Meditação para o Dia 31 de Maio

“Maria, diz São Bernardo, é a Onipotência Suplicante”

“Virgem Poderosa”, chama-a a Igreja nas Ladainhas Lauretanas. Por quê? Responde-nos o Anjo da Anunciação:

“Porque achaste graça junto de Deus”

E a graça que Maria recebeu foi com tal abundância, para nos socorrer, que não há favor nem misericórdia que não nos possa obter. É a Tesoureira das Graças. Nenhuma graça nos vem do Céu sem que passe pelas suas mãos. Mãos abençoadas e carinhosas de Maria, como sois belas, na imagem da Vossa aparição à Santa Catarina Labouré! Mãos abertas, distribuindo graças sobre a terra, iluminando as trevas deste mundo! E o que consola é que a “Onipotência Suplicante” é nossa Mãe! Ó Maria, quando nossa cabeça atormentada, dolorida e cansada de sofrer no exílio, quiser um repouso, um alívio, deixai-nos repousá-la no Vosso seio materno, doce e carinhoso abrigo.

“Virgem Santíssima, repitamos, na bela prece do Pe. Perreyve, nos vossos dias gloriosos, não Vos esqueçais das tristezas da terra. Lançai um olhar de bondade sobre os que sofrem, lutam contra as dificuldades e não cessam de temperar seus lábios nas amarguras da vida. Mãe, tende piedade dos que se amam e estão separados!

Piedade do isolamento do coração!

Piedade da fraqueza de nossa fé!

Piedade dos objetos de nossa ternura!

Piedade dos que choram, dos que rezam, dos que tremem!

Dai a todos a esperança e a paz!

Assim seja!”



QUER VER MEDITAÇÕES PARA OUTROS DIAS?
ACESSE A PÁGINA DO BREVIÁRIO DA CONFIANÇA


(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 165)


POSTS RECENTES


Escreva seu comentário