VOCAÇÃO DE JESUS!
Deus seja amado com todas as forças de nosso coração e de nossa alma.

09/08/2021

Antes de iniciar a leitura dessa meditação, aconselho você a se preparar interiormente através desse método de RECOLHIMENTO DIANTE DE DEUS.
https://vocacaodejesus.com/meditacao/recolhimento-diante-de-deus/

.Capítulo 01
MEU MAIOR INIMIGO SÃO AQUELAS PESSOAS, OU É AQUELA PESSOA…

O Beijo de Judas (Caravaggio)

… que me é hostil?
… que vive se opondo a mim como pode?
… que me calunia?
… que quer o mal para mim?
… que deseja que o pior me aconteça?
… que traiçoeiramente está à espreita, esperando a oportunidade para me prejudicar?
… que se alegra em saber que estou com algum problema?
… que deseja que eu vá para o inferno?
… que tem maus comportamentos contra mim?

Tal pessoa, que tem essas atitudes e desejos contra mim, realmente me odeia, comporta-se como meu inimigo. Mas com toda essa maldade, essa pessoa será meu primeiro e maior inimigo? Não existirá outro inimigo maior e mais perigoso contra mim?

Sim. Existe outro inimigo bem superiormente pior do que estas pessoas (ou esta pessoa), com muitas maldades contra mim. Este inimigo pode ser eu mesmo. Meus comportamentos e vontades pessoais podem me prejudicar mais do que qualquer pessoa que me odeie muito. Eu mesmo posso ser meu maior inimigo. As pessoas podem me prejudicar, mas ninguém pode me prejudicar mais do que eu mesmo.


.Capítulo 02
SE EU FOR MEU MAIOR INIMIGO, NÃO TEREI FÉ PARA VIVER E MORRER POR CRISTO

Quarenta Mártires de Sebaste

Dos 40 Mártires de Sebaste, na Armênia, no ano 320, apenas um desistiu, mas foi logo substituído pelo guarda sentinela que viu muitos Anjos descendo do Céu e confortando os soldados romanos, que preferiram morrer pela fé em Jesus Cristo do que adorar deuses pagãos.

Quem foi o maior inimigo do soldado que, não suportando o frio da água congelada, escolheu sair para as águas quentes, com toalhas enxutas, que eram oferecidas a quem quisesse salvar sua vida, adorando os deuses pagãos?

O maior inimigo do desistente era o governador Licínio, que publicou o decreto de que quem não praticasse adoração e sacrifícios aos deuses pagãos, seria morto? Ou o maior inimigo do desistente seria ele mesmo? Deixo a resposta com você.

Caso queira conhecer mais sobre a história dos 40 mártires de Sebaste, assista ao vídeo a seguir:


.Capítulo 03
JUDAS TRAIU JESUS PORQUE VIVIA TRAINDO A SI MESMO

Judas Iscariotes

Como uma pessoa pode trair a si mesma, se ninguém quer o pior para si? Uma pessoa está se traindo quando vive para si, e não para Deus. Nesse modo de vida morta, a pessoa que está se traindo é sua pior inimiga.

Judas Iscariotes, por fazer parte dos seguidores de Jesus, tinha os mesmos inimigos que os Apóstolos tinham: os ditadores do império romano. Pior inimigo do que esses ditadores romanos, era o Grande Conselho (At 6), os doutores da Lei de Deus, os escribas, os fariseus, os saduceus, os príncipes dos sacerdotes, os anciãos do povo, o sumo sacerdote Caifás (Mt 26) e as pessoas comum do povo, que frequentavam o templo e eram manipuladas, a ponto de ficarem cegas espiritualmente através da mentira dita pelos maus religiosos que controlavam a religião do povo de Deus. Jesus os repreendeu muitas vezes, falando-lhes com franqueza e severidade:

“Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Vós fechais aos homens o Reino dos céus. Vós mesmos não entrais e nem deixais que entrem os que querem entrar. [Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Devorais as casas das viúvas, fingindo fazer longas orações. Por isso, sereis castigados com muito maior rigor.] Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Percorreis mares e terras para fazer um prosélito e, quando o conseguis, fazeis dele um filho do inferno duas vezes pior que vós mesmos. Ai de vós, guias cegos!”

(Mt 23, 13-16)

.Capítulo 04
SENDO UM DOS DOZE, JUDAS, O TRAIDOR, NÃO QUIS TER O ENTENDIMENTO QUE JESUS DEU AOS DOZE APÓSTOLOS

Judas vende Jesus por 30 moedas de prata

Para Judas, o maior inimigo eram os governadores romanos, que ele considerava opressores, destruidores da economia de Israel e, assim, responsáveis pela pobreza do povo judeu. Não via que os líderes religiosos eram a maior ameaça a Jesus e à verdadeira religião que Jesus veio fundar (Is 42, 1). Não via que essas autoridades religiosas eram inconvenientes e convenientes nas relações com os ditadores romanos, segundo as oportunidades e conveniências particulares de suas ganâncias, em prejuízo da Lei de Deus.

Judas estava cego espiritualmente, pois ouvia Jesus, mas continuava com seus próprios pensamentos. Quando Jesus disse: “Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.” (Mt 16,24), Judas ouviu com seu ouvido orgânico, mas não quis ouvir com sua alma; não ouvindo com os ouvidos da alma, Judas não entendeu a necessidade de meditar nas Palavras de Jesus; de orar e jejuar, pedindo a Deus a graça de crer e fazer como Jesus tinha afirmado; não sentiu o imperativo de fazer exatamente como Jesus estava falando.

Não considerou importante pensar no motivo de ter de renunciar a si para seguir Jesus. Ele se via como seguidor adequado, um bom auxiliar de Jesus. Como iria ser útil a Jesus, se abandonasse os muitos pensamentos e as boas ideias que tinha para dar a Jesus e aos Apóstolos?


.Capítulo 05
JUDAS SE TORNOU INIMIGO DE DEUS POR SER SEU PRÓPRIO INIMIGO

“Suicídio de Judas”- Desenho de Von Carolsfeld

Judas era seu maior e mais perigoso inimigo. Nem homens nem demônios poderiam prejudicar Judas como ele se prejudicava por não se humilhar diante de Deus. Judas não refletia sobre o Deus vivo que protege e abençoa os que confiam e esperam Nele; no Deus único que está sempre em defesa dos que creem Nele. 

“Se Deus é por nós, quem será contra nós?”

(Rm 8, 31)

Sem refletir sobre as verdades necessárias à vida, Judas não considerava as consequências de não renunciar a si mesmo para seguir Jesus.

Ao contrário de Judas, os Apóstolos tiveram o entendimento que Judas não procurou ter. Os Apóstolos, meditando nas palavras de Jesus, entenderam que se uma pessoa, para seguir Jesus, tem de se renunciar, então, cada pessoa é um grande perigo a si mesmo se não se renunciar para seguir Jesus. Os apóstolos entenderam que Jesus estava dizendo que cada pessoa pode ser o maior inimigo de si mesmo por meio de pensamentos, ideias, escolhas, vontades, pecados, decisões e comportamento de vida.


.Capítulo 06
NEGATIVIDADES

Muitas são as negatividades dentro de uma pessoa que podem destruí-la.

MEDITE: Quais são as negatividades que consigo detectar dentro de mim?

  • Dificuldade de controlar a raiva, maus pensamentos;
  • Angústias, ansiedade provocada por preocupações;
  • Falta de uma total confiança em Deus;
  • Medos;
  • Complexo de superioridade ou inferioridade;
  • Orgulho;
  • Ganância;
  • Inveja;
  • Prazer em fofocar;
  • Grande facilidade de afligir-se por se levar muito a sério;
  • Olhar para as fraquezas e negatividades interiores com autoacusação e dificuldade de compreender a si mesmo;
  • Concentração em coisas irreais ou bobagens;
  • Tempo excessivo nas redes sociais;
  • Não querer sair da zona de conforto;
  • Nunca sair da rotina;
  • Narcisismo;
  • Dificuldade de concentração na oração;
  • Preguiça de orar e ler a Palavra de Deus;
  • Gostar de exibir o corpo através da dança em vídeos na internet;
  • Fazer papel de pessoa sem inteligência, otária, boba, através de postagens estúpidas nas redes sociais;
  • Sensualizar pelo modo de andar;
  • Sentir prazer em usar roupas com decotes, roupas sensuais, para atrair atenção para si, despertando a inveja nas outras mulheres e o desejo carnal nos homens.

.Capítulo 07
NÃO SEJAMOS NOSSO MAIOR INIMIGO

Eu posso me prejudicar muito, e até me destruir, se eu guardar rancor, se eu deixar crescer em mim o pensamento de vingança, ou se não me vingar, mas me alegrar ao saber que a pessoa de quem tenho ressentimento está passando por algum sofrimento.

Se houver em mim uma tentação que não me deixa perdoar quem me ofendeu, traiu ou prejudicou perversamente, causando-me algum mal, é meu dever, por amor a Deus, fazer exercícios espirituais de oração, jejuns e penitências, pedindo a Deus a graça de perdoar e amar essa ou essas pessoas.

Com esforço racional que estamos fazendo para perdoar, meditemos nas Palavras de Jesus: “Quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vossos pecados.” (Mc 11,25) “Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados.” (Lc 6,37)


.Capítulo 08
O EXEMPLO DE SÃO BENTO LAVRE

São Bento Lavre

“Como é doce a paciência dos santos! Ele sabem sofrer e sabem perdoar!

Um homem perverso e cruel atirou com violência uma pedra, que feriu gravemente o santo e pobrezinho São Bento Lavre. Inclinou-se humildemente o santo, tomou a pedra, beijou-a e colocou-a respeitosamente num muro do caminho. Prosseguiu a viagem a rezar todo o tempo pelo seu agressor. Que doçura e paciência! Isto é ser cristão, é ser verdadeiro discípulo de Jesus Cristo!

Quando muitas pedras de contradições, palavras duras e injúrias nos forem atiradas, fiquemos tranquilos. Oremos pelos que nos perseguirem. É um meio excelente para recuperar a calma e dominar esses instintos de cólera e orgulho que não nos deixam em paz.”

Trecho retirado do Livro: O Breviário da Confiança


.Capítulo 09
O EXEMPLO DE SANTA ISABEL

Santa Isabel

“Como Deus recompensou Santa Isabel pelo perdão que ela dava:

Um dia, Santa Isabel recebeu uma afronta. A injúria a foi ferir no âmago do coração. Sentiu-se perturbada e correu aos pés de Nosso Senhor. Fez violência ao coração e começou penosamente a rezar pelos que a insultaram, dizendo:

– “Meu Jesus, dai aos que me insultaram um benefício, uma graça que corresponda a cada injúria”.

Quando assim rezava, Nosso Senhor lhe disse:

– “Nunca me fizeste orações mais agradáveis e belas do que estas. Penetraram tuas súplicas até o fundo do meu coração. Perdoo, minha filha, por isso, todos os pecados de toda sua vida

Tenhamos a doce certeza de que assim nos falará Nosso Senhor, se soubermos, como Ele, sofrer e perdoar!””.

Trecho retirado do Livro: O Breviário da Confiança

Você acabou de saber o método de receber de Deus a mesma graça que Ele concedeu a Santa Isabel.


.Capítulo 10
JUNTANDO TESOURO NO CÉU

Aarão, olhando para ela, viu-a coberta de lepra.” (Nm 12, 10)

Posso tirar, para mim e para outras pessoas, inclusive para quem me odeia, um grande bem de quem quer me prejudicar, se eu as perdoar de todo o coração, por amor a Deus e a elas.

No Livro de Números, capítulo doze (Nm 12), podemos ter um exemplo de Moisés que, não sendo seu próprio inimigo, era amigo de Deus, e verdadeiro amigo de seus amigos, compreendendo e perdoando suas ofensas, de modo a interceder pelo ofensor, que sem sua intercessão diante de Deus, poderia ficar leproso para o resto da vida.

“Maria e Aarão criticaram Moisés por causa da mulher etíope que ele desposara.

–  ‘Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?’

O Senhor Deus ouviu a murmuração de Aarão e Maria. Moisés era um homem muito paciente, o mais paciente da terra. Deus disse a Moisés, a Aarão e a Maria:

– ‘Ide todos os três à tenda de reunião.’ E eles foram.

O Senhor desceu na coluna de nuvem e parou à entrada da tenda. Chamou Aarão e Maria, e eles se aproximaram.

– ‘Ouvi bem, o que vou dizer: Se há entre vós um profeta, eu lhe aparecerei em visão; eu, o Senhor, é em sonho que lhe falarei. Mas não é assim a respeito de meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. A ele eu lhe falo face a face, manifesto-me a ele sem enigmas, e ele contempla o rosto do Senhor. Por que vos atrevestes, pois, a falar contra o meu servo Moisés?’

A cólera do Senhor se acendeu contra eles. O Senhor partiu, e a nuvem retirou-se de sobre a tenda. No mesmo instante, Maria foi ferida por uma lepra branca como a neve. Aarão, olhando para ela, viu-a coberta de lepra. Aarão disse então a Moisés:

– ‘Rogo-te, meu senhor, não nos faças levar o peso desse pecado que cometemos num momento de loucura, e do qual somos culpados. Que ela não fique como um aborto que sai do ventre de sua mãe, com a carne já meio consumida!’

Moisés escutou Aarão, e sem ter nenhuma mágoa em seu coração, orou ao Senhor por Maria:

– ‘Ó Deus, disse ele, rogo-vos que a cureis.’

O Senhor disse a Moisés:

– ‘Se seu pai lhe tivesse cuspido no rosto, não estaria ela coberta de vergonha durante sete dias? Que ela seja excluída do acampamento durante sete dias; depois será novamente reintegrada.’

Maria foi, pois, excluída do acampamento durante sete dias e o povo não se moveu daquele lugar, enquanto ela não foi novamente reintegrada. Depois disso, o povo partiu de Haserot, e acampou no deserto de Farã.”

(Nm 12)

.Capítulo 11
A INVEJA DE AARÃO E MARIA

Deus se revela face a face a Moisés

A inveja que tinham de Moisés fez Aarão e Maria dizerem: “Porventura é só por Moisés, que o Senhor fala? Não fala Ele também por nós?” (Nm 12, 2)

O que Aarão e Maria fizeram ao murmurar contra Moisés foi muito grave, pois Moisés era o escolhido de Deus para conduzir o povo dentro da vontade divina, para que os planos de Deus se realizassem sobre eles com boas consequências para eles e para as futuras gerações.

Ao murmurar contra Moisés, eles estavam criando uma rebelião contra um escolhido de Deus, deturpando a autoridade e a imagem de Moisés diante do povo. Estavam jogando o povo escolhido contra as orientações de Moisés; orientações, estas, que vinham de Deus. Em síntese, Aarão e Maria estavam, por meio de julgamentos precipitados somados à inveja, opondo-se à vontade de Deus.

Deus viu a maldade e a oposição feita a Ele nos corações de Aarão e Maria. E vendo, veio castigá-los. O castigo de Maria foi ficar imediatamente leprosa; o de Aarão não é citado na Bíblia. Talvez seu castigo tenha sido sofrer ao ver sua irmã sofrendo em seu corpo um efeito direto da ira de Deus.


.Capítulo 12
O PECADO DE AARÃO

Aarão cede ao desejo do povo de construir um ídolo de ouro.

Por que o pecado de Aarão foi diferente do pecado de Maria, se os dois cometeram o mesmo pecado?

Deus viu que o pecado de Aarão era mais pecado de estupidez do que de malícia. A estupidez de Aarão ao murmurar contra Moisés era mais dificuldade em usar sua inteligência para compreender situações, discernir, julgar, do que uma murmuração nascida da habilidade e da esperteza maliciosa humana. 

“Há uma malícia hábil, que é execrável; e há uma estupidez que é apenas falta de sabedoria”.

(Eclo 19,20) 

Essa pouca inteligência de Aarão lhe fez cometer outros erros, como quando fez com que construíssem o bezerro de ouro.

“Moisés disse a Aarão:

– ‘Que te fez este povo para que tenhas atraído sobre ele um tão grande pecado?’

Aarão respondeu:

– ‘Não se irrite o meu senhor. Tu mesmo sabes o quanto este povo é inclinado ao mal. Eles disseram-me: faze-nos um deus que marche à nossa frente, porque este Moisés, que nos tirou do Egito, não sabemos o que é feito dele. Eu lhes disse: Todos aqueles que têm ouro, despojem-se dele! E mo entregaram: joguei-o ao fogo e saiu esse bezerro.’

Moisés viu que o povo estava desenfreado, porque Aarão tinha-lhe soltado as rédeas, expondo-o assim à mofa de seus adversários. Pôs-se de pé à entrada do acampamento e exclamou:

– ‘Venham a mim todos aqueles que são pelo Senhor!’

Todos os filhos de Levi se ajuntaram em torno dele.”

(Ex 32, 21-26)

Aarão fez algo muito sério. Seu pecado contra Deus foi gravíssimo, mas, mais uma vez, ele escapou do castigo. No pecado de murmuração contra Deus com Maria, Deus castigou Maria. No pecado de ter feito o bezerro de ouro, Deus castigou o povo. “Feriu o Senhor o povo, por ter arrastado Aarão a fabricar o bezerro.” (Ex 32, 35)

Há injustiça em Deus por agir como quer? Claro que não! Só Deus sonda os corações para julgá-los conforme sua bondade e justiça. Deus vê e pensa diferente do homem. Humanamente vemos que Aarão era culpado de se deixar arrastar pelo povo para fazer um bezerro de ouro, como se tal ídolo fosse Deus, porém, Deus não castigou Aarão. Por quê? Porque “Deus é sábio em seu coração e poderoso, quem pode afrontá-lo impunemente?” (Jó 9,4) “Quem pode penetrar a sabedoria divina, anterior a tudo?” (Eclo 1,3)


.Capítulo 13
ESTUPIDEZ x MALÍCIA

A malícia feminina…

Aarão escapa do castigo, mas Maria não. Por quê?

Terá sido a malícia feminina a causa da lepra em Maria? Uma malícia tão grave que, mesmo depois de perdoada, teve de ficar segregada, longe do acampamento por sete dias?

A diferença da malícia de Maria para a estupidez de Aarão é que a malícia é uma esperteza para o mal. Esperteza não é inteligência. Um inteligente pode ser esperto, mas um esperto pode não ser inteligente, pois os inteligentes agem para não se prejudicarem. Entretanto, os espertos sem inteligência são inconsequentes em suas espertezas.


.Capítulo 14
HOMENS E MULHERES PRECISAM RECONHECER SUAS VIRTUDES E SUAS FRAQUEZAS

Mulheres!
“Quem peca contra si próprio, arrepender-se-á de tê-lo feito; quem põe sua alegria na malícia, será apontado como infame”
. (Eclo 19,6) Vocês são um dom de Deus. Sejam o que Deus as criou para ser, um dom de Divino, para vocês mesmas, para suas famílias, para a Igreja Católica que Jesus fundou em Pedro, para a sociedade. Vigiem o coração em suas vidas de oração.

Homens!
Busquemos a sabedoria do alto, a de Deus, pois, “Está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes (Is 29,14)”. (1Cor 1,19) “Vigiai, pois, com cuidado sobre a vossa conduta: que ela não seja conduta de insensatos, mas de sábios” (Ef 5,15) “Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre com um bom proceder as suas obras repassadas de doçura e de sabedoria”. (Tg 3,13)


Deus, que é bom, misericordioso e poderoso, abençoe-nos a todos.
J.V.

9 comentários

  1. Bendito Seja Deus por me conceder uma Vocação Santa, um Aprisco Seguro onde somos conduzidos, formados protegidos por Deus atravês desse alimento Espiritual que o Nosso Fundador nos traz! Deus lhe Recompense JV.

  2. Sou grata muito grata ao Meu Deus pela vida e missão de JV, por seu amor e disposição em nos formar com esse alimento espiritual tão necessário para assim refletirmos o quanto ainda precisamos nos fortalecer para não cairmos em tentação.

  3. Hj vi que mesmo sem perceber a malicia os invade prejudicando nos tŕcomo ser humano e pecando contra nós mesmos diante de Deus. Obg Sr. Por nos mostrar essa verdade😳

  4. Aproveito esta oportunidade para pedir a purezas e libertação de toda malícia.esperteza maculada. Obrigado meu Deus por essa formação.

  5. Bendito seja Deus, por tão rico alimento espiritual! Que Nossa Senhora alcance para nós a graça da conversão e da vida de vigilância e oração para que um dia possamos chegar ao Céu e contemplar a Deus face a face.

  6. Louvado seja Deus por essa Meditação, que abri os nossos olhos para o nosso interior. Que Deus possa tomar de conta do meu coração e que eu seja uma serva que cada vez mais faça somente a vontade dele .

    1. Obrigada Jesus amado porque através desta vocação o senhor vem em auxílio as nossas fraquezas liberta_nos de nós mesmo.

Escreva seu comentário