proteger a Ucrânia de Putin. A maioria das pessoas não entende que a liderança da Otan e a da Rússia (Putin) é cada qual uma pior que a outra, com más intenções e atitudes em relação aos países e suas populações.

Putin, Xi Jinping e a liderança da OTAN querem dar ordens aos outros países; querem dominar o mundo, roubar a liberdade das pessoas. Entre eles não há nenhum bem intencionado, pois estão a serviço do espírito maligno. Nenhum deles crê em Deus ou teme a Deus. Eles odeiam a Deus, querem estabelecer a Nova Ordem Mundial para acabar de vez com a fé em Jesus Cristo, com o amor e a obediência a Deus, na tentativa de destruir a Igreja Católica que Jesus fundou em Pedro.

A SITUAÇÃO ATUAL É MUITO GRAVE!

O perigo da 3º Guerra Mundial é real. Porém, a realidade em que o homem vive está sob a vontade ou permissividade de Deus. “Por que é assim?” Podemos perguntar. “A 3º guerra mundial acontecerá ou não acontecerá?”

A Rússia ameaçou mais dois países, Finlândia e Suécia. Apesar das coisas estarem piorando, só Deus conhece os tempos, os momentos e as situações a fundo. Nós, humanos, podemos especular pelo que estamos vendo, mas nossas especulações não são exatas; nem para sim, nem para não.

A 3º guerra mundial poderá acontecer por estes dias ou meses, mas também, poderá ainda não acontecer. Se vai ou não acontecer, não nos tem grande proveito ficarmos preocupados ou indiferentes com o que acontece em nosso mundo.

O mais necessário a fazer é amar a Deus de todo o coração, orar, vigiar, frequentar os Sacramentos, rezar o Rosário todos os dias. Isso sim! Esses atos trarão grandes bons proveitos, não somente a nós, mas às pessoas de todo o mundo. O Rosário rezado é um grande poder contra os Demônios e todo tipo de mal nas mãos de qualquer pessoa.

O Rosário rezado todos os dias pode abrir os céus e fechar o inferno. Na Ucrânia, os católicos o estão rezando juntamente com as crianças. Há igrejas, colégios e residências em que várias crianças estão rezando o Rosário, pedindo a paz por seu país.

DEUS ATENDERÁ ESSAS ORAÇÕES E NÃO HAVERÁ A 3º GUERRA MUNDIAL?

Se não for tarde demais. Queremos dizer: se o povo ucraniano e os outros povos católicos dos outros países já estavam rezando o Rosário anos antes desse mal acontecer, então Deus atenderá a oração do Rosário rezado e não haverá 3º guerra mundial; mas se os católicos no mundo não o estavam rezando, então o poder necessário que podia acorrentar Satanás e impedir a 3º guerra não foi construído. O mundo ficou desprotegido e Satanás ficou livre, sem nenhuma dificuldade, sem nenhum impedimento para escolher homens e os usar no poder governamental de cada país.

O QUE NOSSA SENHORA PEDE?

“Rezem o terço (Rosário) todos os dias para alcançar a paz no mundo e o fim da guerra”

(Primeira Aparição da Virgem: domingo, 13/05/1917).

“Continuem a rezar o terço (Rosário) todos os dias em honra de Nossa Senhora do Rosário para obter a paz no mundo e o fim da guerra, porque só Ela pode alcançá-lo.”

(Terceira Aparição da Virgem: sexta-feira, 13/07/1917).

“Para salvá-los, Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se fizerem o que eu lhes digo, muitas almas serão salvas e terão paz.”

(Terceira Aparição da Virgem: sexta-feira, 13/07/1917)

O ROSÁRIO É UMA PODEROSA ARMA ESPIRITUAL

Se o Rosário é rezado, Satanás encontra dificuldades para executar tudo o que sua grande inteligência conhece, compreende, interpreta, raciocina, pensa e planeja diante das possibilidades ou opções que o pecado do homem lhe oferece contra o próprio homem.

Se o homem para de ofender a Deus, as guerras, as pandemias, as seitas, as agendas: globalista, feminista, ambiental e climática, assim como os ciberataques NÃO SERÃO os macguffins* que Satanás usa para levar os governos e as pessoas para seus objetivos bestiais.

*Macguffin é um dispositivo usado por homens e demônios. Pode ser usado para o bem ou para o mal. É usado como instrumento para dar sequência a acontecimentos de um bom enredo de livro, filme, trama, comédia ou para uma mentirosa narrativa ideológica política, na tentativa de dominar um país ou o mundo, escravizando sua população por meio do roteiro da geopolítica escrita por Satanás.

Satanás conhece bem as influências e a força que o pecado do homem tem na alma e no meio físico; o quanto o pecado exerce braço-de-ferro sobre a vida humana na política; e por ser ele o roteirista da geopolítica, seguida pela maioria dos governantes contemporâneos, estamos vendo o mundo em grave crise de fé e moral, por quê? Porque não todo, mas a maioria dos poderosos deste mundo, são agentes demoníacos humanos nos governos dos países e das riquezas. O problema não é o governo, mas o agente demoníaco que governa. O problema não é a riqueza, mas o modo como ela é usada pelos servidores dos demônios.

Contra os macguffins de Satanás existem duas armas, uma mental e outra espiritual. A mental produz informações e conhecimentos que devem ser repassados aos outros; é uma ação necessária, mas não tem poder contra Satanás, pois tem apenas a grande utilidade de levar informações às pessoas.

A outra arma é espiritual: é a oração. É a oração que tem poder contra Satanás e seus demônios. É na oração que o homem se fortalece para vencer seus pecados e deixar de ofender a Deus; pois é o pecado do homem que o enfraquece, dando aos demônios chances de fazer o mal contra o homem.

O ROSÁRIO É UMA ARMA DE CONSTRUÇÃO ESPIRITUAL

Se o Rosário foi rezado pelos católicos no mundo, o poder que impede as ações de Satanás foi construído; não haverá ainda a 3º guerra mundial presentemente. Mas se o poder não foi construído, então, se não for o tempo da 3º guerra, uma guerra violenta poderá acontecer entre muitos países, sem ser ainda a 3º guerra mundial.

Deus sabe tudo, mas os homens só sabem o que Deus revela. O que sabemos é que se houver guerra, o mundo todo sofrerá as consequências da violência, carestia, fome e sede que podem se alastrar. Ainda não estamos em guerra mundial, mas já começou a carestia até em países não envolvidos diretamente no conflito. A tendência é piorar, pois o arroz em Casca, a platina, o paládio, o alumínio, o zinco, o níquel, o chumbo, o boi gordo, dentre outros produtos, já começaram a subir de preço.

No Brasil, a bolsa cairá e o dólar subirá, de acordo com os acontecimentos entre Rússia, Ucrânia e OTAN. A coisa não está tão grave ainda aqui para o Brasil, mas os preços dos alimentos e combustíveis já começaram a aumentar.

P.S. Cada família pense agora no que fazer para se antecipar aos preços altos, principalmente do que é mais necessário à subsistência humana.

O AVISO DE NOSSA SENHORA EM FÁTIMA, EM 1917

“Se atenderem os meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz. Se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas. Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará, o Santo Padre consagrar-me-á à Rússia, que se converterá e será concedido ao mundo algum tempo de paz. Em Portugal, conservar-se-á sempre o dogma da fé”.

  • Os pedidos de Nossa Senhora não foram atendidos, por isso a Rússia não se converteu?
  • Não tendo se convertido, está espalhando seus erros pelo mundo, promovendo guerras?
  • A Rússia continuará a espalhar seus erros pelo mundo?

ESSAS PARTES DA PROFECIA DE NOSSA SENHORA JÁ SE CUMPRIRAM?

  • Os bons já foram martirizados?
  • O Papa já sofreu muito?
  • Várias nações já foram aniquiladas?
  • O Imaculado Coração de Maria já triunfou?
  • A Rússia foi consagrada a Nossa Senhora pelo Papa, de modo que se converteu?
  • O mundo está tendo um tempo de paz?

ALGUNS PEDIDOS DE NOSSA SENHORA QUANDO ELA APARECEU EM PORTUGAL, EM 1917

“Quero dizer-te que façam aqui uma capela em Minha honra, que sou a Senhora do Rosário, que continuem sempre a rezar o terço todos os dias.”

Para evitar a guerra, Nossa Senhora diz às três crianças que virá a Fátima pedir a consagração da Rússia ao seu Imaculado Coração, bem como a comunhão reparadora nos primeiros sábados, prometendo a conversão da Rússia.

“Continuem a rezar o terço (o Rosário) todos os dias, em honra de Nossa Senhora do Rosário, para obter a paz do mundo e o fim da guerra, porque só Ela lhes poderá valer”.
“Rezai, rezai muito, e fazei sacrifícios pelos pecadores. Muitas almas vão para o inferno por não haver quem se sacrifique e peça por elas”.

APÓS MOSTRAR O INFERNO AOS TRÊS PASTORINHOS, NOSSA SENHORA PEDE:

“Quando rezardes o terço (Rosário), dizei depois de cada mistério:  ‘Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem’.”

Outro pedido de Nossa Senhora foi: “Não ofendam mais a Deus Nosso Senhor, que já está muito ofendido”.

NOSSA SENHORA PEDIU A CONVERSÃO DAS PESSOAS DO MUNDO INTEIRO A DEUS PARA O CASTIGO NÃO VIR À TERRA

As pessoas no mundo estavam vivendo de modo a se afastar de Deus. Deus estava sendo o segundo plano ou plano nenhum para milhões de pessoas da terra. Todo pecado causa a destruição da alma. Para salvar as almas, Deus envia castigo. Assim diz o Senhor Deus: “Eu repreendo e castigo aqueles que amo. Reanima, pois, o teu zelo e arrepende-te”. (Ap 3,19)

A mensagem de Nossa Senhora, em 1917, pedindo que parassem de ofender a Deus, não foi uma mensagem somente para aquele ano, foi uma mensagem que é sempre atual. Foi para os homens de todas as épocas. No apocalipse, Jesus diz: “Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras. Senão, virei a ti e removerei o teu candelabro do seu lugar, caso não te arrependas”. (Ap 2,5)

O PERIGO DE NÃO ATENDER AOS PEDIDOS DE NOSSA SENHORA

Ao enviar Nossa Senhora para avisar aos homens que deveriam mudar seus comportamentos de vida, Deus espera que todos deem ouvido, pois Ele está a nos falar do Céu, através da Virgem Maria que nos foi enviada. São Paulo fala sobre a gravidade de não se ouvir os apelos de Deus por Nossa Senhora, a quem Ele enviou do Céu para nos falar em seu Nome: “Guardai-vos, pois, de recusar ouvir aquele que fala. Porque, se não escaparam do castigo aqueles que dele se desviaram, quando lhes falava na terra, muito menos escaparemos nós, se o repelirmos, quando nos fala desde o Céu”. (Hb 12,25) Peçamos a Deus que nos faça entender a gravidade de recusarmos ouvir a Deus ‘’se o repelirmos, quando nos fala desde o Céu”.

NOSSA SENHORA NÃO VEIO PARA AMEDRONTAR, VEIO PARA ALERTAR. ELA QUER QUE QUEM OFENDE A DEUS, DEIXE DE O OFENDER, POIS O DIA DO SENHOR CHEGARÁ

“Virá o Dia do Senhor como ladrão. Naquele dia, os céus passarão com ruído, os elementos abrasados se dissolverão, e será consumida a terra com todas as obras que ela contém”.

(2Pd 3,10)

Os pregadores que pregam o Dia do Senhor para amedrontar as pessoas, não fazem a obra de Deus. A pregação, a meditação sobre o Dia do Senhor, deve ser feita para que, quem medita, pela meditação viva se preparando para esse dia, que ninguém sabe quando será.

A preparação para o Dia do Senhor não é como quem se prepara para ir a um casamento; depois dele, despe a roupa, e com certo tempo esquece do que aconteceu. O preparar-se para o Dia do Senhor é uma preparação em oração e vigilância todos os dias da vida.

IR DA MORTE À VIDA SEM SER JULGADO

Pensar no Dia do Senhor faz o pecador que quer ser santo, fazer exame de consciência, para procurar o Sacramento da Penitência. “Neste sacramento, o pecador, entregando-se ao julgamento misericordioso de Deus, antecipa de certa maneira o julgamento a que será sujeito no fim desta vida terrestre. Pois é agora, nesta vida, que nos é oferecida a escolha entre a vida e a morte, e só pelo caminho da conversão poderemos entrar no Reino do qual somos excluídos pelo pecado grave. Convertendo-se a Cristo pela penitência e pela fé, o pecador passa da morte para a vida “sem ser julgado” (Jo 5,24).” (Catecismo da Igreja Católica §1470)

A SEGURANÇA DA SALVAÇÃO DO CATÓLICO ESTÁ NA IGREJA, NÃO NAS NARRATIVAS DO HOMEM QUE A SI MESMO SE DELEGA AUTORIDADE DIVINA

São Pedro não se delegou a si mesmo a autoridade para:

  • Fundar a Igreja Católica.
  • Ter as Chaves do Reino dos Céus.
  • Ligar e desligar os homens a Deus.
  • Ensinar o evangelho aos membros da Igreja.

Essa autoridade foi dada a São Pedro por Jesus.

Jesus confiou a Pedro uma autoridade específica: “EU TE DAREI AS CHAVES DO REINO DOS CÉUS: o que ligares na terra será ligado nos Céus, e o que desligares na terra será desligado nos Céus” (Mt 16,19). O “PODER DAS CHAVES” designa a autoridade para governar a casa de Deus, que é a Igreja. Jesus, “o Bom Pastor” (Jo 10,11), confirmou este encargo depois de sua Ressurreição: “Apascenta as minhas ovelhas” (Jo 21,15-17). O PODER DE “LIGAR E DESLIGAR” significa a autoridade para absolver os pecados, pronunciar juízos doutrinais e tomar decisões disciplinares na Igreja. Jesus confiou esta autoridade à Igreja pelo ministério dos apóstolos e particularmente de Pedro, o único ao qual confiou explicitamente as chaves do Reino.

(Catecismo da Igreja Católica § 553)

EXISTEM PESSOAS DIZENDO QUE CHEGOU O DIA DO SENHOR

Na época dos Apóstolos, o pai da mentira, para confundir, preocupar e amedrontar os católicos, usava os homens que podia usar. Por meio deles, procurava dar data aproximada ou até marcar a data exata do Dia do Senhor. No meio dos católicos havia pessoas que diziam ter revelações; falavam como portadoras de recados e cartas dos Apóstolos, afirmando que o Dia do Senhor era iminente.

Para sanar perturbações na fé e esperança dos católicos, por causa das enganações, São Paulo escreveu aos Tessalonicenses, dizendo: “não vos deixeis facilmente perturbar o espírito e alarmar-vos, nem por alguma pretensa revelação nem por palavra ou carta tidas como procedentes de nós e que vos afirmassem estar iminente o Dia do Senhor” (2Ts 2,2). A segurança de se manter firme na Doutrina Católica dada por Jesus aos Apóstolos, era ouvir e ter fé no que os Apóstolos retransmitiam de Jesus e do Espírito Santo. “Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão”. (Jo 16,13)

CATÓLICA DESDE A FUNDAÇÃO

No tempo dos Apóstolos ainda não tinham surgido, como viriam a existir, as seitas que se colocavam frontalmente contra a Igreja, que era católica desde sua fundação em São Pedro. 

“E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela”.

(Mt 16,18)

A Igreja é Católica desde a fundação, porque católico significa universal. Quer dizer, Jesus funda a Igreja, em seguida envia seus Apóstolos para levá-la ao mundo, dizendo: “Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. (Mt 28,19)

Jesus não deu a ninguém na terra poder e autoridade para ensinar, explicar, interpretar o Evangelho, nem para batizar em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, a não ser a seus Apóstolos e os sucessores deles. É grande loucura de um homem arrogar a si mesmo o direito que Jesus não lhe conferiu.

EIS AS PALAVRAS SOBRE O DIA DO JUÍZO FINAL NO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA PARA ORARMOS COM ELAS

§ 681 – No dia do juízo, por ocasião do fim do mundo, Cristo virá na glória para realizar o triunfo definitivo do bem sobre o mal, os quais, como o trigo e o joio, terão crescido juntos ao longo da história.

§ 682 – Ao vir no fim dos tempos para julgar os vivos e os mortos, Cristo glorioso revelará a disposição secreta dos corações e retribuirá a cada um conforme as suas obras e segundo tiver acolhido ou rejeitado a sua graça.

§ 1059 – “A santíssima Igreja romana crê e confessa firmemente que no dia do Juízo todos os homens comparecerão com o seu próprio corpo diante do tribunal de Cristo para dar contas de seus próprios atos” (DS 859,1549).

§ 1038 – A ressurreição de todos os mortos, “dos justos e dos injustos” (At 24, 15), antecederá o Juízo Final. Este será “a hora em que todos os que repousam nos sepulcros ouvirão sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para uma ressurreição de vida; os que tiverem praticado o mal, para uma ressurreição de julgamento” (Jo 5, 28-29). Então Cristo “virá em sua glória, e todos os seus anjos com Ele”. (…) E serão reunidas em sua presença todas as nações, e Ele há de separar os homens uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos…

§ 1039 – É diante de Cristo – que é a Verdade – que será definitivamente desvendada a verdade sobre a relação de cada homem com Deus (Jo 12, 48). O Juízo Final há de revelar, até as últimas consequências, o que tiver feito de bem ou deixado de fazer durante a sua vida terrestre.

§ 1040 – O Juízo Final acontecerá por ocasião da volta gloriosa de Cristo. Só o Pai conhece a hora e o dia desse Juízo, só Ele decide de seu advento. Por meio de seu Filho, Jesus Cristo, Ele pronunciará então sua palavra definitiva sobre a história. Conheceremos então o sentido último de toda a obra da criação e de toda a economia da salvação, e compreenderemos os caminhos admiráveis pelos quais sua providência terá conduzido tudo para seu fim último. O Juízo Final revelará que a justiça de Deus triunfa de todas as injustiças cometidas por suas criaturas e que seu amor é mais forte que a morte (Ct 8,6).

§ 1041 – A mensagem do Juízo Final é apelo à conversão enquanto Deus ainda dá aos homens “o tempo favorável, o tempo da salvação” (2Cor 6,2). O Juízo Final inspira o santo temor de Deus. Compromete com a justiça do Reino de Deus. Anuncia a “bem-aventurada esperança” (Tt 2,13) da volta do Senhor, que “virá para ser glorificado na pessoa dos seus santos e para ser admirado na pessoa de todos aqueles que creram” (2Ts 1,10).

Oremos!

Deus de poder, bondade e misericórdia!

Dai-me um coração atento à Vossa Palavra! 

Uma alma que suspira por Vós! 

Um profundo desejo de meditar em tudo o que falais!

Amém!

Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos a todos.
J.V.

Um comentário em “O dia do Senhor! O que posso fazer agora em meu favor?

  1. Bendito seja Deus por essa formação.
    Senhor, dai-nos a graça de sermos prudentes e zelosos para estarmos atentos e fazer vossa santa vontade.

Escreva seu comentário